As 10 cobras mais venenosas do mundo

As cobras mais venenosas do mundo dividem-se em três grupos, conforme a ação do seu veneno. Entre elas estão a Inland Taipan, como a serpente mais venenosa do mundo, a Cobra Marrom, não menos perigosa, e a Cascavel, extremamente letal

A Taipan é uma cobra da família Elapidae, encontrada no litoral e no Outback Australiano. Foto: reprodução.

A Taipan é uma cobra da família Elapidae, encontrada no litoral e no Outback Australiano. Foto: reprodução. 

As cobras venenosas dividem-se em três grupos, conforme a ação do seu veneno. O primeiro é o grupo das cobras cujo veneno age no sistema nervoso periférico, causando parada respiratória. É o caso da Taipan e da Coral Verdadeira. Já o grupo das víboras inocula substâncias tóxicas, que provocam distúrbios na coagulação do sangue, hemorragias e necrose local. Por fim, o terceiro grupo é o das serpentes marinhas, estas liberam um tipo de veneno chamado miotóxico, que causa destruição das fibras musculares e insuficiência renal aguda. Todas são extremamente letais.

1. Cobra Inland Taipan

A Taipan é uma cobra da família Elapidae, encontrada no litoral e no Outback Australiano. A cobra Taipan Comum é subdividida em duas subespécies: a Taipan Costeira da Austrália e a Taipan de Papua que é nativa da costa sul de Papua, na Nova Guiné. A espécie Inland Taipan é considerada a cobra mais venenosa do mundo. Possui um veneno hemotóxico potente e complexo (que faz o sangue se liquefazer, destruindo as células sanguíneas, causando hemorragias internas), inoculado por meio de duas presas fixas, na parte posterior da boca. A Taipan é capaz de matar um ser humano em menos de 45 minutos. Estima-se que o veneno contido em suas presas seria capaz de matar 100 homens ou 250.000 ratos. Antes do desenvolvimento de antídotos, não havia sobreviventes conhecidos de uma picada de Taipan. Mesmo com o sucesso na administração de um antiveneno, a maioria das vítimas tem uma longa estadia no hospital, com cuidados bastante intensivos.

2. Cobra Marrom

Sua origem também é australiana. A Cobra Marrom é conhecida por ter o 2º veneno mais poderoso de todas as cobras terrestres, logo após a Inland Taipan. Sua picada é fatal, causando a morte da vítima em poucas horas. Uma única gota do seu veneno é suficiente para matar uma pessoa, por isso, não deixe seu nome inócuo enganá-lo. Cerca de 1/500 gramas de seu veneno é suficiente para matar um ser humano adulto. De sua espécie, é a mais venenosa. Mesmo filhotes podem matar um ser humano adulto. Ela se move rapidamente, podendo ser agressiva em certas circunstâncias. Há casos em que persegue seus prováveis agressores e os ataca repetidamente. Seu veneno contém neurotoxinas e coagulantes do sangue. Felizmente, para os seres humanos, menos da metade de suas picadas contém veneno. Como as demais cobras, elas evitam picar as pessoas, só reagindo ao movimento destas.

3. Cascavel

A cascavel é facilmente identificável pelo chocalho na ponta de sua cauda. Elas fazem parte da família da jararaca. Encontrada do México à Argentina, é a unica serpente das Américas dessa lista. Surpreendentemente, os filhotes são considerados mais perigosos do que os adultos, devido à sua incapacidade de controlar a quantidade de veneno injetado. A maioria das espécies de cascavel têm veneno hemotóxico, que destrói tecidos, órgãos e causa coagulopatia (interrompe a coagulação do sangue). Cicatrizes permanentes são muito prováveis no caso de uma picada venenosa. Mesmo com tratamento imediato, sua mordida pode levar à perda de um membro ou à morte. Dificuldade em respirar, paralisia, salivação e hemorragias também são sintomas comuns. Picadas de cascavel, especialmente de espécies maiores, geralmente são fatais. No entanto, o antiveneno, quando aplicado a tempo, reduz a taxa de mortalidade para menos de 4%.

