Ervas que curam são usadas na dermatologia

O cultivo das plantas medicinais brasileiras permite a obtenção de produtos com melhor qualidade terapêutica

 

O cultivo das plantas medicinais permite a obtenção de produtos com melhor qualidade terapêutica

O cultivo das plantas medicinais permite a obtenção de produtos com melhor qualidade terapêutica.

Fitoterapia é uma forma de tratamento baseado em plantas medicinais. O uso de plantas para a cura de doenças e sintomas remonta aos princípios do homem na Terra. Atualmente, depois de muitos estudos sobre os efeitos terapêuticos, a eficácia das plantas vem sendo comprovada. Além disso, os fitoterápicos mostram-se altamente vantajosos em termos de custo e benefícios.

São consideradas plantas medicinais os vegetais que contêm um ou mais princípios ativos. Porém, as substâncias ativas não se encontram na planta em estado puro, mas sob a forma de complexos, maneira que seus diferentes componentes se completam e se reforçam na ação terapêutica.

Para o tratamento tanto de sintomas internos como externos, as plantas podem ser usadas na forma de chás, sucos, pós e tinturas. E para qualquer forma de preparo, devem ser usados utensílios de ágata, cerâmica ou vidro, e nunca alumínio.

No entanto, para que plantas nativas possam ser usadas na fitoterapia, é necessário um cultivo de forma racional, permitindo a reprodução e a perpetuação das espécies. Para isso, é preciso observar suas características ecológicas e implementar um manejo sustentável das mesmas. No caso de coleta de folhas e cascas, a exploração deve ser feita por meio de podas controladas, de forma a preservar a maior parte da planta.

Para vitiligo pode ser usado o chá de cipó-de-São-João, sob a forma de banhos diários ou infusão alcoólica.

Para vitiligo pode ser usado o chá de cipó-de-São-João, sob a forma de banhos diários ou infusão alcoólica.

Muitas espécies nativas podem ser cultivadas, não havendo necessidade de serem coletadas na natureza. São exemplo o jaborandi, a carqueja, a salsaparrilha e a espinheira santa. Quando se trata de plantas medicinais, a qualidade é essencial, pois as quantidades de princípios ativos presentes são relativamente pequenas e o material a ser utilizado como medicamento deve ser isento de resíduos e ter boas condições sanitárias.

O cultivo das plantas medicinais permite a obtenção de produtos com melhor qualidade terapêutica. Os fatores que levam a esse beneficiamento são: o cultivo de espécies melhoradas, variedades ou híbridos  que possuam os caracteres desejados e o melhor desenvolvimento das plantas, por causa do melhor manejo das condições do solo, do controle de pragas e doenças. Também, melhores condições de colheita e do processo de pós-colheita, com secagem em temperaturas adequadas e boas condições de armazenamento.

No curso Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, a professora Dr.ª Maria Bergo, ensina os conceitos do princípio ativo, formas de plantar e usar as plantas medicinais, como também os tratos culturais. Além disso, o curso traz módulos com informações sobre as plantas que são indicadas para o uso em dermatologia e as fórmulas da professora Bergo, que apresentam o passo a passo para se fazer loções, pomadas, cremes, chás, sabonetes, entre outros.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-Line de Viçosa, filiada e mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Várias plantas podem ser usadas no tratamento dermatológico. O alecrim, por exemplo, ajuda na cicatrização de feridas e úlceras. A babosa, além de cicatrizante é anti-inflamatória, sendo muito utilizada para queimaduras. A bardana tem propriedades fitoterápicas que ajudam em caso de furunculose, abcessos, acne e dermatoses purulentas. Para vitiligo pode ser usado o chá de cipó-de-São-João, sob a forma de banhos diários ou infusão alcoólica, aplicada sobre as manchas em dias alternados.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Andreia de souza castro

11 de set de 2018

Descobri o virtiligo a um mês, tenho 18 anos tenho a 4 anos na nuca agora no punho e na axila no mesmo lado sera q vão aparece novas manchas uso o cipo de são joão passando nas manchas des de já agradeço

Resposta do Portal Cursos CPT

11 de set de 2018

Olá Andreia,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Pode ser que apareça em novas partes do corpo, sugiro que consulte com uma dermatologista.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

 

Suzi

18 de jul de 2017

Informações de vitiligo

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de jul de 2017

Olá Suzi,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Vitiligo é uma doença cutânea que causa a perda gradativa da pigmentação da pele, geralmente com o surgimento de manchas em todo o corpo. É impossível prever a extensão da doença ou o quanto a pessoa perderá da cor da pele. Vitiligo pode afetar qualquer parte do corpo, até mesmo o cabelo, o interior da boca e os olhos.

