WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Sistemas de criação de cutias: vantagens

Pode-se colocar cinco fêmeas para cada macho, em uma área de 12 m²

 

Criação comercial de cutia

 A cutia é um roedor de porte pequeno, chegando até três quilos



As correntes conservacionistas atuais apontam a criação de animais silvestres com finalidade comercial como um dos caminhos certos para a preservação de algumas espécies da fauna brasileira, especialmente, as que possuem potencial zootécnico, como a capivara, a paca, a ema, os jacarés, os catetos, as queixadas, os canários da terra, os curiós, os bicudos, os cervídeos, as araras, os papagaios e as maritacas. Entre essas espécies, também estão as cutias.

“A criação de cutias ainda se encontra em estado incipiente no nosso país. Há pouquíssimos criadores que estão apostando nessa espécie. O criatório da Zoo Way é o primeiro a receber o registro do IBAMA de criador comercial”, afirmam Fábio Morais Hosken e Alexandre Amorim, professores do curso Criação Comercial de Cutia, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

 

Criação de cutias em cativeiro

 

Para que a criação de cutias passe a ser economicamente viável, existe a necessidade de se aumentar o número de animais abrigados em cada área, o que requer um certo nível de adaptação ao cativeiro. Isso é possível, pois pode-se colocar cinco fêmeas para cada macho, em uma área de 12 m², com excelentes resultados, não havendo nenhum atrito. No entanto, deve-se ter o cuidado de separar a fêmea, quando vai parir, para que não ocorra a morte de filhotes por outras fêmeas.

 

O sucesso da criação em cativeiro depende apenas do conhecimento de seus hábitos reprodutivos, de um bom manejo, de uma alimentação sadia e balanceada, higiene e de cuidados sanitários. Um animal criado em cativeiro é muito mais dócil e de fácil manejo do que um animal selvagem introduzido no plantel. Considera-se plantel o conjunto total de animais de um rebanho ou criação.

 

Vantagens da criação

 

Baixo custo de implantação:

• Instalações simples;

• Animais disponíveis para serem capturados na natureza, inclusive correndo riscos de serem dizimados por caçadores, queimadas e desmatamentos;

• Aproveitamento de instalações existentes na propriedade, como pocilgas e aviários.

 

Baixo custo operacional:

• Necessidade de pouca mão de obra. Manejo facilitado.

 

Alimentação:

• A alimentação em sua maioria é de frutas, grãos e tubérculos e complementada com ração concentrada para coelhos ou cobaias. Pode-se e deve-se utilizar as frutas que sobram nos pomares, evitando-se, assim, o desperdício, transformando-se as sobras em rendimento.

 

Elevado rendimento de carcaça:

• O rendimento depois do animal abatido é de 70%. Isso significa o quanto pesa a carcaça que é o animal sem a cabeça, as vísceras e as patas, retiradas durante o abate. O couro permanece na carcaça, determinando esse alto rendimento. O abate é simples e facilitado por se tratar de um animal de pequeno porte, podendo, inclusive, ser realizado na propriedade.

 

Sanidade:

• As cutias são animais rústicos e possuem alta resistência a doenças.

 

Mercado em Expansão:

• A carne de cutia é tão apreciada quanto a carne de paca, que é a carne exótica mais procurada no mercado. Possui qualidades excepcionais, embora não tenha a mesma fama da carne de paca, mas com grande potencial, se feito um marketing correto.

• Como é um mercado em expansão, há uma grande procura por matrizes e reprodutores, para formarem novos plantéis.

 

Sistemas de criação

 

As cutias podem ser criadas confinadas, em boxes fechados, no regime intensivo e totalmente dependente do homem, ou mais soltas, em piquetes bem cercados, no regime semi- intensivo. A principal diferença é criar-se aos pares ou em colônias. No primeiro caso, que é o sistema intensivo, cada boxe aloja uma família ou colônia. No segundo caso, que é o sistema semi-intensivo, cada boxe ou piquete aloja um casal.