4. Cobra-da-Morte

Essa espécie é encontrada na Austrália e na Nova Guiné. Parece bastante com as víboras, já que tem a cabeça em formato triangular e o corpo pequeno e achatado. Normalmente, injeta em torno de 40 a 100mg de veneno nas vítimas. Uma picada não tratada da Cobra-da-Morte é uma das mais perigosas do mundo. O veneno é uma neurotoxina, que provoca paralisia e pode causar a morte dentro de 6 horas, devido à insuficiência respiratória. Os sintomas geralmente alcançam seu auge em 24 a 48 horas depois do ataque. O antiveneno é muito bem sucedido no tratamento de sua picada, particularmente devido à progressão relativamente lenta dos sintomas. Antes do surgimento do antiveneno, uma picada da Cobra-da-Morte tinha uma taxa de letalidade de 50%. Com o ataque mais rápido no mundo, a Cobra-da-Morte pode ir do chão à posição de ataque (e voltar) dentro de 0,13 segundos.

5. Víbora

São encontradas em quase todo o mundo, mas, sem dúvida, as mais venenosas são a Víbora Verrilhada e a Víbora de Russel, encontradas principalmente no Oriente Médio e na Ásia Central (especialmente na Índia, na China e no Sudeste Asiático). Víboras são rápidas e têm hábito noturno, sendo bastante ativas após as chuvas. A maioria das espécies têm veneno que causa dor no local da picada, seguida imediatamente de inchaço do membro afetado. A hemorragia é um sintoma comum, especialmente na gengiva. Há uma queda da pressão arterial e da frequência cardíaca. Bolhas ocorrem no local da picada. A necrose é geralmente superficial e limitada aos músculos próximos à picada, mas pode ser severa em casos extremos. Vômito e inchaço facial ocorrem em aproximadamente um terço dos casos. A dor intensa pode durar de 2 a 4 semanas. Descoloração pode ocorrer em toda a área inchada, além de extravasamento de plasma para o tecido muscular. A morte por septicemia, insuficiência respiratória ou cardíaca pode ocorrer entre 1 e 14 dias após a picada, ou mesmo mais tarde.

6. Krait Malasiana

A Krait Malasiana possui uma coloração negra azulada, com faixas brancas sobre o corpo. Pode ser encontrada em todo o sudeste da Ásia e da Indonésia. Mesmo com antiveneno, 50% das mordidas dessa cobra são fatais. Antes do surgimento do antídoto, sua letalidade era de 85%. Ela também caça e mata outras serpentes, ou mesmo canibalizam outras Kraits. Têm o hábito noturno, sendo mais agressivas sob a escuridão. Seu veneno é uma neurotoxina, 16 vezes mais potente que o de uma Naja. Sua picada rapidamente induz à paralisia muscular, seguida por um período de enorme excesso de excitação (cãimbras, tremores, espasmos), que finalmente termina em total paralisia. Mesmo se o antiveneno for administrado a tempo, a pessoa está longe da sobrevivência garantida. A morte geralmente ocorre dentro de 6 a 12 horas. Se o socorro for tardio, a pessoa entra em coma permanente, ou tem morte cerebral por hipóxia.

7. Naja

As Najas podem ser encontradas na África, no Sudoeste da Ásia, no Sul da Ásia e no Sudeste Asiático, geralmente utilizadas por encantadores de serpente da Índia. No entanto, elas apenas acompanham os movimento da flauta, já que cobras não possuem audição. Várias espécies da Naja, referidas como cobras cuspidoras, desenvolveram um mecanismo de entrega de veneno especializado, em que os seus dentes da frente, em vez de libertarem veneno por meio das pontas (semelhante a uma agulha hipodérmica), têm uma abertura estriada na superfície frontal, permitindo que a cobra impulsione o veneno para fora da boca. Embora normalmente referido como "cuspir", a ação é mais como "esguichar". O alcance e a precisão com que elas podem disparar seu veneno varia de espécie para espécie, como um mecanismo de defesa. Uma vez pulverizado sobre a pele de uma vítima, o veneno atua como um irritante grave. Se for introduzido no olho, pode causar uma sensação de queimação severa e cegueira temporária ou mesmo permanente, se a limpeza não for feita imediatamente. A maioria das espécies do gênero Naja têm um veneno fortemente neurotóxico, que ataca o sistema nervoso, causando paralisia, mas muitas também têm características citotóxicas, que provocam inchaço e necrose, com um significativo efeito anticoagulante. Outras têm componentes cardiotóxicos no seu veneno.