Ele afetar pessoas de todos os tipos de pele, mas costuma ser mais perceptível em pessoas com pele mais escura. A condição não é contagiosa e nem representa um risco para a vida de quem a possui, mas pode afetar seriamente a autoestima do paciente e pode ser uma espécie de gatilho para o surgimento de problemas psicológicos, como a depressão. O tratamento para o Vitiligo pode desacelerar a doença e até mesmo melhorar a aparência da pessoa. Apesar de existir cura, ela não depende exclusivamente do método terapêutico, mas sim da reação do organismo a esse método.


Tipos

O vitiligo pode ser dividido em dois grandes grupos e, a partir daí, em sete tipos de vitiligo:
Vitiligo localizado

Nele, uma ou mais manchas podem surgir em, pelo menos, três partes do corpo, com evolução rápida (cerca de semanas ou alguns poucos meses) seguida de estabilização. A partir daí também não surgem novas manchas.

O vitiligo localizado pode ser classificado como segmentar, focal ou de mucosas. O tipo segmentar é caracterizado por manchas do formato de faixas e unilaterais, ou seja, de um lado só do corpo. A focal é o tipo em que aparecem manchas em duas ou três partes do corpo, como mãos, axilas, pés e pálpebras, e a de mucosas aparece somente em lábios e na região genital. O tipo focal de vitiligo é o mais comum de todos.
Vitiligo generalizado

Às vezes, o vitiligo do tipo focal desenvolve para a forma generalizada, embora isso não seja tão comum. As manchas são simétricas, acometendo os mesmos locais e em ambos os lados do corpo. O vitiligo generalizado pode evoluir rápida ou lentamente e pode, ainda, estabilizar depois de determinado tempo.

São quatro tipos distintos de vitiligo generalizado (vulgar, misto, universal e acrofacial). O mais comum deles é o tipo vulgar, em que surgem manchas simétricas em diversas áreas do corpo. O tipo misto consiste em uma mistura dos tipos vulgar e segmentar. Já o vitiligo universal, que é muito raro, acomete mais de 70% do corpo. Por último, o vitiligo do tipo acrofacial só leva ao surgimento de manchas no rosto, nas mãos e nos pés.

As causas de vitiligo ainda são desconhecidas. O que se sabe até agora é que a doença ocorre quando as células formadoras de melanina (melanócitos) morrem ou deixam de produzir melanina - o pigmento que dá garante a cor da pele, do cabelo e dos olhos. Os médicos ainda não sabem explicar por que os melanócitos param de cumprir sua função, mas acredita-se que vitiligo possa ser uma doença autoimune, em que o próprio sistema imunológico da pessoa ataca e destrói os melanócitos. 

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

JARBAS GOMES PEREIRA

29 de out de 2015

BOA TARDE,TENHO VITILIGO HÁ 15 ANOS,GOSTARIA APROFUNDAR MAIS SOBRE PLANTAS QUE CURAM. GRATO! JARBAS

Resposta do Portal Cursos CPT

30 de out de 2015

Olá, Jarbas!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jane Drummond

26 de out de 2013

Tenho um pé de Cipó São João e preciso fazer uma poda . Suas folhas estão bem miúdas e muito cheio de ramos já secos. Sua floração, neste ano, não foi boa.Tive que fazer, há algum tempo, uma poda drástica e o seu crescimento foi espantoso e, na época de floração cobriu de flores. Tenho receio de tornar a fazê-la e matar o pé. Podem me dar uma dica? Agradeço Jane

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de out de 2013

Olá, Jane!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site,

Recomendamos que procure um paisagista em sua cidade ou região para mais informações de como podar o Cipó de São João.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Cursos Relacionados

Curso Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais Curso Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais

Com Prof. Dr. Celso Trindade, Prof. Dr. Laércio Jacovine e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares Curso Cultivo e Uso de Plantas Condimentares

Com Prof. Dr. Celso Trindade e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Farmácia Viva - Utilização de Plantas Medicinais Curso Farmácia Viva - Utilização de Plantas Medicinais

Com Prof. Dr. Celso Trindade e Prof.ª Maria Luiza Sartório

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção Comercial de Plantas Medicinais Curso Produção Comercial de Plantas Medicinais

Com Prof. André Furtado

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Outros artigos relacionados à área Plantas Medicinais

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade