Jardim vertical: informações e dicas

Os jardins verticais são excelentes para revitalizar ambientes e proporcionam contato diário com a natureza

Jardim vertical

Os jardins verticais despontaram como uma forma de proporcionar leveza, sofisticação e beleza aos ambientes que sofrem com a falta de espaço. Eles são, basicamente, pequenos jardins que podem ser instalados em muros, paredes e painéis ou ser suspensos por cabos e outros suportes, decorando lugares sem vida e proporcionando um contato maior entre pessoas e natureza.

Na arquitetura atual, são utilizados em fachadas de prédios, contribuindo para o isolamento acústico e térmico natural. Dessa forma, possibilitam a economia de gastos excessivos com sistemas de ar-condicionamento, redução da poluição do ar e sonora e, ainda, um ambiente que combate o estresse e promove o bem-estar.

Os jardins verticais não são exclusividades de edifícios e espaços externos. É possível tê-los em casa ou no trabalho, no tamanho que desejar e utilizando vários tipos de materiais, como pequenos painéis decorativos, calhas de PVC suspensas, muros ajardinados ou ainda estrados de madeira. Entretanto, antes de qualquer coisa, é preciso escolher as plantas certas, pois as diferenças no ambiente, como se é externo ou interno e a incidência de luz direta ou indireta, influenciam na vitalidade desse espaço verde.

Espécies de plantas para jardim vertical em exposição direta ao sol:

Aspargo-pluma (Asparagus densiflorus)

Barba-de-serpente (Ophiopogon jaburan)

Brilhantina (Pilea microphylla)

Colar-de-pérolas (Senecio rowleyanus)

Clorofito (Chlorophytum comosum)

Flor-canhota (Scaevola aemula)

Flor-de-coral (Russelia equisetiformis)

Hera-inglesa (Hedera helix)

Jibóia (Epipremnum pinnatum)

Lambari-roxo (Tradescantia zebrina)

Orquídea-grapete (Spathoglottis unguiculata)

Liríope (Liriope spicata)

Tilândsia (Tillandsia sp)

Trapoeraba-roxa (Tradescantia pallida purpúrea)

 

Espécies de plantas para jardim vertical em meia sombra:

Antúrio (Anthurium andraeanum)

Asplênio (Asplenium nidus)

Babosa-de-pau (Philodendron martianum)

Barba-de-sepente (Ophiopogon jaburan)

Bromélia (Guzmania sp)

Columéia-peixinho (Nematanthus wettsteinii)

Chifre-de-veado (Platycerium bifurcatum)

Chuva-de-ouro (Oncidium sp)

Dedo-de-moça (Sedum morganianum)

Dinheiro-em-penca (Callisia repens)

Falenópsis (Phalaenopsis x hybridus)

Flor-batom (Aeschynanthus radicans)

Flor-de-maio (Schlumbergera truncata)

Liríope (Liriope spicata)

Peperômia (Peperômia scandens)

Rabo-de-gato (Acalypha reptans)

Ripsális (Rhipsalis bacífera)

Renda-portuguesa (Davalia fejeensis)

Samambaia (Nephrolepis exaltata)

Singônio (Syngonium angustatum)

Vriésia (Vriesea sp)

 

Se você não for uma pessoa paciente, que não sentirá prazer em usar um tempinho do seu dia para aguar, limpar, retirar folhas secas, cortar ramos, entre outros, repense a vontade de construir um jardim vertical, a não ser que contrate um profissional para cuidá-lo. As plantas são seres vivos e, como tal, exigem atenção. Quando mal cuidado, o jardim pode causar mau cheiro na casa devido ao apodrecimento dos vegetais e sujeiras com folhas caídas.

Escolha o espaço onde será instalado o jardim e, em seguida, qual o suporte usado. Se for um muro, por exemplo, você pode providenciar estrados de madeira com pequenos vasos presos por toda a sua extensão ou calhas de PCV adaptados com furos espaçados fechados nas laterais para conter a terra. Também, é possível adquirir suportes prontos em lojas especializadas. Lembre-se que qualquer suporte escolhido deve contar com furos para o escoamento da água.

É possível comprar terra em floriculturas e outras lojas do ramo. Algumas já vêm adubadas, o que, além de prático, é um benefício muito grande para as plantas. Providencie também instrumentos como baldes, pás, tesouras, garfo de jardinagem, regadores, entre outros. Nessas mesmas lojas, é possível obter as mudas das plantas que você deseja ter em casa. O próprio floricultor pode te dar dicas de rega, poda, entre outros.

Mas caso você queira produzir um espaço mais sofisticado, que tal um curso de capacitação excelente para você aprender todas as técnicas? O Curso a Distância CPT Jardins Verticais - Implantação e Manutenção é o mais recomendado. Com ele, você pode até pensar em abrir o seu próprio negócio.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área de Jardinagem e Paisagismo.

 

Fonte: Arquidicas - arquidicas.com.br

Por Bruna Falcone Zauza

Salvar

Cursos Relacionados

Curso Jardins Verticais - Implantação e Manutenção Curso Jardins Verticais - Implantação e Manutenção

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Jardinagem e Paisagismo

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade