WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Criadores comemoram aumento da produção de suínos

Depois de crises, enfrentadas no ano passado, mercado interno deve salvar a produção de 2011

 Mercado interno é responsável pelo aumento no consumo de carne suína.

Em 2010, a suinocultura brasileira sofreu com o embargo russo à carne suína nacional, com a forte concorrência de alguns países, como Argentina, Venezuela, Ucrânia e China. Além disso, os alimentos que servem de base para a ração, principalmente a soja e o milho, subiram bastante de preço.

No entanto, em 2011, o setor conseguiu vencer a crise, superando até as expectativas dos próprios criadores. As exportações para a China deram um novo vigor à suinocultura. Mas a grande conquista ocorreu no mercado interno. Graças a ele, o mercado de carne suína conseguiu não só sair do vermelho como também alcançar um saldo positivo.

O consumo do mercado interno cresceu de 14,33kg, em 2010, para 15,06kg em 2011. Os brasileiros consumiram 84,7% dos 3,5 milhões de toneladas de carne produzidas no Brasil neste ano. A produção de 2010 ficou em 3,24 milhões de toneladas. Para o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos, Marcelo Lopes, o aumento no padrão de vida da população e o crescimento da classe média foram decisivos para esse resultado.

Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína, Pedro de Camargo Neto, esse resultado poderia ser ainda melhor se não fosse o embargo russo. Mesmo assim, o Brasil deve exportar este ano 520 mil toneladas, contra os 540 mil no ano passado. Mas a expectativa é que, em 2012, com o aumento da importação chinesa, a exportação de carne suína alcance 600 mil toneladas.

O zootecnista Paulo César Brustolini, professor do curso Criação de Suínos, desenvolvido pelo CPT – Centro Produções Técnicas, afirma que a suinocultura, por mais que tenha passado por alguns problemas, ainda oferece vantagens aos produtores. Isto porque apresenta custo de produção mais baixo se comparado à bovinocultura e, cada vez mais, tem sido aceita no mercado.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!