WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Semana do Campo CPT!

Vai criar suínos light? Comece pelas fêmeas!

A tarefa de seleção das fêmeas de reposição, para quem vai iniciar uma criação de suínos light, é atribuição do próprio produtor de terminados

Vai criar suínos light? Comece pelas fêmeas!   Artigos Cursos CPT

 

A tarefa de seleção das fêmeas de reposição, para quem vai iniciar uma criação de suínos light, é atribuição do próprio produtor de terminados, afirma Luiz Mário Fedalto, professor do Curso CPT Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura. Nesta tarefa, ele deve observar os seguintes critérios:

→ Desempenho


Avaliar o peso das leitoas em idade próxima dos 154 dias. Corrigir o peso obtido para 154 dias através da fórmula a seguir, e determinar o ganho médio de peso diário nesse período.

Peso 154 d =         peso x 86       
                       -47 + (0,86 x idade)

Paralelamente à pesagem das leitoas, calcular a espessura e toucinho e corrigi-la para 90 kg.

Espessura toucinho 90 kg =               18          
                                                 2,5 + 0,18 x peso

De posse dessas informações, aplicar um índice de seleção (I) ou o critério de maior ganho de peso com menor espessura de toucinho, limitada a um teto máximo (exemplo: 2 cm), para classificar as leitoas. Concluída essa avaliação, o produtor terá uma relação de fêmeas, por ordem de performance, que lhe permitirá iniciar a seleção das leitoas a serem utilizadas na reposição de seu plantel.

→ Performance das fêmeas


Em uma segunda fase, devem ser observadas detalhadamente as fêmeas com melhor performance, eliminando-se as que apresentarem problemas em relação às seguintes características:

I- Leitegada de origem: não deve ter nenhum animal com hérnia, atresia anal, síndrome dos membros abertos e outras eventuais anormalidade que apresentem um componente genético.

II- Tetos: devem apresentar um mínimo de sete pares ou 14 tetos funcionais, bem distribuídos, de bom tamanho e nenhum tero invertido ou cego.

III- Vulva: deve ter um tamanho proporcional à idade e não ter o seu bordo inferior voltado para cima.

IV- Aprumos: são considerados normais quando o animal se sustenta e desempenha suas funções reprodutivas.

V- Linha dorsal: não devem apresentar desvios na coluna vertebral.

VI- Desempenho reprodutivo da mãe: para a seleção, deve-se dar preferência para leitoas filhas de porcas que tenham produzido um mínimo de 11 leitões nascidos e 10 vivos aos 21 dias, na média de duas ou mais leitegadas.

VII- Estresse: é difícil identificar animais propensos ao estresse sem fazer uso de testes específicos de avaliação. Portanto, descartar animais que se apresentam trêmulos e que apresentam cansaço excessivo após qualquer movimentação.

→ Conformação e prolificidade


Essas características não são desclassificantes, mas devem ser consideradas quando da decisão de escolha entre leitoas com índices de performance semelhantes ou com pequenas diferenças.

Comprimento: o maior comprimento do corpo mostra um esqueleto maior que indica uma maior capacidade física para a gestação.

Profundidade: a profundidade do corpo na altura do vazio mostra maior volume para o desenvolvimento do útero gestante.

Capacidade materna: observando o comportamento da mãe, vamos saber se ela tem boa capacidade leiteira, docilidade e baixa mortalidade de leitões até a desmama. Ela se completo por uma boa capacidade de ingestão de alimentos durante a lactação.

Prolificidade: deve-se dar preferência às leitoas filhas de mães com maior tamanho médio de leitegada e cujos ancestrais tenham apresentado melhores índices reprodutivos.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Criação de suínos light? Isso é mesmo possível? Sim, é!
- Porco brasileiro: cada vez mais magro e saudável!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Suinocultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!