WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Estudo canadense defende a viabilidade da energia solar

Energia sustentável muitas vezes é vista como opção cara

 

Segundo o estudo canadense, a energia solar seria até sete vezes mais barata do que calculam especialistas. Foto: Deviantart.

O crescimento da preocupação com o ambiente e com fontes de energia renováveis tem suscitado grandes investimentos por parte de governos e empresas privadas. No entanto, por mais que seja necessário desenvolver fontes energéticas alternativas, elas ainda se mostram bem ineficientes do ponto de vista econômico. Muitas pesquisas procuram baratear o custo de opções como a energia solar e a eólica.

Na contramão do que é afirmado pela indústria energética, uma pesquisa da Queen's University, no Canadá, defende que a energia solar é viável economicamente. De acordo com o estudo, é possível produzir energia solar em grande quantidade para suprir a demanda atual.

O pesquisador Joshua Pearce, um dos responsáveis pelo estudo, afirmou que muitos analistas creditam um alto custo à energia solar por não considerarem os avanços recentes na tecnologia e na redução de preços. De acordo com ele, existem formas de gerar energia solar com o mesmo custo das fontes tradicionais.

Segundo Pearce, os analistas contrários à energia solar não consideram uma redução de 70% no preço dos painéis solares ocorrida nos últimos dois anos. Ele também destacou que a produtividade dos painéis cai entre 0,1% e 0,2% a cada ano de uso, contrariando alguns especialistas que afirmam que a queda seja de 1%.

A instalação dos painéis é o fator que mais contribui para o encarecimento da energia solar. O custo dos equipamentos é definido conforme a eletricidade produzida, numa escala de dólar por watt. Um estudo realizado em 2010 estimou um custo de sete dólares por watt, mas Pearce acredita que o valor real seja de menos de um dólar por watt.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!