Adquira 2 ou mais Cursos CPT e ganhe Frete Grátis.
Cursos da Área Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios II com base em Agropecuária e Confecções Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Administração Financeira na Pequena Empresa Curso de Negociação - Técnicas e Estratégias de Sucesso Curso Marketing para Pequenas Empresas Curso Treinamento de Gerente de Loja Curso Fidelização de Clientes Curso Planejamento Patrimonial Sucessório por meio de Holding Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Loja de Sucesso - Planejamento, Gestão e Marketing Curso Liderança Gerencial - Como Desenvolver Habilidades em Liderança Curso Segurança Patrimonial para Empresas Curso Como Aumentar as Vendas pela Internet Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2 Curso de Matemática Financeira Curso Como Administrar Estoque e Almoxarifado Curso Como Tornar sua Empresa uma Franqueadora Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências Curso Merchandising Visual para o Seu Negócio Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Como Administrar Pequenas Indústrias Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Jogos e Dinâmicas com 10 Práticas Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Práticas de Jogos e Dinâmicas de Grupo Curso Como Implantar um Plano de Cargos e Salários Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios Áreas Afins 10Capacitação na Empresa Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Tipos de contrato: mandato

Tipos de contrato - mandato

(Artigos 653 a 692)
Alguém recebe de outrem poderes para, em seu nome, praticar atos ou administrar interesses.

Partes
- Mandante (outorgante) - Quem confere os poderes.
- Mandatário (outorgado ou procurador) - Quem recebe os poderes. É o representante, atuando na vida jurídica em nome e por conta do mandante. Deve ser aceito (expressa ou tacitamente), embora, em regra, não assine o instrumento. Estabelece-se um liame obrigacional entre o mandante e a terceira pessoa, por meio do mandatário.

Características
Unilateral - Gera obrigações somente para o mandatário. Havendo remuneração, passa a ser bilateral.
Gratuito ou oneroso - Presume-se gratuito quando não for estipulada retribuição, exceto se seu objeto corresponder àquele em que o mandatário atua por ofício ou profissão lucrativa (ex.: advogado, despachante).
Intuitu personae - Leva-se em consideração a idoneidade técnica e moral do mandatário (fidúcia: mútua confiança).
Consensual e não solene
- Torna-se perfeito com a simples manifestação de vontade das partes, não havendo forma especial. Há casos em que se exige formalismo (ex.: compra e venda de bens imóveis).
Revogabilidade - As partes podem pôr fim ao contrato sem justificativa: revogação pelo mandante ou renúncia pelo mandatário.

Instrumento
A procuração é a forma pela qual o contrato se instrumentaliza. Pode ser por:
Instrumento particular - O reconhecimento da firma do outorgante é condição essencial a sua validade em relação a terceiros.
Instrumento público - Relativamente incapaz, cego, analfabeto, cônjuge conferindo poderes para o outro vender, doar, hipotecar ou gravar de ônus real os bens imóveis do casal, prestar fiança, etc.

Espécies
Legal - Decorre da lei e dispensa instrumento (pais que representam os filhos menores para administrar seus negócios; tutores e curadores em relação aos tutelados e curatelados).
Judicial - É conferido em virtude de processo judicial. O mandatário é nomeado pela autoridade judicial: inventariante (representa o espólio), administrador judicial (massa falida), etc.
Convencional - Decorre de acordo entre as partes: ad judicia e ad negotia.

Proibição
Os atos extrapatrimoniais podem ser praticados por meio de procuração, como a celebração de casamento (artigo 1.542), mas proíbe-se a realização de atos personalíssimos: fazer ou revogar testamento, prestar exames, exercer cargos ou funções, votar, etc.

