WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"pode-consumir-a-carne-do-frango-se-achar-uma-verme"

Como marinar carnes - seleção da carne, temperos utilizados e passo a passo da marinação

A marinação de carnes faz com que elas tenham uma sobrevida maior, o que facilita o seu consumo. Há 5000 anos, este método era utilizado somente para a preservação de alimentos. Hoje, o ato de marinar é utilizado, acima de tudo, para conferir sabor, amaciar, adicionar ou retirar umidade; e preservar as carnes. A marinação, então, confere as seguintes vantagens: padronizar totalmente os temperos com as carnes , obtendo sabor igual, tanto no seu interior quanto em sua parte periférica; tornar as carnes mais macias e suculentas; aumentar a vida de prateleira, conservação, das carnes; e aumentar a tolerância ao assamento em altas temperaturas, sem que as carnes desidratem excessivamente. A grande curiosidade é que por possuírem sabor ácido, as carnes marinadas combinam com pratos como purês, suflês, polenta, saladas, batatas, não podendo faltar, é claro, o arroz branco.

Como maturar carnes - saiba mais sobre o processo de amadurecimento da carne à vacuo

A maturação da carne é um processo em que ela fica submetida, por um certo tempo, a condições controladas de umidade relativa e temperatura. O amadurecimento permite acentuar a maciez, a suculência, o sabor e a desenvolver o aroma característico da carne, sem perda em seu valor nutricional. As melhores carnes para maturação são aquelas consideradas de primeira, geralmente a parte traseira do animal. No entanto, com a maturação as diferenças qualitativas de vários tipos de carne, são minimizadas, ou seja, carnes mais duras adquirem um grau de maciez quase comparável às carnes de primeira. A princípio, toda a carne de bovinos, ovinos, suínos, caprinos e de caça podem ser maturadas. Nunca maturar, no entanto, a carne de pescados, pois se deteriora com facilidade e a carne de coelhos, rãs e outros tipos de carnes tenras, pois já são macias por natureza.

Fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil

Há fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil. Para impedir que isso continue a acontecer, é preciso que todos os agentes da cadeia produtiva – desde os criadores de ovinos até os frigoríficos, estejam unidos em prol do desenvolvimento do setor e da desmistificação que envolve o consumo desse tipo de carne. Dentre os fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil, temos o abate clandestino e o baixo padrão de qualidade da carne

Frango inteiro defumado: como fazer

Tão consumida quanto a carne bovina, a carne de frango é a carne de ave mais utilizada na culinária em todo o mundo e está presente nas mais saborosas receitas. Assim como os peixes, ela possui baixo teor de gordura, característica esta extremamente saudável ao organismo, principalmente quando consumida assada e sem a pele. Quando defumada, então, é ingrediente indispensável à preparações diversas, devido ao fato de ser muito fácil de desfiar, macia e não necessitar de maiores temperos. Além disto, pode ser servida à temperatura ambiente ou ligeiramente aquecida. Deu água na boca? Então aprenda a preparar o seu próprio frango inteiro defumado. Siga as instruções abaixo e prepare-se para os elogios.

Quais são as carnes mais consumidas no mundo?

O consumo de carnes em todo o mundo segue em ascensão e o Brasil ocupa a segunda posição nesse ranking, com média de aproximadamente 100kg de carne consumida por pessoa ao ano, de acordo com as FAO – Organização nas Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura.

Frango inteiro e rocambole de frango defumados: aprenda fazer

Quer uma fonte de renda extra? Prepare e comercialize, para os familiares e amigos, duas delícias da gastronomia que só podem ser feitas por quem gosta mesmo da cozinha: frango inteiro e rocambole de frango defumados. Além do lucro, trata-se de uma terapia que pode ser feita no conforto de sua própria casa. Vamos lá?

Receitas com frango caipira

A carne do frango caipira possui melhor consistência, sendo ideal para o preparo de diversos pratos e pode até mesmo substituir carnes exóticas como a de faisão, por exemplo. O frango caipira pode ser feito grelhado, frito ou assado. Ao grelhar frangos caipiras, no entanto, não se deve utilizar aves mais velhas, pois são menos tenras.

Por que consumimos? Responda se puder!

Consumimos por necessidade? Consumimos por status social? Consumimos por que somos induzidos? Consumimos por que somos compulsivos? Ou consumimos por que não há nada melhor a fazer? A resposta é muito simples: consumimos por nada disto, por tudo isto e, talvez, por tudo isto e muito mais.

Frangos convencional, caipira, caipira-orgânico e caipira biodinâmico - diferenças de criação

Inicialmente, precisamos compreender o conceito das criações de aves. A avicultura é o termo que oficialmente é utilizado para definir a criação de aves, ou seja, o homem, alimentando e direcionando o cruzamento destas aves, melhorando a bagagem genética objetivando produção; seja visando carne e, ou, ovos. Os tipos de criações, por sua vez, podem ser subdivididos em Frango convencional, caipira, caipira-orgânico e caipira biodinâmico. Saiba um pouco mais sobre cada um deles:

Abate de aves, exigência de qualidade da granja ao abatedouro

Por ser caracterizada como carne magra, possuindo menor teor de gordura que as carnes de boi e porco, e ser a fonte proteica de origem animal mais acessível do mercado, a carne de frango agrega um número cada vez maior de consumidores, contribuindo, assim, para o aumento dos negócios que envolvem essa ave. Em pesquisas divulgada pelo USDA - Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, no Brasil, entre 1980 e 2010, esse consumo cresceu mais de 360%, enquanto o de carne bovina recuou e o de carne suína aumentou de forma bem modesta. Hoje, consumimos cerca de 41kg de carne de frango per capita, sendo esse o quarto maior volume.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!