8. Mamba Preta

A Mamba Preta é encontrada em muitas partes do continente africano. É conhecida por sua agressividade e ataque de precisão mortal. É a cobra terrestre mais rápida do mundo, capaz de atingir velocidades de até 20 km/h. Pode atacar 12 vezes seguidas. Uma única mordida é capaz de matar entre 10 e 25 adultos. Seu veneno é uma neurotoxina de ação rápida. A mordida fornece cerca de 100 a 120 mg de veneno, em média, mas pode chegar até 400 mg. Se o veneno atingir uma veia, 0,25 mg/kg é suficiente para matar um ser humano em 50% dos casos. O sintoma inicial é dor local, na área da picada, embora não tão grave quanto o de cobras com venenos hemotóxicos. A vítima experimenta uma sensação de formigamento na boca e extremidades, visão dupla, confusão, febre, salivação excessiva (incluindo espuma na boca e no nariz) e ataxia acentuada (falta de controle muscular). Se a vítima não receber atenção médica, os sintomas progridem rapidamente para graves dores abdominais, náuseas e vômitos, palidez, choque, nefrotoxicidade, cardiotoxicidade e paralisia. Eventualmente, a vítima experimenta convulsões, parada respiratória, coma e morte. Sem antiveneno, a taxa de mortalidade da cobra é de quase 100%, entre os mais altos de todas as serpentes venenosas. Dependendo da natureza da picada, a morte pode vir entre 15 minutos e 3 horas.

9. Serpente do Mar

Também conhecida como Serpente do Mar de Nariz Adunco ou Cobra do Mar, esta espécie é encontrada em todo o litoral do Oceano Índico de Madagascar e Austrália. Embora tenha evoluído de ancestrais terrestres, é adaptada a uma vida plenamente aquática, sendo incapaz de se mexer na terra, exceto a do gênero Laticauda. É notoriamente agressiva, se provocada, sendo responsável por nove em cada dez mortes por picadas de cobras no mar. Como a maioria das serpentes do mar, esta espécie é altamente venenosa, no entanto, o volume injetado em cada picada é baixo, fazendo com que os sintomas geralmente sejam brandos. Por este motivo, as vítimas muitas vezes não procuram cuidados imediatos, até que seja tarde demais. A morte ocorre por paralisia do sistema respiratório ou parada cardíaca, até 12 horas após a picada.

10. Serpente-Tigre

A Serpente-Tigre é encontrada na Austrália. Essa cobra possui um veneno neurotóxico muito potente. Após a picada, a vítima pode morrer dentro de 30 minutos, mas normalmente leva de 6 a 24 horas para o óbito. Antes do desenvolvimento de um antídoto, a taxa de mortalidade das vítimas picadas por Serpente-Tigre era de 60 a 70%. Os sintomas podem incluir dor localizada na região do pé e no pescoço, formigamento, dormência e sudorese, seguidos por dificuldades respiratórias e paralisia. Essa cobra geralmente foge, se encontrada, mas pode se tornar agressiva quando encurralada. Ataca com precisão infalível.

As cobras ou serpentes mais venenosas do mundo

 

Leia o artigo As cobras mais venenosas do Brasil.

Confira o curso Criação de Serpentes para Produção de Veneno, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Por Andréa Oliveira.

Cursos Relacionados

Curso Criação Comercial de Paca Curso Criação Comercial de Paca

Com Prof. Fábio Hosken

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Abate e Comercialização de Animais Silvestres Curso Abate e Comercialização de Animais Silvestres

Com Prof. Paulo Bezerra

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Avestruz - Reprodução, Cria e Recria Curso Avestruz - Reprodução, Cria e Recria

Com Prof.ª Dr.ª Miriam Giannoni

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Animais Silvestres

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade