WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Sim, os maracujazeiros precisam de sistema de sustentação!

Para a produção comercial de maracujá, os sistemas mais utilizados são a espaldeira vertical e o caramanchão

Sim, os maracujazeiros precisam de sistema de sustentação!   Artigos Cursos CPT

 

O maracujazeiro é uma planta trepadeira, necessitando de um sistema de sustentação para que seja amparada. O sistema de sustentação deve ser implantado, preferencialmente, antes do plantio das mudas. Caso contrário, deve ser instalado o mais rápido possível depois do plantio, pois as mudas crescem rapidamente e precisam de um tutor, para que comecem a crescer verticalmente.

“Para a produção comercial de maracujá, os sistemas mais utilizados são a espaldeira vertical e o caramanchão”, afirma Waldir Vicente dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Produção de Maracujá

- Espaldeira vertical


Nesse sistema, as mudas devem ser plantadas no meio de dois mourões. Normalmente, utilizam-se espaldeiras com um só fio de arame, por ser mais econômico. Mas, em regiões onde tem ventos fortes, é aconselhável o uso de mais de um fio. Os fios devem ser esticados através de catracas, presas nas extremidades da espaldeira. É importante, também, tratar os postes com preservativo de madeira, para aumentar sua vida útil. As pontas superiores dos mourões e estacas devem ser cortadas em diagonal, para evitar a infiltração de água e o consequente apodrecimento da madeira. Este sistema de sustentação é o mais utilizado em todo o país, pois apresenta menor custo de implantação, maior facilidade de construção e facilidade para realização dos tratos culturais.

- Caramanchão


Este sistema, também chamado de latada, consiste numa malha de fios sustentada por meio de postes. O espaçamento entre os postes que tem sido mais usado é de 4 X 5 m. As mudas são colocadas no meio de dois postes. A latada pode ter até 4 ha de área, se for bem construída e dimensionada. Silva et al. (2001) nos fornecem os seguintes detalhes desse modelo de latada:
- Os postes das esquinas, chamados de esquineiros, devem ter comprimento de 3 m e diâmetro entre 16 e 18 cm;
- Os postes do contorno da latada (mais externos) devem ter 3 m de comprimento e diâmetro de12 a 14 cm;
- Os postes de contorno e os esquineiros devem ser enterrados a 1 m de profundidade, formando um ângulo de 60° com o solo, e devem ser escorados com um esbirro ou rabicho. Os postes das esquinas devem ter dois esbirros.
- Os postes internos devem ter 2,5 m de comprimento e de 6 a 8 cm de diâmetro, devendo ser enterrados a 50 cm de profundidade;
- Nas duas faces frontais da latada são colocadas cordoalhas de sete fios, no topo dos postes;
- Sobre os postes internos, são estendidas cordoalhas de três fios, a cada 5 m, paralelas às cordoalhas de sete fios; e
- A malha é composta por arames especiais para fruticultura, que são presos nas cordoalhas frontais, distanciados 50 cm uns dos outros.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Uma fruta para plantar no quintal? M.A.R.A.C.U.J.Á!
Precisando fazer a poda do maracujá? Aprenda com as dicas abaixo!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Fruticultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!