WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

A galinha doméstica e suas principais raças comerciais

Atualmente, podemos encontrar galinhas com fins comerciais pertencentes às mais diversas linhagens, como a americana, a inglesa, a mediterrânea e a asiática

Galinha doméstica

As galinhas domésticas como as conhecemos hoje possuem o nome científico Gallus gallus domesticus. Sua suposta domesticação iniciou-se na Ásia, há vários séculos, região originária do Gallus gallus, seu ancestral. Entretanto, os asiáticos tinham o costume de usá-las somente em rinhas de galo, sendo dada pouca atenção à produção de carne ou ovos.

Após as viagens marítimas pelo Oceano Pacífico, as famosas galinhas domesticadas se disseminaram pelo mundo, adaptadas às mais diversas necessidades humanas. Atualmente, quando falamos em raças de galinha doméstica para fins comerciais, falamos de galinhas criadas com finalidade meramente produtiva. Dentre elas, as raças puras comerciais e as raças híbridas comerciais. Todas totalizando mais de 300 espécies distribuídas por todo o globo terrestre.

Com o desenvolvimento da avicultura em torno do mundo, os avicultores passaram a dividi-las em aves de postura, aves de corte e aves de dupla aptidão (postura e corte). No entanto, tais aptidões foram se desenvolvendo século após século, resultantes da combinação de alguns fatores ambientais, como o isolamento geográfico; ou ainda provocados pelo homem, como os cruzamentos  para a seleção de características desejadas para a comercialização.

Devido a tais fatores, atualmente podemos encontrar as galinhas da classe americana (New Hampshire, Rhode Island Red, Plymouth Rock e Wyandotte), as galinhas da classe inglesa (Cornish, Orpington, Australorp, Sussex, Dorking e Redcap), as galinhas da classe mediterrânea (Leghorn, Ancona, Minorca e Andaluza Azul) e as galinhas da classe asiática (Brahma, Cochin, Langshan e Sedosa do Japão).

A distinção entre uma raça e outra segue alguns padrões, como tamanho, cor da plumagem, tipo de crista, cor da pele, cor dos ovos, entre outros. Enfim, cabe ao avicultor optar pela raça que melhor se adapte a seu aviário e a seu propósito comercial.

Linhagens americanas
 
As aves pertencentes a este grupo desenvolveram-se na América do Norte e têm como características principais a pele amarela, brincos vermelhos, ovos vermelhos, tamanho médio e pernas desprovidas de penas. Como principais representantes desse grupo estão as raças New Hampshire, Rhode Island Red, Plymouth Rock e Wyadotte.

NEW HAMPSHIRE

A raça de galinha New Hampshire é uma raça originária dos Estados Unidos (New Hampshire), com dupla aptidão (produtora de ovos e carne). Os galos podem chegar aos 3,6 kg e as galinhas, aos 2,9 kg. Estas são excelentes produtoras de ovos, produzindo em torno de 220 ovos já na primeira postura. A cor característica da casca dos ovos da Hampshire é marrom. Alguns avicultores também utilizam essa raça para a produção de frangos de corte. Tal aptidão surgiu após os cruzamentos da New Hampshire com algumas raças de corte. Como principais características morfológicas, essa raça apresenta a plumagem vermelho-clara e a crista serrilhada.

RHODE ISLAND RED

A raça de galinha Rhode Island Red, também conhecida como Rode, é originária dos Estados Unidos. Possui dupla aptidão (produtora de ovos e de carne). Os galos podem chegar aos 4,0 kg e as galinhas, aos 3,0 kg. Estas são boas produtoras de ovos (casca marrom), produzindo em média 200 ovos por ano (de 6 a 7 por semana). Alguns avicultores promovem o cruzamento entre indivíduos Rhode Island Red e Plymouth Rock , gerando híbridos comerciais de postura, com a finalidade de aumentar a produção de ovos. Além disso, é a Rode é excelente produtora de carne tenra e saborosa. Como principais características morfológicas, a Island Red apresenta a crista serrilhada e a plumagem vermelha, com algumas penas negras na cauda, no pescoço e nas asas.

PLYMOUTH ROCK

Conhecida popularmente como Carijó, essa raça de galinha é originária dos Estados Unidos. Possui dupla aptidão, sendo excelente produtora de ovos (em torno de 180 ovos já na primeira postura) e carne (tenra e saborosa). Os galos da raça Plymouth Rock podem chegar aos 4,3 kg, já as galinhas podem alcançar os 3,4 kg. Como principais características morfológicas, os frangos e galinhas dessa raça possuem a pele na cor amarela, crista serrada, plumagem na coloração branco-acinzentada. Seus ovos apresentam a casca marrom.

WYANDOTTE

A raça de galinha Wyandotte é originária dos Estados Unidos da América. Seu nome veio de uma tribo indígena americana chamada Wyandotte. Destinada à produção de carne e ovos de casca marrom, essa raça também é usada como ave ornamental, devido a sua bela plumagem nas variedades prata laceada, azulada, branca, amarela, preta e mil flores. Os galos da raça podem chegar aos 3,9 kg e as galinhas, aos 3,0 kg. Quanto à postura anual, esta pode chegar a 220 ovos no primeiro ciclo. Como principais características morfológicas, os frangos e galinhas dessa raça possuem a pele amarelada e a crista tipo ervilha.

Linhagens inglesas
 
As linhagens inglesas são originárias da Inglaterra. Possuem a pele branca (com exceção da Cornish), brincos vermelhos, ovos vermelhos (com exceção da Red Cap e da Dorking), tamanho médio ou grande e suas pernas não possuem plumas. Pertencem a esse grupo as raças Cornish, Orpington, Australorp, Sussex, Dorking e Red Cap.

CORNISH

A Cornish é uma raça de galinha originária da Inglaterra destinada ao corte. Para aprimorar a produção de carne, alguns avicultores estão promovendo o cruzamento de galos Cornish com galinhas das raças Plymouth Rock, New Hampshire e linhagens híbridas. Em sua primeira postura, essa galinha bota em média 80 ovos (casca marrom). Entretanto, estes são pequenos e impróprios para a comercialização. Os galos podem alcançar os 4,0 kg e as galinhas, os 3,1 kg. Como principais características fisiológicas, essa raça de galinha possui a crista tipo ervilha, a pele amarelada e a plumagem nas variedades branca laceada de vermelho, preta e amarela.

ORPINGTON

A raça de galinha Orpington foi desenvolvida na Inglaterra em 1880. É uma ave com dupla aptidão (produtora de ovos e carne). Em média, as galinhas dessa raça produzem 160 ovos por ano. Estes possuem a casca marrom. Quanto à produção de carne, a Orpington tem um rápido desenvolvimento. Os galos podem alcançar facilmente os 4,5 kg e as galinhas, os 3,6 kg. Como principais características fisiológicas, essa raça de galinha possui a crista serrilhada, a pele branca e a plumagem nas variedades branca, preta, amarela e azul.

SUSSEX

A raça de galinha Sussex é originária da Inglaterra, destinada tanto ao corte como à postura (dupla aptidão). Já no primeiro ciclo de postura, as galinhas dessa raça produzem em torno de 180 ovos de casca marrom. Os galos podem chegar aos 4,0 kg e as galinhas, aos 3,1 kg, sendo excelentes produtores de carne. A Sussex Light é a mais popular quando se fala em produção de carne, pois esta é tenra e saborosa. Como principais características fisiológicas, a Sussex possui a crista serrilhada, a pele branca e a plumagem nas variedades branca, preta, amarela e azul.

AUSTRALORP

A raça de galinha Australorp foi desenvolvida na Austrália por meio do seu cruzamento com a Orpington inglesa. Daí o seu nome Australorp. Essa raça possui dupla aptidão (produtora de ovos e carne). Os galos podem atingir os 3,8 kg e as galinhas, os 2,951 Kg. Quanto à produção de ovos, a Australorp é uma excelente produtora, pois produz cerca de 200 ovos já na primeira postura anual. Sua casca possui a cor marrom. Como principais características fisiológicas, a Australorp possui a crista serrilhada, as pernas negras e a plumagem negra, com reflexos de verde e roxo.

DORKING

A raça de galinha Dorking é originária da Inglaterra, destinada principalmente ao abate, devido à sua carne saborosíssima. Entretanto, produz uma razoável quantidade de ovos brancos. Os galos podem chegar aos 4,5 kg e as galinhas, aos 3,5 kg. Como principais características fisiológicas, a raça de galinha Dorking pode apresentar a crista serrilhada, lisa e tombada, ou ainda dupla. Possui o bico negro e amarelo e a plumagem nas variedades branca, cinza, prata e vermelha.

Linhagens mediterrâneas
 
Têm sua origem nos países mediterrâneos, sendo suas características principais: a pele amarela, brincos brancos, ovos brancos, porte pequeno e são desprovidas de penas nas pernas. A raça mais conhecida desse grupo é a Leghorn, mas existem outras, de grande relevância comercial, como a  Ancona, a Minorca e a Andaluza Azul.

LEGHORN

A Leghorn é uma raça mediterrânea, excelente produtora de ovos brancos. Em seu ciclo de postura, as galinhas da raça produzem cerca de 200 ovos. Os galos da raça não pesam munto, alcançando apenas os 2,7 kg, e as galinhas chegam somente aos 2,0 kg. Daí não serem destinados ao abate. Como principais características fisiológicas, a Leghorn pode apresentar a crista serrilhada ou lisa dobrada para a esquerda. Sua pele é amarelada e sua plumagem pode apresentar as variedades marrom clara e marrom escura, branca, amarela, preta, prata, vermelha, preta com rabo vermelho, azulada e dourada.

MINORCA

A galinha Minorca é uma raça de origem mediterrânea destinada à postura (ovos com casca branca).  Em média, produz em torno de 170 ovos por ano. Os galos da espécie chegam aos 4,0 kg e as galinhas, aos 3,4 kg. Não é uma raça destinada ao corte, já que pertence às raças leves. Isso justifica a sua aptidão somente para a postura. Como principais características fisiológicas, essa raça mediterrânea possui a crista serrilhada e a plumagem nas variedades preta, branca e amarela, ou preta e branca.

ANCONA

A galinha Ancona é uma raça de origem mediterrânea, destinada à postura (ovos com casca branca ou creme). Em média, produz cerca de 180 ovos no primeiro ciclo de postura. Não é destinada ao corte, pois é uma raça de desenvolvimento ponderal lento. Pode apresentar o tamanho grande ou em miniatura. Como principais características fisiológicas, essa raça mediterrânea possui a crista serrilhada e a plumagem nas variedades vermelha, marrom e branca.

ANDALUZA AZUL

A galinha Andaluza Azul é uma raça de origem mediterrânea, destinada à postura (ovos com casca branca). Em média, produz cerca de 160 ovos no primeiro ciclo de postura. Não é destinada ao corte, pois é uma raça de desenvolvimento ponderal lento. Como principais características fisiológicas, essa raça mediterrânea possui a crista simples e a plumagem nas variedades branca, preta, cinza, cinza pontilhada, perdiz, azulada e prata.

Linhagens asiáticas
 
Têm sua origem na Ásia, sendo as suas principais características: pele amarela (exceção da Langshan), brincos vermelhos, ovos vermelhos, porte grande e suas pernas são cobertas por penas. As raças que representam esse grupo são a Brahma, a Cochin, a Langshan e a Sedosa do Japão.

BRAHMA

A raça de galinha Brahma é originária da China, destinada ao corte e à postura. Para muitos, ela também é criada como ave ornamental, devido a seu padrão complexo de cores na plumagem. Os galos da espécie podem alcançar facilmente os 5,4 e as galinhas, os 4,3 kg. Quanto à produção de ovos a Brahma pode produzir em torno de 140 ovos de casca marrom, já em sua primeira postura anual. Como principais características fisiológicas, essa raça mediterrânea possui a crista tipo ervilha, a pele amarela e a plumagem nas variedades dourada, prata, pérola, preta, azul e branca.

COCHIN

A Cochin, também conhecida como Cochinchina ou Xangai, é originária da China, destinada à postura (ovos de casca marrom). Embora seja excelente produtora de ovos (120 por ciclo), a Cochin é uma ave ornamental, deviso à sua bela plumagem. É também uma ótima chocadeira, sendo utilizada para chocar ovos inclusive de outras aves ornamentais. Os galos da raça chegam aos 4,9 kg e as galinhas, aos 3,8 kg. Como principais características fisiológicas, essa raça de galinha possui a crista serrilhada, a pele amarela e a plumagem nas variedades dourada, prata, amarela, azul, preta, branca, mosqueada e barrada.

LANGSHAN

A rala de galinha Langshan tem origem asiática, sendo destinada principalmente à postura (ovos de casca marrom ou creme). Os galos da raça chegam aos 4,0 kg e as galinhas, aos 3,0 kg, apresentando rápido desenvolvimento ponderal. Como principais características fisiológicas, essa raça de galinha possui a crista serrilhada, a pele amarela e a plumagem nas variedades preta, branca e azul. Para muitos, ela também é criada como ave ornamental, devido a sua bela plumagem e porte.

SEDOSA DO JAPÃO

A Sedosa do Japão é uma raça de galinha nomeada dessa forma devido a sua plumagem macia atípica, lembrando uma seda. Essas aves possuem características incomuns, tais como o corpo e ossos no tom azul-escuro, lóbulos das orelhas azuis, cinco dedos em cada pé (a maioria dos frangos só possuem quatro) e um tufo de penas na cabeça e nas pernas. Por serem extremamente exóticas, frequentemente são expostas em mostras de aves. Possuem várias cores (vermelha, amarela, azul, preta, branca e perdiz). Seu temperamento é calmo e amigável, estando entre as mais dóceis galinhas. Em alguns países, são tratadas como animais de estimação.

Por Andréa Oliveira.

Pensando em você, cliente CPT, o Centro de Produções Técnicas disponibiliza gratuitamente um manual prático sobre as principais raças de galinha com fim comercial. Tudo elaborado em linguagem simples e ilustrações para melhor exemplificar o conteúdo.

Portanto, não perca tempo!

 

Conheça os Cursos CPT, da área Avicultura.

Entre eles, destacam-se:

Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira

Curso CPT Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Curso CPT Produção de Frangos de Corte

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

romilson cruz

15 de out de 2017

vocês poderiam me dizer qual o ano de publicação desse material.

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de out de 2017

Olá Romilson,

A matéria foi publicada no dia 16/06/2014.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

gabriel augusto pereira

22 de out de 2016

gostei

Resposta do Portal Cursos CPT

24 de out de 2016

Olá Gabriel,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Paulo Roberto Cavalheiro de Souza

11 de jun de 2016

A muito tempo, estou atrás de uma orientação técnica bem objetiva sobre: Como diferencio a raça de galinha GIGANTE NEGRO DE JERSEY da ORPINGTON NEGRO. Abraço.

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de jun de 2016

Olá Paulo Roberto,

Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

lazaro

17 de set de 2015

Queria saber se é possível uma técnica, que da continuidade das raças hibridas, alguma raça especifica para cruzar os híbridos, para q os mesmos possam dar continuidade da sua semelhança,e desenvolvimento.

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de set de 2015

Olá, Lázaro!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Maicon Aparecido Pereira

12 de jun de 2015

Oi gostaria de iniciar uma criação de galinha da raca australorp , mais não encontro onde comprar alguém sabe onde posso encontrar?

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de jun de 2015

Olá, Maicon!

Recomendamos que procure em associação de criadores em sua região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Orestalina Ferreira Lopes

23 de mar de 2015

Gostaria de baixar o manual sobre as raças das galinhas caipiras

Resposta do Portal Cursos CPT

24 de mar de 2015

Olá, Orestalina!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Enviamos o PDF sobre Raças de Galinhas Caipiras para o seu e-mail.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

 

Igor R. Coelho

1 de out de 2014

Se uma pessoa se presta a criar uma determinada espécie, é de suma importância conhecer as características de cada raça! Para que seja selecionada a que mais se adequa a sua realidade.

bianor ribeiro neto

19 de jul de 2014

Eu já tenho uma pequena criação de aves. Eu queria uma informação elas, comem bem mais não engordam porque?

Resposta do Portal Cursos CPT

22 de jul de 2014

Olá, Bianor!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O manejo da alimentação tem como objetivo principal suprir os requerimentos nutricionais das aves em todo o seu período de desenvolvimento e de produção, otimizando o crescimento, a eficiência produtiva e a lucratividade da exploração, já que o custo com alimentos representa cerca de 75% do custo total de produção. Logo, o uso de alimentos alternativos permite reduzir os custos com a alimentação.

A alimentação vai influenciar diretamente a produção de ovos, carne ou ambos, e quando as aves têm uma alimentação com menores quantidades de alimentos concentrados (milho, farelo de soja, entre outros), a produtividade é reduzida, e o manejo alimentar passa a ser definido de acordo com o sitema de produção adotado.

A alimentação voltada para a produção de carne ou de ovos deve atender as necessidades de manutenção e de produção de aves. Em geral, toma-se por base o fornecimento de ração balanceada, que é em torno de 70% do que as aves consumiriam caso fossem alimentadas somente com ração. Com a ração balanceada, as aves rapidamente ganham peso e aumentam a produção de ovos, obtendo o máximo de aproveitamento do seu potencial de crescimento.

Os principais ingredientes possíveis de serem utilziados na fabricação de rações são:

- Fontes proteícas de origem vegetal: farelo de soja, farelo de algidão, farelo de amendoim, farelo de girassol, farelo de glúten, levedura de álcool, farelo de canola, soja integral processada;

- Fontes minerais: calcário calcítico, farinha de ossos calcinada, fosfato bicálcico, sal comum, fosfato monoamônio;

- Micronutrientes: mistura de minerais e vitaminas (premix).

Para mais informações conheça o Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

pedro andre rodrigues

3 de jul de 2014

Quero iniciar uma criação de galinhas índias, mas não visando combate. Mas por ser uma ave rústica e resistente.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!