WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "resina-no-pessego" ()

Como desidratar madeiras resinosas

Muitos tipos de madeira são fortemente resinosos em seu interior, o que frequentemente provoca o aparecimento de manchas durante e após a pintura ou a aplicação do verniz. Para evitar que isso aconteça, essa resina interna deve ser eliminada por um processo conhecido como desidratação.

Doces de fruta em barra - Receita de Pessegada

Dependendo da produção de frutas de sua propriedade a fabricação de doces de fruta em barra, como a pessegada, é uma atividade muito importante, principalmente, para o pequeno produtor rural, porque agrega valor à sua produção e aumenta a sua renda. Além disso, a pessegada é um doce muito procurado no mercado e o pêssego é considerado uma fruta com sabor bem característico.

De onde vem a própolis e como ela é utilizada pelas abelhas?

A própolis é uma resina vegetal que as abelhas retiram dos vegetais, que a produzem principalmente na casca, podendo ser retiradas também em gemas prestes a florescer, a exemplo do que acontece nos pessegueiros e ameixeiras, e nas folhas verdes.

Doce feito em barra é delícia que aproveita frutas de fim de safra

O doce em barra é o produto que resulta do cozimento da fruta até a consistência sólida. Esse também é chamado doce em pasta, em massa ou marmelada. Em geral, é nomeado de acordo com a fruta que lhe deu origem, como bananada, goiabada e pessegada.

Biomas do Brasil - Mata dos Pinhais ou Mata de Araucárias

A Mata dos Pinhais, caracterizada devido a grande presença de pinheiros, principalmente o Pinheiro-do-Paraná, está localizada na região Sul do Brasil (Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), em locais com altitudes superiores a 500 m. Está incluída dentro do Bioma Mata Atlântica e é também conhecida como Mata de Araucárias, em função da forte presença da Araucária angustifolia neste bioma. Registros apontam que a Mata dos Pinhais já ocupou cerca de 2,6% do território nacional e assim como outras formações florestais do Brasil ela vem sendo degradada em função do corte ilegal de árvores, para a produção de madeira e resinas. Outro fator que tem contribuído para o desmatamento é a abertura de novas áreas destinadas à agricultura e pecuária e, com isto, 95% da mata nativa já foi derrubada nas últimas décadas.

Produção de pêssego

Dentre os diversos tipos de frutas que são produzidos, o pêssego está entre as preferidas, tanto para consumo in natura quanto para a indústria, para produção de doces, sucos, iogurtes, etc. Além de possuir sabor agradável, o pêssego é uma fruta de excelente valor nutritivo, dotado também de propriedades medicinais.

Sistemas silvipastoris promovem a sustentabilidade na produção do animal a pasto

A definição das espécies adequadas para implantação de sistemas silvipastoris é fundamental para o o sucesso da atividade. Nesse sentido, os objetivos do produtor são muito importantes nessa decisão. A escolha do componente arbóreo-arbustivo de um sistema silvipastoril deve ser feita, principalmente, com base no tipo de exploração pretendida, seja ela a produção florestal (madeira, celulose, resinas etc), animal (leite, carne, lã etc) ou, ainda, um sistema misto em que se obtenham produtos, comercializáveis ou não, tanto do componente florestal quanto do animal.

Pêssego é fruta de fácil comercialização

Nos últimos anos, o setor agrícola brasileiro vem incorporando, cada vez mais, às suas atividades, novas espécies de culturas, bem como, também, expandindo para outras regiões cultivos, que, até então, eram produzidos apenas em locais que possuem características de clima e de solo favoráveis. Um desses exemplos vem acontecendo com a fruticultura, atividade agrícola que tem se expandido nos últimos anos, por causa da crescente demanda por frutas, e da expectativa do empresário rural em aumentar a sua rentabilidade.

Como fazer a reposição florestal

As florestas cobrem cerca de 30% da superfície terrestre. São elas que realizam a fotossíntese de que depende a vida: produção de oxigênio a partir do dióxido de carbono. Além disso, elas são uma fonte de riqueza para o homem: fornece madeira, celulose, resina, cortiça, frutos, abriga animais, protege o solo contra erosão, acumula substâncias orgânicas, favorece a piscicultura, cria postos de trabalho, fornece materiais para exportação e melhora a qualidade de vida.

Pêssego: fatores que determinam o sucesso da cultura

Entre vários tipos de frutíferas, o pessegueiro está entre aquelas que antes eram produzidas apenas nas regiões de clima temperado e que agora são produzidas com grande sucesso em outros locais, antes considerados como não apropriados para o cultivo dessa frutífera. Outro fator importante é que o pêssego, tanto para consumo in natura como para a indústria, é uma fruta de fácil comercialização.

Fique por dentro das novidades!