WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

A democracia da moda plus size

Mercado fashion passa a dar mais atenção às gordinhas

 

 Modelos no Fashion Week Plus Size. Foto: Terra.

Durante muito tempo, as grifes e as fábricas de roupas ignoraram as gordinhas. Quem estava acima do peso devia se contentar em procurar uma costureira ou um alfaiate que fizesse as peças. Ou então, procurar muito por uma loja que vendesse roupas em tamanho maior. De fato, a moda, encarada como ambiente de tendências, sempre exigiu um padrão de beleza distante da realidade de grande parte da população.

Mesmo não estando acima do peso, a maioria das pessoas sempre tem dificuldade em encontrar peças que se encaixem no formato do corpo. Até que a indústria da moda, finalmente, percebeu a oportunidade de mercado e criou roupas em tamanho maior, o chamado plus size (em tradução literal do inglês para o português, “tamanho maior”).

Essa moda surgiu nos Estados Unidos, no início da década, mas ganhou uma projeção mundial nos últimos dois anos. Não é de se estranhar que a plus size tenha começado lá, uma vez que o país tem a maior porcentagem de pessoas acima do peso, sendo mais de 30% da população, número que só cresce. Os empresários perceberam que os modelos e tamanhos convencionais já não atendiam a 1/3 dos consumidores.

No Brasil, desde o início da década de 90, começaram a se espalhar lojas especializadas em “moda maior”, como elas próprias acostumaram a se definir. No entanto, foi através da influência externa que a moda plus size (o nome importado foi mantido) ganhou status fashion nos últimos anos. Uma prova disso foi a versão do São Paulo Fashion Week só para os gordinhos.

Ao contrário do que alguém que tenha previsto essa tendência pudesse supor, a moda plus size não impõe regras rígidas. Na verdade, ela caminha para o sentido da libertação, de cada pessoa usar o que a faz se sentir bem. A diferença é que, assim como acontece com as mais magras e com qualquer pessoa que queira realçar ou disfarçar alguma parte do corpo, as roupas podem ajudar a valorizar o visual. Por isso, trazemos algumas sugestões retiradas de uma compilação de ideias apresentadas nos últimos eventos de moda plus size.

A cantora Adele é famosa pela voz e pelo bom gosto na hora de escolher as roupas. Foto: divulgação.

Dicas de moda plus size

Assim como a roupa apertada não fica bem, as muito frouxas também não. Disfarçar formas não significa escondê-las. O melhor é contornar as curvas do corpo e marcar a cintura, pois peças largas podem dar mais volume ao figurino.

É sempre bom marcar a cintura, mas tecidos de cores diferentes e muito apertados podem achatar a silhueta. O ideal é usar faixas ou marcações da mesma cor. Nesse caso, drapeados podem ajudar, mas sem exageros.

Uma recomendação antiga para disfarçar gordurinhas é usar preto. É verdade, funciona! Mas não é por isso que alguém precisa se privar de usar cores. É só escolher o modelo certo, com um bom caimento, que dá para compensar a aparência de volume maior dada pelos tons claros.

Outra dica importante que serve para qualquer pessoa é sempre chamar mais a atenção para a parte do corpo que mais te valoriza. Isso não significa usar um decote enorme ou uma roupa muito curta para mostrar as pernas, pois pode parecer vulgar. E, sim, dar destaque ao que mais lhe agrade.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

alana oliveira noronha

15 de abr de 2019

gostei do site

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de abr de 2019

Olá Alana,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Ficamos muito felizes que tenha gostado do nosso site.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!