Pragas do maracujá - controle da Broca-do-Maracujazeiro, Besouro-das-Flores e Besouro-do-Botão Floral

Pragas do maracujá - controle da Broca-do-Maracujazeiro, Besouro-das-Flores e Besouro-do-Botão Floral

A Broca-das-Flores ataca as folhas novas e as flores do maracujá, prejudicando a produção.

Broca-do-Maracujazeiro

Também chamada de Broca-da-Haste, essa praga provoca prejuízos no pomar, quando está na fase larval, pois ela se desenvolve no interior do ramo do maracujazeiro. Quando chega à fase adulta, sai do ramo através de um pequeno orifício. A Broca-do-Maracujazeiro ocorre mais frequentemente em plantios novos, localizados em áreas recém-desmatadas, na periferia da plantação e próxima à vegetação nativa.

Besouro-das-Flores

Conhecido também como Praga do Girassol, esse besouro se esconde no interior das folhas, durante o dia, alimentando-se à noite. Ataca as folhas novas e as flores do maracujá, prejudicando a produção.

Besouro-do-Botão-Floral

Essa praga causa a perfuração e queda do botão floral.

CONTROLE

O controle químico dos três tipos de besouros pode ser feito por meio de pulverizações com um dos seguintes produtos: Cartap BR 500 a 0,12%, Cartap 500 a 0,12%, Fention 500 a 0,1% ou Malation 500 CE a 0,25%, sempre em relação ao produto comercial.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Fruticultura, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas (CPT), entre eles o Curso Produção de Maracujá.

Por Andréa Oliveira.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre as Pragas e Doenças do Maracujá:

Controle preventivo

PRAGAS DO MARACUJÁ

Controle de pulgões, percevejos e lagartas

Controle da Mosca-das-Frutas, Mosca-do-Botão-Floral e Tripes

Controle de cupins e ácaros

Controle das abelhas domésticas e Irapuás

Como usar defensivos para o controle de pragas

DOENÇAS DO MARACUJÁ

Controle do Damping Off, Antracnose, Verrugose, Septoriose e Alternariose

Controle da Fusariose ou Murcha e Podridão-do-Colo

Controle da Bacteriose

Controle de Nematoides

Medidas preventivas contra a Morte Prematura

Como usar defensivos para o controle de doenças

Cursos Relacionados

Curso Produção de Mamão Curso Produção de Mamão

Com Prof. Especialistas do Frupex

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Banana Curso Produção de Banana

Com Prof. Especialistas do Frupex

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Limão Taiti Curso Produção de Limão Taiti

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Goiaba Curso Produção de Goiaba

Com Prof. Pesquisadores da Goiabrás

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas Curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Mudas Frutíferas Curso Produção de Mudas Frutíferas

Com Prof. Dr. Dalmo Lopes de Siqueira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

carlos artur silva freitad

2 de abr de 2015

Vc tem curso para plantação de abacate?

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de abr de 2017

Olá, Carlos Arthur!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ademir schmitz

22 de fev de 2015

Gostaria de saber se existe algum tipo de inseticida para passar sobre o maracujazeiro pois tem alguns perfurando as flores e assim acabam caindo.

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de abr de 2017

Olá, Ademir!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que consulte um especialista para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

RUBENS DE ARAUJO NUNES

25 de fev de 2014

Preciso de informações detalhadas para realizar cursos e obtenção de certificados.

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de abr de 2017

Olá, Rubens!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos CPT.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Ana Paula Lopes

4 de fev de 2014

Olá sou agricultora estou no ramo da fruticultura recentemente estou tendo alguns problemas na minha lavoura tais como: mosca das frutas, tripes, percevejos os mais preocupantes gostaria de mais informações complementares sobre o assunto preciso urgente me inteirar pois estou atualmente sob minha responsabilidade um plantio de maracujá sol do cerrado de 15 ha no sul de Minas gerais aguardo resposta att;Ana Paula Lopes.

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de abr de 2017

Olá, Ana Paula!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

- Percevejos: os percevejos sugam a seiva de todas as partes da planta, ocasionando a queda de botões florais e de frutos novos e o murchamento de frutos mais desenvolvidos. Os percevejos depositam seus ovos na face interior das folhas, em número de seis a nove, e as larvas e ninfas preferem os brotos. Inicialmente, o seu controle deve ser feito por métodos culturais, que consistem em manter o mato roçado no interior e nas áreas próximas à lavoura, bem como na eliminação das plantas daninhas hospedeiras, como é o caso do melão-de-são-caetano. Se mesmo assim a praga continuar presente no pomar, o controle químico poderá ser feito através de pulverizações com os seguintes inseticidas: Lebaycid 500, Malatol 500 CE, Dipterex 500.

- Mosca-das-frutas: as moscas-das-frutas atacam os frutos jovens ou maduros do maracujazeiro, depositando seus ovos sobre a casca que, ao eclodirem, darão origem às larvas. As larvas penetram no fruto, provocando o seu murchamento, antes de atingir a maturação, e muitas vezes destróem a polpa do fruto, inutilizando-o para o consumo.Quando vai se transformar em pupa, ela faz um orifício no fruto, caindo no solo, quando se transforma em mosca na forma adulta. Seu controle é feito através de iscas atrativas, que são preparadas com 100 L de água, sete litros de melaço de cana e um inseticida fosforado indicado para esse fim, como é o caso do Malation 500 CE a 0,35%, o Fention a 0,1% (R) e o Triclorfon 500 a 0,24% do produto comercial. Nas regiões onde o melaço é dificilmente encontrado, este pode ser substituído por um quilo de proteína hidrolisada ou cinco quilos de açúcar cristal. Podem ainda ser utilizados como atrativos 50 L de garapa diluídos em igual volume de água ou suco de fruta, especialmente maracujá, diluído em quatro vezes o seu volume em água.

- Tripes: o tripes ataca os botões florais e frutos novos, causando o aparecimento de lesões superficiais na casca, depreciando a qualidade do fruto. O controle pode ser conseguido através de pulverizações com Dimetoato a 0,10 a 0,15% (Perfekthion 400 CE a 0,15% ou Dimexion a 0,10 a 0,15%).

Para mais informações o CPT possui o Curso Produção de Maracujá que poderá lhe auxiliar.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Fruticultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade