Produção de acerola - tutoramento, podas, implantação de quebra-ventos e capina

Tutoramento, podas, implantação de quebra-ventos e capina são tratos culturais que devem ser realizados para que a produção de acerola dê bons resultados e lucros o ano inteiro

Produção de acerola -  tutoramento, podas, implantação de quebra-ventos e capina

 

A acerola, também conhecida como cereja das Antilhas, é uma das frutas que mais têm despertado o interesse dos produtores brasileiros. Trata-se de uma cultura perene, que produz durante praticamente o ano inteiro, e seu cultivo pode ser encontrado em todas as demais regiões do Brasil, porém, com menos intensidade nas regiões sul e sudeste, devido às baixas temperaturas durante o inverno. Entre as inúmeras frutíferas exploradas comercialmente no País, ela está entre as mais procuradas pelo mercado consumidor, devido ao seu alto grau de Vitamina C, outras vitaminas e sais minerais essenciais ao homem. Seja em forma de suco ou “in natura”, é crescente a demanda por esta fruta e é exatamente esta grande procura do consumidor que faz com que os produtores invistam cada vez mais nesta cultura. Os custos de implantação, manutenção e produção de um pomar de aceroleira variam de acordo com o local onde ele será instalado, a finalidade da produção e os tratos culturais adotados. Portanto, caberá aos produtores tomar todos os cuidados possíveis para que a produção tenha muito sucesso. Entre os tratos culturais indispensáveis à produção, citam-se o tutoramento, as podas, a implantação de quebra-ventos e a capina.

Tratos culturais necessários à produção de acerola

Este tutoramento tem o objetivo de auxiliar a formação de ramos voltados para o alto, impedindo que os frutos encostem no chão. Foto/crédito: Agricultura SP

Este tutoramento tem o objetivo de auxiliar a formação de ramos voltados para o alto, impedindo que os frutos encostem no chão. Foto/crédito: Agricultura SP

1- Tutoramento

Depois de plantada, a aceroleira necessita de um tutor para sua condução. Este tutoramento tem o objetivo de auxiliar a formação de ramos voltados para o alto, impedindo que os frutos encostem no chão. A intenção é deixá-la ereta e impedir a ação do vento sobre ela. Como tutor, pode ser usada uma estaca de madeira bem firme, com 80 cm de comprimento. Já em fase adulta, pode-se usar um sistema de tutoramento com arames para os ramos das plantas.

2- Podas

A acerola exige alguns tipos de podas desde o momento em que ela começa a soltar os ramos.

- Poda de formação: tem o objetivo de promover a formação da copa com três a quatro galhos mestres, distribuídos simetricamente, os quais formarão a estrutura básica da copa. Quando a planta estiver com 50 a 60 cm acima do nível do solo, faz-se um desponte, a fim de  diminuir a dominância apical sobre os ramos principais.

- Poda corretiva ou poda de limpeza: vai eliminar as brotações que surgem nos três ou quatro ramos principais, especialmente as que se dirigem para o solo. Esta prática é indispensável para facilitar a insolação e ventilação das plantas e evitar que esses ramos cubram o solo na área de projeção da copa e dificultem o trabalho de adubação e irrigação. A poda dos ramos indesejáveis deve ser feita tão logo se faça necessária. Quando a poda é feita tardiamente, além de ser trabalhosa e mais cara, pode determinar a formação de uma copa defeituosa. A poda corretiva deve ser efetuada sistematicamente, sempre após cada ciclo fenológico de produção ou sempre que necessária, de modo a manter as plantas na altura padrão do pomar. Uma planta bem conduzida torna o seu manejo mais fácil.

- Poda em fase adulta: em plantas adultas, já em produção, as podas devem ser efetuadas com o propósito de reduzir o tamanho dos ramos assimétricos em relação à arquitetura da copa. Cortam-se apenas os galhos muito vigorosos e mal localizados que dificultam tanto o trabalho de colheita quantos os outros tratos culturais.

A acerola exige alguns tipos de podas desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. Foto/crédito: Agricultura SP

A acerola exige alguns tipos de podas desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. Foto/crédito: Agricultura SP

3- Quebra-ventos ou barreiras vegetais

Os ventos são bastante prejudiciais ao produtor rural de acerola. Eles derrubam flores e folhas, derrubam frutos, expulsam insetos polinizadores e queimam novas brotações em regiões onde, no inverno, os ventos são frios. O método mais indicado para evitar esse problema é erguer barreiras vegetais, conhecidas como quebra-ventos, que amortecem o impacto da ventania e impedem que ela sopre diretamente sobre o pomar.

4- Capina

A capina é necessária para o controle das plantas daninhas, pois elas concorrem por água, luz e nutrientes, prejudicando o crescimento das plantas.

- Capina em pequenos plantios: para os pequenos plantios, a capina pode ser feita com o auxílio de enxadas, ou quimicamente, com o uso de herbicidas.

- Capina em grandes plantios: nos grandes plantios, a prática tem sido a eliminação das invasoras na linha de plantio, usando-se herbicidas ou capina manual e, nas entrelinhas, a roçadeira. Este sistema retém a umidade do solo, diminui sua temperatura, controla a erosão, fornece sustentação aos inimigos naturais das pragas da acerola e evita cortar raízes das plantas.

Nos grandes plantios, a prática tem sido a eliminação das invasoras na linha de plantio, usando-se herbicidas ou capina manual e, nas entrelinhas, a roçadeira. Foto/crédito: Agricultura SP

Nos grandes plantios, a prática tem sido a eliminação das invasoras na linha de plantio, usando-se herbicidas ou capina manual e, nas entrelinhas, a roçadeira. Foto/crédito: Agricultura SP

Conheça os Cursos CPT, da área Fruticultura, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas. Entre os Cursos, destacam-se:

Curso CPT Produção de Acerola

Curso CPT Produção de Morango

Curso CPT Produção de Maracujá

Curso CPT Produção de Limão Taiti

Curso CPT Produção de Banana

Curso CPT Produção de Mamão

Curso CPT Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas

Por Silvana Teixeira

Cursos Relacionados

Curso Produção de Banana Curso Produção de Banana

Com Prof. Especialistas do Frupex

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Limão Taiti Curso Produção de Limão Taiti

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Acerola Curso Produção de Acerola

Com Prof. Dr. Flávio Alencar

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Mudas Frutíferas Curso Produção de Mudas Frutíferas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Maracujá Curso Produção de Maracujá

Com Prof. Waldir Vicente dos Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Valdilene

19 de mai de 2017

Otimas informações

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de mai de 2017

Olá Valdilene,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

 

paulo afonso de sousa costa

28 de fev de 2016

A poda das aceroleiras devem ser feitas depois da produção nos pequenos quintais?

Resposta do Portal Cursos CPT

29 de fev de 2016

Olá Paulo Afonso,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Na cultura da aceroleira, a poda drástica pode ser realizada uma vez ao ano e durante o repouso vegetativo (inverno), para reduzir os galhos de maior vigor. É importante que a planta esteja bem nutrida. Tenha cautela na realização do procedimento, para não prejudicar a produção da fruteira. A realização de uma poda de limpeza já é o suficiente para eliminar ramos secos e aumentar a penetração de luz solar, facilitando o manejo. O volume da copa da aceroleira está relacionado diretamente com a produtividade da planta.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Donizete Toledo

4 de jun de 2015

Temos um pé de acerola em nossa propriedade que fornece frutos com defeito, manchas, aparência de estragada.O que fazer ?

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de jun de 2015

Olá, Donizete!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações seria interessante consultar um consultor na área.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Fruticultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade