WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dicas importantes para cultivar marmelo

O marmelo (Cydonia oblonga) é um fruto típico do Oriente Médio, adaptado a regiões de clima temperado

Dicas importantes para cultivar marmelo

O marmeleiro (Cydonia oblonga) é uma frutífera típica do Oriente Médio, adaptado a regiões de clima temperado. A planta requer vários tratos culturais, especialmente a aplicação de fitossanitários. O marmelo não é consumido in natura, mas sim como doce (marmelada), compota, geleia, licor, xarope, sopa e até mesmo pratos salgados. A pectina presente no marmelo também é utilizada nas indústrias farmacêutica e de cosméticos.

Plantio e espaçamento


O plantio de marmelo é feito com mudas de raízes nuas, mais especificamente em junho e julho. Estas são originadas de estacas enraizadas de cultivares que requerem interpolinização. O espaçamento básico é de 5 x 3 metros; já na condução do marmelo com poda drástica o espaçamento é de 5 x 2 metros.

Controle da erosão e calagem


Para controlar a erosão, o plantio deve ser feito em nível ou com corte das águas, em patamares ou banquetas, em terrenos com maior declive. Capinas ou uso de roçadeira em ruas alternadas também são necessários no período das chuvas. Já a calagem deve ser feita com base na análise de solo. No processo, deve ser aplicado calcário, por todo o terreno, antes do plantio, para elevar a saturação por bases a 70%. Este deve ser incorporado ao solo por aração e/ou gradagem.

Adubação


Na adubação de plantio, 30 dias antes, por cova, devem ser aplicados 2 kg de esterco de galinha (curtido) ou 10 kg de esterco de curral (curtido), 1 kg de calcário magnesiano, 160 gramas de P2O5 e 60 gramas de K2O. Já em cobertura, devem ser aplicados 60 gramas de nitrogênio, bimestralmente, em quatro parcelas de 15g, ao redor da planta, a partir da brotação das mudas do marmelo. Na adubação de formação, devem ser aplicados, por planta, 20 a 60 gramas de N, P2O5 e K2O.

Na adubação de produção, a partir do 6º ano, devem ser aplicados, por hectare, 3 toneladas de esterco de galinha (curtido) ou 15 toneladas de esterco de curral (curtido), 70 a 140 kg de N, 20 a 100 kg de P2O5 e 20 a 120 kg de K2O. Assim como na adubação de plantio e formação, o nitrogênio deve ser aplicado, bimestralmente, em quatro parcelas, ao redor da planta, a partir da brotação das mudas.

Irrigação e outros tratos culturais


A irrigação do marmelo é essencial no período da seca. Ela deve ser feita por sulcos ou bacias, ou substituída parcialmente com o uso de cobertura morta. Além disso, devem ser realizadas capinas e desbrotas. Sem falar das podas de formação, limpeza e/ou encurtamento para frutificação.

Colheita e produtividade


A colheita do marmelo ocorre de fevereiro a março. Devem ser colhidos os frutos de vez a maduros. Eles devem estar firmes e com cor amarelada. Quando conduzido adequadamente, o marmeleiro produz, por hectare, até 18 toneladas de frutos.

Conheça os Cursos CPT da Área Fruticultura:

Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas

Produção de Mudas Frutíferas

Como Tornar Seu Sítio Lucrativo

Fonte: frutiferas.com.br

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Implantação de Pomar e Cultivo de Frutíferas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!