WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quer montar um canil? Podemos ajudar você!

Um canil não precisa ter instalações caras ou complexas para obter sucesso, mas estas devem ser funcionais e adequadas a cada raça

Quer montar um canil? Podemos ajudar você!

Para crianças, os cãezinhos são companhia certa, principalmente, porque os pais, absorvidos pela batalha do dia a dia, têm cada vez menos tempo para dedicar aos filhos. Isso sem falar da necessidade de proteção e segurança, que está levando cada dia mais pessoas a criar cães de guarda.

Mas essa paixão por cães pode, muitas vezes, transformar-se em uma alternativa de renda. Para isso, o descompromisso do início deve dar lugar ao profissionalismo, que significa cuidados especiais com o plantel, com as instalações adequadas e o bom gerenciamento.

Como montar um canil

 Os boxes do canil devem ter telas com 1,80 a 2 m de altura para impedir a fuga dos animais

É importante estar atento ao fato de que a raça determina o tipo e o tamanho das instalações, o manejo que deverá ser adotado e os custos necessários à implantação e à manutenção do empreendimento. Em suma, os principais pontos que devem ser observados para que o empreendimento tenha viabilidade econômica são: afinidade pela raça, facilidade e custo de criação, espaço disponível e valor comercial dos animais.

A área para a construção do canil, se possível, deve ser dividida em alas: uma ala de serviços, onde estariam o escritório, os depósitos de ração e materiais de uso diário e uma área para mistura de alimentos; a segunda ala seria para manejo dos animais, onde você encontraria os boxes para abrigos dos cães; uma área para banho e tosa, no caso das raças peludas que necessitam desse manejo; a área de exercícios e outra de maternidade.

Atualmente, um dos modelos bastante usados de canil é a construção das instalações em forma de T, onde os boxes para abrigos dos animais ocupam uma ala longa, formando a parte vertical do T, e o restante da estrutura fica no prédio, situado na porção superior da construção. O interessante desse modelo é que ele permite o canil crescer, de forma organizada, sem descaracterizar a construção, além de ser bastante funcional, pois os serviços são devidamente isolados.

I- Os Boxes


Os boxes nada mais são que abrigos e devem ser divididos em duas áreas: uma área para abrigo coberto e a outra para solário, pois os animais não devem ficar sem espaço para exercitar. Recomenda-se que esses abrigos apresentem um espaço de 8 m de comprimento por 2 m de largura, para cada dois cães de médio a grande porte. Entretanto, nunca se deve colocar dois machos juntos. Desses 16 m², um espaço de 2 m por 2 m servirá para a área coberta e o restante para o solário. No caso de animais de pequeno porte, 6 m² por casal já é o suficiente.

Na área coberta, deve haver uma parede, azulejada, com 1 m de altura ou mais, dependendo do clima da região, para proteger os animais de correntes de vento. Deve haver, também, um estrado de madeira sem verniz ou pintura, com aproximadamente 10 cm de altura do piso, para que o animal não fique em contato direto com o chão, evitando umidade, frio e surgimento de calo nas juntas, em animais de médio e grande porte.

Quanto ao solário, em geral, as separações de telas são as mais bonitas, duráveis e mais difíceis de serem ultrapassadas pelos cães. A tela galvanizada é a melhor opção, pois devido à maior quantidade de aço na sua constituição, elas enferrujam menos e por isso são mais duráveis. O que se vê, na maioria dos canis, é uma parede de alvenaria de 40 cm para cães de pequeno porte e 60 cm para os de grande porte. Sobre essa parede, colocam-se as telas com 1,80 a 2 m de altura, que seguramente impedem que os animais escapem.

II- Drenagem e sistema de escoamento


Os abrigos, assim como toda a instalação do canil, devem ter boa drenagem. Nada provoca mais aparecimento de odores e problemas de cães sujos do que pisos irregulares, com bolsões de água e urina. Por isso, é importante que o piso tenha um caimento, no mínimo, de 2% em direção às canaletas, para proporcionar o escoamento da água ou urina, de forma que não haja acúmulo. Além disso, o piso deve ser de concreto levemente escovado, com a superfície uniforme e sem irregularidades.

Além de uma boa drenagem o canil deve ter, também, um sistema de escoamento que seja prático e eficiente. Uma opção seria a construção de canaletas abertas ao longo de todo o canil, que são as mais simples e funcionais, pois você consegue visualizar se há obstáculos, impedindo a passagem da água e dos dejetos. Essas canaletas abertas podem, ainda, ter grades individuais, para cada box, sendo necessário levantá-las sempre que estiver lavando as instalações.

III- Área de exercícios


É imprescindível que a área de exercícios seja plana e gramada para que os animais possam brincar e correr sem o risco de se machucarem. Quando o canil tem o costume de deixar os animais por mais tempo nesse cercado, é importante reservar uma parte com sombra e deixar sempre um pouco de água para garantir conforto aos animais. Esse local, chamado de corredeira, é muito parecido com o abrigo, a única diferença é a ausência da casinha. A corredeira pode ter dimensões de 9 m de comprimento por 1,20 m de largura.

IV- Maternidade


O importante, nesse momento, é reservar um local quentinho, seco e tranquilo, longe de barulho, ventos e umidade, para que a fêmea se sinta segura e aconchegada para parir. Uma boa opção é construir uma caixa simples, de madeira, com bordas, para evitar que a mãe deite em cima dos filhotes ou evitar que algum recém-nascido caia da caixa. Recomenda- se colocar essa caixa sobre um estrado, com o objetivo de deixar o ambiente ainda mais aconchegante e adequado. Sobre a caixa, deve-se colocar uma lâmpada comum, de 60 a 100 W, para aquecer os animais, principalmente, durante a primeira semana de vida dos filhotes.

V- Área para banho e tosa


A área para banho pode ser um simples tanque azulejado, com chuveiro de água quente, uma mesa para ensaboar o animal, específica para a higienização dos cães, e um espaço cercado onde você possa deixar o cão solto até ele secar. Recomenda-se que esse tanque tenha uma altura do chão de 95 cm para facilitar o trabalho de quem vai dar o banho, comprimento de 1 m e largura de 67 cm.

Além disso, é interessante que, internamente, o tanque possua um pequeno batente, situado a 23 cm. Essa é uma alternativa para quem mexe com cães de diferentes portes, pois com uma tábua consegue-se regular a altura adequada para os diferentes tamanhos dos cães.

Depois do banho, o animal deve ser enxugado e penteado. Para esse serviço são necessários um secador fixo e a mesa, que deve ser própria para o serviço. É uma mesa muito prática, do tipo dobrável, constituída de metal e borracha, na superfície, para evitar que o animal escorregue. Além disso, são necessários escovas específicas, para cada raça, e pentes.

Quanto à tosa, serão necessários, além da mesa, a máquina e a pinça, porque é nesse momento que se deve arrancar os pelos dos ouvidos de algumas raças. Além disso, é necessária uma espécie de coleira, fixada à mesa, que irá segurar o animal, possibilitando que o trabalho seja feito com mais tranquilidade.

VI- Depósito de ração


Recomenda-se que o depósito de ração esteja sempre com a porta fechada. O alimento deve ser armazenado em baldes plásticos, estes sempre tampados. Outra opção é conservar a ração nas próprias embalagens, porém, sobre um estrado de madeira, para evitar a umidade e o ataque, principalmente, de roedores.

Conheça os Cursos CPT da área Pet.
Por Equipe CPT de Redação.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Marco Nascimento

13 de mai. de 2018

Gostaria de montar um canil para abrigar cães de rua. Gostaria de receber, uma planta desse Canil. Na verdade meu Projeto, é pra tirar cães das ruas.É um trabalho de utilidade pública,e não temos dinheiro.Tem que ser canil simples,barato,e ao mesmo tempo funcional.Vocês tem algum modelo,para nos auxiliar.Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

14 de mai. de 2018

Olá Marco,

Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo. Se desejar o CPT possui o Curso a Distância Como Montar um Canil que pode ser de grande ajuda.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Renata Castro Alves Fernaine

27 de nov. de 2016

Como montar canil

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de nov. de 2016

Olá Renata,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. O CPT possui o Curso a Distância Como Montar um Canil que pode ser de grande ajuda em seu negócio. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

SILVIO CÉSAR ARAGAO

25 de ago. de 2015

boa noite! Muito boa a iniciativa

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de ago. de 2015

Olá, Silvio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso artigo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Moisés Solimões Paiva Pinheiro

11 de dez. de 2014

Estamos precisando de ideias para construir o canil municipal de Benjamin Constant, trabalho na Vigilância Sanitária, além de faltar estrutura, não sabemos lhe dar com o problema. Mas a vontade de fazer a coisa certa é o nosso objetivo. Por favor, mandem ideias para meu Email, obrigado!

Resposta do Portal Cursos CPT

11 de dez. de 2014

Olá, Moisés!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Daniella ramos bom ribeiro

29 de dez. de 2013

Gostaria de saber o valor do livro sobre como montar um canil desde já agradecida!

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de jan. de 2014

Olá, Daniella!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso Como Montar um Canil.

Atenciosamente,

Vilmara Silva.

claudia heloisa m. lopes

26 de ago. de 2013

gostei do artigo sobre canis, minha preferência pelo Yorkshire

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de ago. de 2013

Olá, Cláudia!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!