Gramas e gramados - você sabe fazer o controle de plantas daninhas?

20 a 30% da produção nacional de grama é atacado por plantas daninhas. O Capim-pé-de-galinha e o Capim-marmelada estão entre as onze espécies mais comuns. Saiba como controlá-las

 

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Faz-se necessário esclarecer, no entanto, que o controle químico consegue matar apenas alguns tipos de plantas, exercendo uma seletividade, não causando danos à cultura principal. Esses produtos são denominados herbicidas. A completa erradicação da infestação das plantas daninhas implica na completa remoção em uma dada área de todas as sementes e estruturas propagativas. Em virtude do alto custo desta prática, o expurgo, ela só é realizada em pequenas áreas como viveiros ou pequenos gramados.

Os produtos químicos, por sua vez, podem ser aplicados usando-se conjuntos especiais de pulverização, que podem ser em barras, ou então, equipamentos individuais, com bicos pulverizadores, acoplados em tratores, ou ainda, o pulverizador costal manual. Abaixo, as plantas daninhas mais comuns nos gramados e como deve ser feito seu controle. Mas, atenção! Deve-se erradicar por completo todas as ervas daninhas do solo antes de se implantar o gramado.

Plantas daninhas e método de controle

1. Capim-pé-de-galinha ou capim-de-pomar (Eleusine indica Gaertn.)

É uma planta daninha anual. Cresce em moitas de até 60 cm de altura. Multiplica-se por sementes.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Daconate” ou “Dessecan”, exceto nos casos das gramas Batatais e São Carlos, que podem ser seriamente afetadas por estes herbicidas.

2. Capim-marmelada ou papuã (Brachiaria plantaginea)

Planta anual que forma touceiras e pode chegar a até 80 centímetros de altura.

Tratamento –
retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Daconate” ou “Dessecan”, exceto nos casos das gramas Batatais e São Carlos, que podem ser seriamente afetadas por estes herbicidas.

3. Capim-braquiária ou braquiária (Brachiaria decumbens Stapf.)


Perene da família das gramíneas, cresce até um metro de altura, com folhas densamente pilosas.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Daconate” ou “Dessecan”, exceto nos casos das gramas Batatais e São Carlos, que podem ser seriamente afetadas por estes herbicidas.

4. Grama-seda ou capim-de-burro (Cynodon dactylon)


Planta perene da família das gramínias, que pode chegar a 50 centímetros de altura. Folhas lisas na face inferior e ásperas na superior.

Tratamento –
retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Azulox”, também conhecido no Brasil como Asulame, amplamente aconselhado pelo Ministério da Agricultura e fácil de ser encontrado, exceto nos casos das gramas Batatais e São Carlos, que pode ser seriamente afetadas por estes herbicidas.

5. Capim-colchão ou capim-milhã (Digitaria horizontalis Willd.)

Pertence à família das gramíneas e, às vezes, apresenta folhas arroxeadas. Produz sementes, que podem aumentar a infestação do gramado no fim do verão e início do inverno.

Tratamento – retire ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Daconate” ou “Dessecan”, exceto nos casos das gramas Batatais e São Carlos, que podem ser seriamente afetadas por este herbicidas.

6. Tiririca ou capim-dandá (Cyperus rotundus L.)

Planta de extirpação e controle difíceis e demorados. Possui rizomas e tubérculos profundos, que formam uma densa rede no solo.

Tratamento – a erradicação deve ser feita durante o preparo do terreno, com aplicação de herbicidas do tipo “Roundup”. Se infestações posteriores, retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Bi-Hedonal”.

7. Dente-de-leão ou amargosa (Taraxacum officinale Wigg.)


Planta anual ou perene, leitosa, desprovida de caule e com raiz pivotante.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Se a raiz principal não for removida, crescerá de novo. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “U-46DFluid” ou “Bi-Hedonal”

8. Trevo ou azedinha (Oxalis oxyptera Prog.)


Tem hastes que podem crescer até 30 cm de altura e reproduzem-se por rizomas escamosos.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Bi-Hedonal” ou “U-46D-Fuid”.

9. Serralha ou chicória-brava (Sonchus oleraceus L.)

Anual, leitosa, da família das compostas, com folhas superiores inteiras e inferiores partidas.

Tratamento –
retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “U-46D-Fluid”.

10. Picão-preto ou piolho-de-pedra (Bidens pilosa L.)

Anual da família das compostas, pode crescer até 1,20 metro e reproduzem-se por sementes.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipofirmino. Em caso extremos, aplique herbicida do tipo “Bi-Hedonal” ou “U-46D-Fuid”.

11. Ançarinha branca ou fedegosa (Chenopodium album L.)

Anual que tem folhas com a face inferior branca e farinhosa. É mais comum em gramados novos, onde as mudas de grama são esparsas. Reproduz-se por sementes.

Tratamento – retire as ervas com uma ferramenta tipo firmino. Em casos extremos, aplique herbicida do tipo “Bi-Hedonal”.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Jardinagem e Paisagismo, entre eles o Curso Cultivo de Gramas e Implantação de Gramados, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Cursos Relacionados

Curso Como Montar uma Empresa de Manutenção de Jardins Curso Como Montar uma Empresa de Manutenção de Jardins

Com Prof. Dr. Wantuelfer Gonçalves

R$ 378,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Gramas e Implantação de Gramados Curso Cultivo de Gramas e Implantação de Gramados

Com Prof. Dr. Cláudio Coelho

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Arte e Técnica do Bonsai - Passo a Passo Curso Arte e Técnica do Bonsai - Passo a Passo

Com Prof.ª Vânia Moreira Fortes

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins Curso Planejamento, Implantação e Manutenção de Jardins

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Treinamento de Jardineiro Curso Treinamento de Jardineiro

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Produzir Plantas Ornamentais Curso Como Produzir Plantas Ornamentais

Com Prof. Eduardo Elias

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Jardinagem e Paisagismo

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade