Biossegurança evita a entrada de vetores e doenças na criação de suínos

Há um conjunto de regras e procedimentos que devem ser adotados para manter a sanidade dos suínos

Biossegurança evita a entrada de vetores e doenças na criação     Notícias Cursos CPT

A biossegurança consiste em um conjunto de normas e procedimentos que devem ser rigorosamente seguidos para evitar a entrada de agentes infecciosos, como vírus, bactérias, fungos e parasitas, no plantel. Também controla sua disseminação entre os diferentes setores ou grupos de animais dentro do sistema de produção.

Uma das primeiras providências é planejar a granja de forma que esteja o mais isolada possível de outros criatórios ou aglomerados de suínos, de maneira a evitar ao máximo a propagação de doenças por via aérea e através de vetores. Para isso, deve estar distante no mínimo 500m de qualquer outra criação ou abatedouro de suínos, e pelo menos a 100m de estradas por onde transitam caminhões com porcos.

O acesso deve ser restrito ao trânsito de pessoas e/ou veículos com autorização prévia. A portaria deve ser o único local de acesso. Em suas dependências devem estar inclusos o escritório e o banheiro, junto à cerca que contorna o local. O banheiro deve possuir uma área suja, chuveiro e uma área limpa, onde devem ficar as roupas e botas da granja, para que o fluxo entre as áreas seja possível apenas pelo chuveiro. Todos os dias, os funcionários devem tomar banho e trocar a roupa antes de iniciar os trabalhos.

O professor Paulo César Brustolini, no Curso a Distância Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate, em Livro+DVD e Curso Online, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas ressalta que “é importante fazer um cinturão verde a partir da cerca de isolamento, com uma largura de aproximadamente 50 m. Podem ser utilizadas espécies de crescimento rápido como pinus ou eucaliptos plantados em linhas desencontradas, formando um quebra-vento”.

O transporte de animais deve ser feito em veículos apropriados, preferencialmente de uso exclusivo. “Os caminhões devem ser lavados e desinfetados após cada desembarque dos suínos”, completa o professor, responsável pelo setor de suinocultura da Universidade Federal de Viçosa.

Os dejetos podem ser usados como adubo orgânico, respeitando as limitações impostas pelo solo, água e planta. Quando isso não for possível, há necessidade de tratá-los adequadamente, de maneira que não ofereçam riscos de poluição quando retornarem à natureza.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Suinocultura.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos

Com Prof.ª Arenales

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos