WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"apos-a-vacina-pode-comer-carne-de-frango"

Como marinar carnes - seleção da carne, temperos utilizados e passo a passo da marinação

A marinação de carnes faz com que elas tenham uma sobrevida maior, o que facilita o seu consumo. Há 5000 anos, este método era utilizado somente para a preservação de alimentos. Hoje, o ato de marinar é utilizado, acima de tudo, para conferir sabor, amaciar, adicionar ou retirar umidade; e preservar as carnes. A marinação, então, confere as seguintes vantagens: padronizar totalmente os temperos com as carnes , obtendo sabor igual, tanto no seu interior quanto em sua parte periférica; tornar as carnes mais macias e suculentas; aumentar a vida de prateleira, conservação, das carnes; e aumentar a tolerância ao assamento em altas temperaturas, sem que as carnes desidratem excessivamente. A grande curiosidade é que por possuírem sabor ácido, as carnes marinadas combinam com pratos como purês, suflês, polenta, saladas, batatas, não podendo faltar, é claro, o arroz branco.

Como maturar carnes - saiba mais sobre o processo de amadurecimento da carne à vacuo

A maturação da carne é um processo em que ela fica submetida, por um certo tempo, a condições controladas de umidade relativa e temperatura. O amadurecimento permite acentuar a maciez, a suculência, o sabor e a desenvolver o aroma característico da carne, sem perda em seu valor nutricional. As melhores carnes para maturação são aquelas consideradas de primeira, geralmente a parte traseira do animal. No entanto, com a maturação as diferenças qualitativas de vários tipos de carne, são minimizadas, ou seja, carnes mais duras adquirem um grau de maciez quase comparável às carnes de primeira. A princípio, toda a carne de bovinos, ovinos, suínos, caprinos e de caça podem ser maturadas. Nunca maturar, no entanto, a carne de pescados, pois se deteriora com facilidade e a carne de coelhos, rãs e outros tipos de carnes tenras, pois já são macias por natureza.

Frango inteiro defumado: como fazer

Tão consumida quanto a carne bovina, a carne de frango é a carne de ave mais utilizada na culinária em todo o mundo e está presente nas mais saborosas receitas. Assim como os peixes, ela possui baixo teor de gordura, característica esta extremamente saudável ao organismo, principalmente quando consumida assada e sem a pele. Quando defumada, então, é ingrediente indispensável à preparações diversas, devido ao fato de ser muito fácil de desfiar, macia e não necessitar de maiores temperos. Além disto, pode ser servida à temperatura ambiente ou ligeiramente aquecida. Deu água na boca? Então aprenda a preparar o seu próprio frango inteiro defumado. Siga as instruções abaixo e prepare-se para os elogios.

Frango inteiro e rocambole de frango defumados: aprenda fazer

Quer uma fonte de renda extra? Prepare e comercialize, para os familiares e amigos, duas delícias da gastronomia que só podem ser feitas por quem gosta mesmo da cozinha: frango inteiro e rocambole de frango defumados. Além do lucro, trata-se de uma terapia que pode ser feita no conforto de sua própria casa. Vamos lá?

Receitas com frango caipira

A carne do frango caipira possui melhor consistência, sendo ideal para o preparo de diversos pratos e pode até mesmo substituir carnes exóticas como a de faisão, por exemplo. O frango caipira pode ser feito grelhado, frito ou assado. Ao grelhar frangos caipiras, no entanto, não se deve utilizar aves mais velhas, pois são menos tenras.

Frangos convencional, caipira, caipira-orgânico e caipira biodinâmico - diferenças de criação

Inicialmente, precisamos compreender o conceito das criações de aves. A avicultura é o termo que oficialmente é utilizado para definir a criação de aves, ou seja, o homem, alimentando e direcionando o cruzamento destas aves, melhorando a bagagem genética objetivando produção; seja visando carne e, ou, ovos. Os tipos de criações, por sua vez, podem ser subdivididos em Frango convencional, caipira, caipira-orgânico e caipira biodinâmico. Saiba um pouco mais sobre cada um deles:

Vai vacinar galinhas? Conheça as 5 formas e faça a melhor escolha!

A vacinação de frangos e galinhas caipiras pode ser feita de forma individual ou coletiva. A individual, apesar de ter um custo de aplicação, é maior do que a administração massal (coletiva), e oferece resultado mais seguro, afirma Marcelo Dias da Silva, professor do Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Como fazer presunto de frango - ingredientes, salmoura e cozimento

Muito procurado nos supermercados, açougues e casas especializadas, o presunto de frango, por sua praticidade de preparo e baixo valor calórico quando comparado ao de boi e porco, vem ganhando posição de destaque nas mesas e cardápios em todo o mundo. Por possuir preço baixo e ser muito saboroso, o presunto de frango veio para ficar. Aliás, o que não faltam são as mais saborosas receitas que levam este ingrediente como cargo chefe, evidenciando não faltar mercado consumidor desde que produzido dentro dos padrões de qualidade exigidos por lei. Portanto, se você pretende investir neste ramo de negócio, veja como é fácil fazer o presunto de frango, que acontece, basicamente, em três processos: ingredientes necessários, salmoura para o mergulho da carne e cozimento do presunto de frango.

Panquecas de carne moída, frango e 4 queijos - aprenda a fazer

O fim de semana se aproxima e, com ele, vem toda aquela vontade de ficar em casa, à toa, e descansar. Afinal, a semana que passou foi bem puxada e a que virá será tão corrida quanto. Surge, então, a dúvida: o que preparar para comer, que demande pouco tempo e seja muito, muito saboroso, principalmente caso apareçam os amigos sem o menor aviso prévio? A dica da vez é preparar 3 receitas de panquecas, daquelas de dar água na boca e comer rezando. Quer saber quais? Carne moída, frango cremoso e quatro queijos com molho de salsa. Vamos lá, aprenda a fazer

Processamento de carne de frango: cortes e desossa

Nos últimos anos a comercialização de partes e cortes de frango teve grande aumento no Brasil, motivada principalmente, pelas exportações de cortes especiais, pela criação e pelo desenvolvimento do mercado interno e, finalmente, pelo início da industrialização da carne de frango. Além disso, a comercialização da carne desossada era pouco expressiva, sendo as partes como osso, coxa, sobrecoxa, peito com osso e asa as principais opções (LANA, 2000).

Fique por dentro das novidades!