WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vai gramar seu terreno ou área? Antes prepare o solo!

Solos rasos, compactados, com muitas pedras, não permitem a expansão das raízes, afetando a absorção de nutrientes e tornando as plantas mais susceptíveis à seca

Vai gramar seu terreno ou área? Antes prepare o solo!

 

De um modo geral, as gramíneas precisam de luz solar direta. Algumas variedades precisam de mais luz e outras de menos. Se a atividade fotossintética é baixa, a planta armazena pouca energia, assim, fabrica menos alimento, fica mais fraca e não consegue se desenvolver e muito menos se reproduzir. Resumindo, se a luz não for adequada, a grama não desenvolverá todo seu potencial.

A água é fundamental para o sucesso deste empreendimento, sendo o ideal um total de 1.800 mm de chuvas bem distribuídas ao longo do ano. Caso chova pouco em sua região, isto pode ser compensado com a instalação de um bom sistema de irrigação, que complementará a necessidade da grama por água.

As características do solo a ser utilizado para o plantio da grama não devem ser esquecidas. O sucesso do gramado vai depender basicamente do preparo do solo.

"Solos rasos, compactados, com muitas pedras, não permitem a expansão das raízes, afetando a absorção de nutrientes e tornando as plantas mais susceptíveis à seca", explica o professor Claúdio Coelho do Curso CPT de Cultivo de Gramas e Implantação de Gramados.

Nada menos que 1.000 pés de grama convivem em cada metro quadrado de um gramado. E, ao contrário de outras culturas, onde o solo pode ser revolvido, corrigido e enriquecido tantas vezes quantas forem necessárias, num gramado, depois de fechado, dificilmente se tem novamente acesso à terra. Por conseguinte, na maioria das vezes, as raízes das gramíneas terão de conviver com o solo que lhe for destinado quando do plantio definitivo.

Algumas deficiências de nutrientes podem ser corrigidas após a implantação. No entanto, outros problemas, como os de textura do solo, por exemplo, são de solução posterior muito difícil e, sobretudo, cara.

Daí valer a pena, antes de qualquer iniciativa, fazer uma análise cuidadosa do solo. O esforço despendido no bom preparo do solo, será compensado por um gramado que permanecerá bonito e saudável por anos a fio. E isto vale para qualquer gramado, seja ele plantado a partir de sementes, mudas, placas ou tapetes de grama.

Para um bom desenvolvimento dos gramados, é necessário que haja circulação de ar nos solos, água suficiente, mas não exagerada e suplementação de nutrientes. Então, o solo ideal para os gramados é o areno-argiloso, convenientemente suprido de nutrientes.


Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!


 


Conheça os Cursos CPT da Área Jardinagem e Paisagismo.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?