WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "melhor-epoca-do-plantio-de-tomate-na-regiao-sul" ()

Como fazer tomate seco - passo a passo e ingredientes necessários

O tomate é uma das hortaliças mais importantes do mundo. É cultivado em diferentes regiões e tem inúmeras formas de utilização. Atualmente, percebe-se que muitas famílias têm conseguido uma fonte de renda extra com o processamento caseiro do tomate, principalmente com a produção e a comercialização do tomate seco, amplamente vendido no comércio para pizzarias, supermercados e restaurantes. Quer aprender a fazer esta deliciosa iguaria? Adquira os ingredientes abaixo, siga o passo a passo e mãos à obra!

Orientações para cultivar tomate em estufa

O cultivo do tomate em estufa oferece frutos de melhor qualidade, com aumento significativo da produção na entressafra, o que traz maior retorno financeiro ao tomaticultor. Com base nesses benefícios inegáveis, a utilização do cultivo protegido se consolidou como uma das técnicas mais vantajosas para a tomaticultura.

Produção de Amendoim - dicas de plantio para o sucesso da produção

O plantio do amendoim deve ser feito quando houver temperaturas adequadas para a cultura, e umidade suficiente no solo. Nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil, a melhor época para o plantio do amendoim ocorre nos meses de setembro a novembro. Os plantios realizados em setembro permitem maior produtividade, se houver umidade de solo suficiente para germinação e desenvolvimento das plantas. Em São Paulo, é comum o aproveitamento de áreas de amendoim, colhidas no verão, para o plantio de uma segunda safra de sequeiro, realizado entre janeiro e fevereiro. Neste caso, as produtividades esperadas são menores, devido à maior probabilidade de estiagens no final do ciclo.

Tomate produzido especialmente para a indústria movimenta o campo

Produzir tomate em escala comercial é uma atividade bastante lucrativa para o produtor rural. O tomate, devido a sua grande popularidade nos quatro cantos do mundo, usado nos mais diversos pratos culinários, está entre os alimentos que nunca deixarão de ser comercializados, seja para o consumo in natura, seja para o processamento. No entanto, a produção em grande quantidade para atender a demanda de indústrias exige alguns cuidados por parte do produtor. Desta forma, é importante que o produtor se atente aos seguintes fatores, tais quais:

Melhoradores de massa: o que são e quais são eles?

Os melhoradores são substâncias que cumprem funções específicas nas massas, destacando-se as seguintes: permitem que a massa seja menos trabalhada e reduz o tempo de fermentação; tornam a massa mais forte e maleável, aumentando sua tolerância ao atrito mecânico; e melhoram de aparência e aumenta o tempo de prateleira, explica Sebastião Cano de Ruiz Barbosa, professor do Curso a Distância CPT Como Montar e Administrar uma Padaria, em Livro+DVD e Curso Online.

Tomate hidropônico - o sucesso do cultivo nesse sistema

No Brasil, o cultivo do tomate hidropônico ganha força a cada ano, pois no ambiente protegido o fruto resiste mais às intempéries e às diversas pragas e doenças. No entanto, o manejo adequado em sistema hidropônico promove o sucesso da cultura, gerando lucro certo ao produtor. O tomate é um fruto muito versátil, podendo ser consumido tanto in natura como na forma de produtos processados pela indústria, tornando-se, atualmente, uma das principais hortaliças consumidas no mundo.

Sistemas de plantio de milho em pequenas propriedades

Especial - O cultivo do milho é uma atividade tradicional em nosso país, muito praticada pela agricultura familiar. Entretanto, uma colheita satisfatória, dentro das demandas que a pequena propriedade prentende atender, exige o conhecimento de métodos que ajudem na melhoria das condições de plantio.

Processamento mínimo do tomate: evite desperdício e aumente sua renda mensal

O processamento mínimo de frutos e hortaliças foi introduzido, no Brasil, na década de 90 por algumas empresas atraídas pela nova tendência do mercado que, atualmente, se encontra em franca expansão. É um símbolo da economia de tempo, de conveniência e de redução do lixo.

Plantio direto: manejo da fertilidade do solo

No plantio direto, por não existir preparo do solo, não há a sua desagregação e a cobertura de matéria orgânica passa a contribuir na agregação do solo e na melhoria da estrutura. Já no plantio convencional, a incorporação de calcário no solo por meio de grades e escarificadores promove a correção do solo em apenas parte da camada arável. As grades incorporam o calcário apenas nos dez primeiros centímetros de profundidade e os escarificadores não incorporam uniformemente o calcário na camada arável do solo.

Indústrias de processamento exigem tomates livres de pragas e doenças

O tomate é um alimento consumido ao natural ou processado, que agrada o paladar de povos de todos os continentes do mundo. É considerado a hortaliça mais universal entre todas e oferece muitas opções de industrialização, produzindo diversos tipos de derivados, tendo, por isso, elevada importância econômica nas regiões onde é cultivado. Quando produzido em alta escala, destinado à industrialização, o produtor deve se atentar ao padrão de qualidade exigido pela indústria de processamento, já que ela exige frutos completamente maduros, com coloração vermelho-intensa e uniforme, sem o pedúnculo e outras impurezas, livres de sintomas de pragas e doenças, danos mecânicos e fisiológicos . Qualquer desses fatores encontrados no frutos acarreta em descarte e, portanto, prejuízos ao produtor rural.

Fique por dentro das novidades!