 

Sistema semi-intensivo

 

Nesse sistema, o rebanho fica alojado em recintos amplos, com baixa taxa de ocupação, ou seja, número de animal por metro quadrado. Utilizam-se piquetes telado,s com área média de 120m², contendo vegetação densa natural em seu interior. Deve possuir piscina e toca idênticas às que serão descritas para o sistema intensivo. Esta seria a situação ideal de instalações para os animais, uma vez que se aproximaria mais da condição natural (habitat).

 

No entanto, as cutias são excelentes cavadoras e escaladoras, o que obrigaria a construção de um baldrame de concreto (valeta escavada no solo e preenchida com concreto, onde é fixada a tela na cerca) de, no mínimo 70cm, e estruturas para impedir a fuga por cima da cerca. Isso representa um alto custo, que inviabiliza o negócio. Outro aspecto é que áreas maiores dificultam a socialização e formação dos grupos.

 

Sistema intensivo

 

Este é o sistema aconselhável para a criação comercial, pois gera receitas. Daí a razão de só trabalharmos com ele daqui por diante. Utilizaremos grupos sociais com cinco fêmeas e um macho. Cada grupo ficará alojado em boxe (ou baia), localizado no interior de um galpão de alvenaria. Como padrão, cada galpão conterá dez boxes.

 

Confira mais informações, acessando os cursos da área Animais Silvestres.

 

Por Andréa Oliveira

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

gilmar

17 de ago de 2016

Gostaria de saber como comprar cutias para soltar na minha chácara e se pra isso tenho que ter alguma autorização do Ibama

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de ago de 2016

Olá Gilmar,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Como é um animal silvestre, a cutia, para ser criada em cativeiro, mesmo que o produtor não pretenda tornar a atividade uma prática comercial, precisa ter autorização do órgão estadual que controla a gestão da fauna local.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

gilmar anisio bento

11 de ago de 2016

Muito boa essa matéria, gostaria de saber se posso comprar cutias para soltar na minha chácara e se tenho que ter alguma autorização do Ibama.

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de ago de 2016

Olá Gilmar,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para instalar um criadouro para cutias, não é preciso uma estrutura sofisticada nem muito espaço. Inclusive, pode-se fazer uso de áreas ociosas existentes no local. Uma opção que reduz o investimento inicial é o aproveitamento de ambiente que já serviu para lidar com outras criações, como pocilgas ou aviários.

Ao lado do baixo custo que representa para o pequeno investidor, a criação oferece bons rendimentos, tanto com a venda da carne branca e saborosa para o mercado quanto de exemplares vivos para outros criadores. O sistema de engorda de cutias e de desenvolvimento de matrizes são duas atividades que podem ser praticadas ao mesmo tempo, potencializando o lucro do produtor.

De fácil adaptação à rotina de um confinamento, a criação de cutia ainda contribui para a preservação da própria espécie. Na natureza, onde exerce importante papel ecológico, dispersando sementes, o animal fica à mercê da prática de caça ilegal e da redução de seu hábitat, devido ao desmatamento e ao crescimento urbano sobre matas e florestas pelo território nacional.

A cutia tem hábito diurno e vive em áreas do Cerrado, Caatinga e Mata Atlântica, sobretudo em regiões do sudeste, nordeste e norte do país. De médio porte, mede de 40 a 60 centímetros de comprimento, de 15 a 20 centímetros de altura e pesa cerca de 2 a 4 quilos.

Como é um animal silvestre, a cutia, para ser criada em cativeiro, mesmo que o produtor não pretenda tornar a atividade uma prática comercial, precisa ter autorização do órgão estadual que controla a gestão da fauna local.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ociano pereira da costa

24 de set de 2013

E bem interessante e como consegui estes animais de um criadouro já legalizado, pelo IBAMA .

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de set de 2013

Olá, Ociano!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Recomendamos que procure o IBAMA para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!