Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quer criar carpas coloridas? Saiba como ter sucesso em 8 dicas

Sejam elas brancas, cinzas, amarelas, alaranjadas, pretas ou coloridas, desde que suas cores apresentem-se vivas, nítidas, fazendo desenhos únicos, as carpas podem custar muito

Carpas coloridas

Peixes de boca pequena, desdentadas, rodeadas de barbilões curtos, alimentam-se de ração, minhocas, larvas de insetos e até caramujos, onivíparas, de água doce e podem chegar até 100 centímetros de comprimento - assim são as carpas. Sejam elas brancas, cinzas, amarelas, alaranjadas, pretas ou coloridas, quando mantidas em aquários e lagos artificiais, as carpas podem custar até R$ 10 mil, desde que suas cores apresentem-se vivas, nítidas, fazendo desenhos únicos, os quais cada uma delas leva estampada no corpo.

Para iniciar uma criação de carpas coloridas e ter sucesso em seu investimento, o criador deve tomar alguns cuidados. São eles:

1-  Checar a temperatura, a oxigenação e o pH da água.

2- O desenvolvimento das carpas varia de acordo com o tamanho do espaço que habitam. Portanto, quanto maior o lago ou aquário, maior elas ficarão.

3- A limpeza do local onde as carpas são criadas é fundamental para o sucesso do negócio. Neste sentido, é importante estabelecer limpezas periódicas do local, filtros e equipamentos. Mas, atenção: é permanentemente proibida a utilização de produtos químicos nesta tarefa, já que os peixes são sensíveis, podendo até morrer. O ideal é trocar a água, mas não totalmente.

4- Seja por meio de bombas, cascatas ou quedas d'água, é importante que nunca falte oxigênio para as carpas.

5- Dosar e equilibrar a alimentação das carpas para evitar o excesso de excrementos e, consequentemente, doenças.

6- Excesso de cloro é prejudicial às carpas. Utilize um desclorificante sempre que os resultados das análises der alto, principalmente se a água utilizada na criação for de torneira. O pH também merece atenção: o ideal é entre 7 e 7,4.

7- Mantenha a temperatura da água em torno de 18°C. Devido a sua sensibilidade, as carpas sentem muito quando a temperatura da água não se mantém instável. Para se ter ideia, cada 1°C variado para seres humanos equivale a 5°C para elas.

8- Alimente as carpas sempre no mesmo lugar. Com o tempo, elas reconhecerão você como dono, permitindo, inclusive, carícias em seu corpo.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Globo Rural.

 

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Tiago

8 de jun de 2019

Quero saber mais

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de jun de 2019

Olá Tiago,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos em relação aos cursos sobre piscicultura.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!