Classificação
1. Quanto às relações entre mandante e mandatário
a) Oneroso – O mandatário é remunerado.
b) Gratuito – Não há remuneração.
2. Quanto à pessoa do procurador
a) Singular (simples) – Apenas um mandatário.
b) Plural – Vários mandatários no meso instrumento; qualquer deles pode exercer os poderes. Subclassifica-se em:
Conjunto – Todos praticam o ato conjuntamente (não podem agir separadamente), sob pena de não produzir efeitos, ressalvada eventual ratificação.
Solidário – Os mandatários podem agir em separado e independentemente da ordem de nomeação.
Fracionário – A ação de cada mandatário está delimitada; cada um age apenas em seu setor.
Substitutivo – Um mandatário pode agir na falta de outro, observada a ordem de nomeação.
3. Quanto ao fim
a) Ad negotia (extrajudicial) – A ação do mandatário se dá fora do âmbito judicial. Exigem-se poderes especiais para comprar e vender, doar, hipotecar, etc.
b) Ad judicia (judicial) – Patrocínio dos interesses da pessoa perante juízos ou tribunais. É escrito e oneroso. O mandatário deve ser advogado, inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, sob pena de nulidade. Exigem-se poderes especiais para receber citação, receber e dar quitação, confessar, transigir, etc. Pode ser outorgado por instrumento público ou particular. Dispensa-se o instrumento se o defensor foi nomeado pelo juiz (apud acta).

Substabelecimento
Substabelecer significa transferir ou conferir a outrem os poderes recebidos. Classifica-se em:
1. Sem reserva de poderes – O procurador (substabelecente) transfere os poderes ao substabelecido, que passa a ser o único procurador. O mandante deve ser notificado, caso contrário o mandatário continua responsável.
2. Com reserva de poderes – O procurador outorga poderes ao substabelecido, sem perdê-los; ambos podem exercer os poderes outorgados.

Situações
Mandato possibilita substabelecimento - O substabelecimento é válido. O substabelecido responde pessoalmente perante o mandante, como seu procurador. Haverá responsabilidade do mandatário que substabelece apenas se o substabelecido for notoriamente incapaz ou insolvente.
Mandato é omisso - O substabelecimento é válido. O mandatário continua responsável por prejuízo causado a título de culpa do substabelecido.
Mandato proíbe substabelecimento - O substabelecimento é válido. O mandatário responde perante o mandante por prejuízo que aquele causar, mesmo que por caso fortuito, salvo provando-se que o fato ocorreria ainda que não tivesse havido o substabelecimento.

Menores
A partir de 16 anos podem ser mandatários ad negotia, mas o mandante não tem ação de regresso para cobrar prejuízos eventualmente causados.
Exceções:
- o menor foi autorizado por seu representante;
- o menor se apresentou como maior ou ocultou a idade.

Extinção
- Revogação do mandante.
- Renúncia do mandatário, comunicada antecipadamente ao mandante, sob pena de arcar com os prejuízos decorrentes.
- Morte ou interdição de qualquer das partes.
- Mudança de estado civil que inabilite o mandante a conferir os poderes ou o mandatário a exercê-los.
- Término do prazo ou conclusão do negócio.
- Extinção da pessoa jurídica, quando o mandato decorrer do contrato social.

Mandato irrevogável
- Quando assim se convencionar.
- Conferido a sócio, pelo estatuto social.
- Quando for condição de contrato bilateral.
- Em causa própria: o beneficiário é o próprio mandatário. Ex.: A confere mandato para B vender um terreno, sendo que B pode vendê-lo a sim mesmo ou a terceiro. É irrevogável, isenta o mandatário de prestação de contas e tem poderes ilimitados, que não se extinguem com a morte do mandante.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT da área Gestão Empresarial, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas, entre eles o Curso de Negociação – Técnicas e Estratégias de Sucesso.

Conheça outros tipos de contrato acessando o link abaixo:
Tipos de contrato: características, classificações e finalidades

Fonte: Resumão Jurídico (Folha de São Paulo).

Salvar

Cursos Relacionados

Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Como Administrar Pequenas Empresas

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Administração Financeira na Pequena Empresa Curso Administração Financeira na Pequena Empresa

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 318,00 à vista ou em até 10x de R$ 31,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 318,00 à vista ou em até 10x de R$ 31,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Código Civil Brasileiro

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade