WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como os biodigestores funcionam, você sabe?

O princípio de funcionamento dos biodigestores se baseia no processo anaeróbio, que se trata de um ambiente criado de forma artificial e favorável ao desenvolvimento de bactérias anaeróbias

Como os biodigestores funcionam, você sabe?   Artigos CPT

 

A matéria orgânica pode sofrer decomposição por meio de dois processos, isto é, pela decomposição aeróbia ou anaeróbia. A decomposição aeróbia necessita da existência do oxigênio livre, pois nesse processo as bactérias aeróbias retiram o oxigênio livre, presente no ar atmosférico, para sobreviver e realizar a decomposição da matéria. Já a decomposição anaeróbia não necessita da existência do oxigênio livre, uma vez que, nesse processo, as bactérias anaeróbias se desenvolvem mesmo na ausência de oxigênio livre.

“O princípio de funcionamento dos biodigestores se baseia no processo anaeróbio, que se trata de um ambiente criado de forma artificial e favorável ao desenvolvimento de bactérias anaeróbias”, explica Dr. Jorge de Lucas Júnior, professor do Curso CPT Construção e Operação de Biodigestores.

Existem vários modelos de biodigestores, sendo que cada um é adequado aos diferentes tipos de resíduos obtidos no meio rural, podendo ser operados com cargas contínuas ou batelada. Entre os vários tipos, os mais utilizados são:


- Os biodigestores indianos;
- Os biodigestores chineses;
- Os biodigestores de fluxo tubular; e
- Os biodigestores tipo batelada.

Os dejetos utilizados para preencher qualquer um desses modelos de biodigestores deverão ser primeiramente diluídos em uma certa quantidade de água, que dependerá do tipo de dejeto que será colocado no interior do biodigestor. Depois de colocados no interior do biodigestor, os dejetos sofrerão ação das bactérias anaeróbias, fazendo com que seja produzido o biogás. Além do biogás, existirá uma parte sólida e, ou líquida restante do material, a qual deverá ser retirada para ser aproveitada como biofertilizante na adubação de culturas agrícolas.

Em qualquer modelo de biodigestor utilizado, a fermentação ocorrerá mais intensamente quando a temperatura do material estiver entre 30 e 35ºC. Nessas condições, a produção de biogás, por quilograma de material utilizado, é maior e ocorre em menor tempo. Por essa razão, a maioria dos biodigestores são construídos enterrados, pois abaixo da superfície do solo as temperaturas são mais elevadas e as suas variações são menores. Além disso, o manejo dos biodigestores enterrados é mais fácil de ser executado.

Uma vez que a temperatura influencia diretamente na produção de biogás, a construção desses sistemas em locais de clima frio deve ser analisada com cautela. No Brasil, entretanto, no que se refere às condições térmicas, quase todas as regiões possuem condições favoráveis à construção e operação desses equipamentos.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Energia Alternativa.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!