WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Energia eólica para geração de eletricidade e bombeamento de água

Uma Alternativa de Renda para o Produtor Rural

As medições já indicam que o Brasil possui um grande potencial eólico.

As medições já indicam que o Brasil possui um grande potencial eólico.

A utilização de fontes renováveis para geração de energia elétrica tem crescido significativamente no mundo, face à necessidade da redução da utilização de combustíveis fósseis, altamente poluentes, ou ao premente esgotamento de suas fontes.

Em particular, a exploração do potencial eólico tem sido impulsionada pela redução do custo internacional dos sistemas e pelos avanços tecnológicos que vêm permitindo o desenvolvi-mento e o aumento da capacida-de de produção energética por unidade instalada.

No Brasil, a utilização da energia eólica, assim como outras fontes renováveis, tem sido impulsionada pela necessidade do aumento da oferta de energia elétrica, para atender à demanda provocada pelo crescimento econômico. Comparada com outras formas de geração de energia renováveis, o aprovei-tamento da energia eólica, em locais com evidências objetivas de vento e dados confiáveis, é de rápida implementação, podendo, inclusive, ser uma alternativa às demandas de curto prazo.

As medições já indicam que o Brasil possui um grande potencial eólico, com características que contribuem para melhorar a qualidade da nossa matriz energética.

Por exemplo, em várias regiões do Norte e Nordeste, onde já existem sistemas convencionais de geração de energia (hidráulicos), o comportamento dos ventos facilita a sua complementaridade, visto que o período em que o volume de água das represas é menor, é também aquele em que obtemos os melhores ventos, podendo, dessa forma, ser utilizada.

Por outro lado, há regiões não-assistidas por qualquer forma de geração de energia elétrica, que apresentam bons indicativos de vento, podendo a energia eólica ser usada como fonte primária ou para baratear os custos da geração.

Os recentes encontros técnicos sobre a energia dos ventos e as instalações das primeiras fazendas eólicas, principalmente na Região Nordeste, demonstram o crescente interesse do País na inclusão dessa fonte de energia em sua matriz energética.

Atualmente, além dos projetos-pilotos que foram implementados com o auxílio de recursos externos e cooperações internacionais (como o sistema híbrido Diesel-solar-eólico de Joanes, na Ilha de Marajó - PA), o Brasil já dispõe de algumas usinas com modelos comercialmente sustentáveis, como as de Taíba e Prainha, no Ceará, e a de Palmas, no Paraná.

Cada vez mais pesquisadores, profissionais, estudantes de diversas áreas e produtores rurais têm demonstrado interes-se no aproveitamento da energia eólica. Por esse motivo, o Centro de Produções Técnicas - CPT, em convênio com o CEPEL - Centro de Pesquisa de Energia Elétrica, o CRESESB - Centro de Referência para Energias Solar e Eólica, a ELETROBRÁS - Centrais Elétricas Brasileiras S/A, o MME - Ministério de Minas e Energia, e os programas do MME denominados PRODEEM e LUZ NO CAMPO, produziu o curso "Energia Eólica para Geração de Eletricidade e Bombeamento de Água", visando levar aos interessados os conhecimentos básicos para a conversão da energia dos ventos em fonte de energia elétrica e para bombeamento de água. O coordenador do curso foi o professor Antônio Leite de Sá,pesquisador do CEPEL, Engº Eletrônico,especialista em aproveitamento em energia eólica.

 

Prof. Antônio Leite de Sá
Coordenador tecnico do curso Energia Eólica para Geração de Eletricidade e Bombeamento de Água

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!