Treliças: excelente material para a composição de jardins verticais

As treliças são normalmente usadas para dividir. Quando associadas às plantas, como forma de dar destaque e sustentar trepadeiras, folhagens e flores, podem servir de suporte para o jardim vertical

Treliças em jardins verticais   Artigos Cursos CPT

 

As treliças são normalmente usadas para dividir ambientes internos e externos, podendo ser construídas com diferentes materiais. Quando associadas às plantas, como forma de dar destaque e sustentar trepadeiras, folhagens e flores, podem servir de suporte para o jardim vertical. A maior vantagem que as treliças oferecem é o fato de serem capazes de mudar o aspecto de um espaço sem que sejam necessárias reformas, já que são montadas de forma independente à estrutura de alvenaria ou outro material de uma construção. “Os recipientes mais usados para o plantio em jardins verticais, montados sobre treliças, são os vasos com formato de meia lua, por se encaixarem e serem fixados com maior facilidade e, também, pelo excelente efeito estético que proporcionam”, afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT, em Livro+DVD e Curso Online, da área Jardinagem e Paisagismo.

A treliça pode ser conceituada basicamente como uma estrutura formada pelo cruzamento de ripas feitas com os mais diversos materiais: madeira, bambu, ferro, aço galvanizado, PVC, entre outros. Elas podem ter alturas e larguras bastante variadas e podem compor mosaicos de treliças com excelentes resultados estéticos.

Nos jardins convencionais, as treliças de madeira e de bambu têm sido usadas, geralmente, em ambientes externos, com a função de apoiar trepadeiras e vasos de plantas, no que oferecem um lindo resultado paisagístico. Treliças feitas de PVC, por outro lado, normalmente, são usadas para separar ambientes internos, como, por exemplo, a cozinha da sala de jantar. Em algumas situações, são fixados nas ripas vasos com plantas, mas, tradicionalmente, as treliças cumpriam seu papel sem o complemento oferecido pela presença de plantas.

Muito fáceis de fazer e sempre muito agradáveis aos olhos, as treliças podem ser construídas até mesmo com cabos de vassoura reutilizados. Podem ser instaladas em qualquer parede livre e que receba um pouco de luz. Além do toque especial na decoração, as treliças garantem ao ambiente maior luminosidade e circulação do ar do que uma divisória inteiriça convencional e mais ainda que uma parede. As treliças podem ser construídas com uma grade feita com peças de aço galvanizado ou outro material que seja resistente à umidade e aguente o peso dos vasos. Podem ser feitas de madeira, que será lixada e envernizada, servindo como suporte para vasos que recebam irrigação direcionada.

Outro material com o qual se pode construir uma treliça é o bambu. Mas, nesse caso, deve-se se dar atenção periódica ao estado da estrutura, já que o bambu é mais susceptível à degradação. É aconselhável fazer a troca das treliças de bambu, aproximadamente a cada cinco meses, tempo que pode ser prolongado ou reduzido, conforme se verifica seu estado, se há apodrecimentos ou outros problemas. Porém, a vida útil do bambu pode ser prolongada, se o material passar por algum tipo de tratamento, como é o caso do revestimento com verniz.

Em relação à montagem da estrutura, as treliças de ferro devem ser chumbadas à parede, enquanto as de madeira poderão ser aparafusadas. Porém, a treliça pode também contar com estrutura autônoma, ou seja, pode ser fixada em um suporte próprio, instalado na sua parte inferior, para que o painel seja apoiado no piso, sem a necessidade de fixação em parede. A fixação de vasos ou jardineiras para as plantas poderá ser feita tanto com a ajuda de ganchos como com arame, que deve ser usado para amarrar o recipiente à estrutura de forma camuflada.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Jardinagem e Paisagismo.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins Curso Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Treinamento de Jardineiro Curso Treinamento de Jardineiro

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Jardins Verticais - Implantação e Manutenção Curso Jardins Verticais - Implantação e Manutenção

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Jardinagem e Paisagismo

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade