WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Guia para cultivar suculentas em casa

Com finalidade decorativa, as suculentas não são exigentes quanto aos cuidados, mas requerem atenção

Suculentas

Eduardo Elias, professor do Curso CPT Como Produzir Plantas Ornamentais, destaca que as suculentas são um tipo de planta é cada vez mais cultivado em residências por todo o país. Há vários tipos que podem decorar até pequenos espaços, mas é preciso conhecer mais sobre cada um para que a suculenta não morra facilmente.

Esse tipo de planta tem despertado cada vez mais a atenção das pessoas pelo fato de, além de serem belas, seu cultivo não é tão complicado. Contudo, não é difícil tentar cultivá-las e fracassar, pois muita gente acaba errando em vários pontos e o resultado não pode ser outro, que não a morte da suculenta.

Cuidados com as suculentas

Em primeiro lugar, é preciso ressaltar que elas gostam de muito sol e pouca água. A grande maioria acaba morrendo por estar “afogada” em vasos encharcados ou por receberem regas excessivas. Vasinhos com furos em baixo ajudam a evitar que as raízes fiquem mergulhadas na água, além de uma mistura de areia com terra para que a água possa ser drenada mais facilmente.

A frequência de regas varia de acordo com várias condições, como a estação do ano e a temperatura. Por conta disso, estar sempre atento à aparência da planta e à terra é muito mais importante do que definir um número exato para essa frequência. A terra deve estar sempre úmida, mas nunca encharcada.

Como avaliar a necessidade de rega? Espete a terra com um palito. Caso ela saia sujo, ainda não é hora de dar mais água à sua suculenta; caso ele saia seco, regue-a com uma quantidade pequena de água, observando o tamanho da sua suculenta. Por exemplo, para suculentas pequenas, uma medida de um copo descartável de café é o suficiente.

A quantidade de sol que a planta recebe também interfere na sua aparência. Basta observar: plantas com folhas compridas, bem separadas e com aspecto “espremido”, indicam que a suculenta precisa de mais luz solar. Ao deixá-las tomando banho de sol adequadamente, elas mantêm seu formato original, que é mais “compacto”.

Outro erro muito comum é depositar no vasinho aquelas pedrinhas brancas, para ornamentação. Isso é um erro porque esses pedriscos são feitos de mármore e liberam um pó nocivo às plantas quando são molhados. Para enfeitar os vasos, dê preferência a itens naturais, como casca de pinus e palha de arroz.

Para fazer mudas de suculentas, a tarefa também é simples. Basta cortar o caule da suculenta e deixá-lo secar por dois dias. Depois desse período, coloque-o na terra e espere a planta “pegar”. Plantá-lo imediatamente após o corte, acarretará o aparecimento de fungos.

Principais suculentas

É importante ressaltar que todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é um cacto. Conheça os principais tipos:

- Echeveria baby
- Aortia
- Huernia Keniensis
- Gasteria Verrucosa
- Planta Pérola
- Mini Kalanchoe

 


Conheça os Cursos CPT da Área Jardinagem:

Como Produzir Plantas Ornamentais
Como Montar um Viveiro de Plantas Ornamentais
Jardins Verticais – Implantação e Manutenção

Fonte: Casa.com.br – casa.abril.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!