Manejo de papagaios, araras e maritacas

Nutrição e instalações adequadas são fatores essenciais para manutenção da saúde e procriação dos psitacídeos

 

Criação comercial de psitacídeos

 Pode-se construir um conjunto de viveiros aéreos feitos com tela soldada à prova de camundongos e pardais

Os papagaios, araras e maritacas, na verdade, fazem parte de um grande grupo de aves, os Psittaciformes, chamados popularmente de aves de bico torto. Esse grupo ocorre não só na América do Sul, mas, também, na África e Austrália; possui mais de trezentas espécies e adicionalmente algumas centenas de subespécies e raças artificiais criadas pelo homem, como os diversos periquitos e agapornis. Os chamados Psitacídeos sul americanos possuem cerca de 65 espécies.

A primeira importação de psitacídeos foi feita pela Europa em 327 a.C., quando um soldado do exército de Alexandre, o Grande, chamado Oneskritosde, resolveu levar para a Grécia algumas aves como lembrança, em seu retorno, após a campanha na Índia contra os Persas. Este contrabando surtiu tanto efeito que, após aquela data, as exportações da Ásia para Europa não pararam.

 

“Essa grande atração que os psitacídeos exercem sobre o homem tem um enorme preço para essas aves. Esse grupo, além de sofrer com a destruição de seus ambientes naturais, sofre com a intensa coleta para abastecimento do mercado de pets. Realmente, de todas as demais aves, a ordem Psittaciformes é a que possui maior número de espécies ameaçadas de extinção”, afirma Paulo Augusto Ribeiro Machado, professor do curso Criação Comercial de Papagaios, Araras e Maritacas, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

 

Atualmente, uma das soluções para a preservação dos psitacídeos é a sua criação comercial. Sabe-se que a repressão ao tráfico, por mais forte que seja nunca conseguirá acabar com ele. Além disso, o homem tem necessidade de conviver com animais silvestres desde a pré-história. Assim, pode-se deduzir que é muito difícil impedir que alguém compre um papagaio, mas pode-se fazer com que se compre esta ave de um criador devidamente registrado.

 

Viveiros e Ninhos Adequados

 

Pode-se construir um conjunto de viveiros aéreos feitos com tela soldada à prova de camundongos e pardais. Esta possui a vantagem de ser mais higiênica e não exigir armações fortes, porém, é mais cara e de difícil aquisição no país. Como alternativa, pode-se usar tela trançada. No entanto, o arame deve ser sempre galvanizado e de muito boa qualidade. Como os psitacídeos usam o bico para auxílio na locomoção vertical, já foram observados casos de intoxicação pela ferrugem ou resíduos de metal em aves que habitavam viveiros com telas de má qualidade.

 

Da mesma forma, é muito importante que os locais onde ficarão os ninhos e comedouros sejam protegidos contra chuvas ou excesso de calor. Assim, deve-se colocá-los em local coberto com telha. Também é interessante permitir certa privacidade às aves perto do local dos ninhos. Os mais eficientes são aqueles feitos de madeira, podendo possuir várias formas o que depende da espécie de ave em questão. A forma do ninho mais usada e aceita é a retangular. Esta pode ser vertical ou horizontal, ou seja, respectivamente mais fundo ou mais largo.

 

Dimensões Ideais dos Viveiros e Ninhos

 

Pode-se, portanto, construir viveiros intermediários que, ao mesmo tempo, contenha as aves e confira certa possibilidade de exercício. Daí a importância dada ao comprimento dos viveiros, permitindo um voo reto e economizando espaço. Para araras maiores, as medidas do viveiro são 4 x 1,5 x 2 ou 6 x 1,5 x 2 m , já as medidas do ninho são 40 x 40 x 90 ou 75 x75x90 . Para papagaios e araras menores, as medidas do viveiro são 3 x 1,2 x 1,5 m , já as medidas do ninho são 35 x 35 x 60 . Finalmente, para as jandaias, as medidas do viveiro são 2 x 0,9 x 1,5 m , já as medidas do ninho são 20 x 20 x 50 .

 

Manejo com os Poleiros

 

Os poleiros podem influenciar consideravelmente na fertilidade dos ovos. Deve-se sempre colocá-los na horizontal, tomando o cuidado para não escolher poleiros muito grossos ou finos. A ave deve ser capaz de agarrá- los com firmeza, do contrário, pode não ter equilíbrio na hora do cruzamento. Podem ser colocados apenas dois poleiros nas extremidades dos viveiros para incentivar o voo. A madeira deve ser macia porque os poleiros também servem como um brinquedo para a ave poder roer, exigindo, portanto, frequentes trocas.

 

Aspectos Relacionados à Alimentação

 

A semente de girassol, antigamente dada como o alimento básico para a maioria dos psitacídeos, hoje é vista apenas como um dos importantes itens alimentares que, entretanto, deve ser oferecido com cuidado. Apesar do seu excelente nível proteico, o girassol contém uma alta concentração de lipídeos. Sua administração em excesso engorda a ave e aumenta muito o nível de colesterol no sangue, provocando uma baixa atividade sexual e infertilidade do casal.

 

Daí a necessidade de se balancear a dieta das aves, fornecendo a elas frutas, legumes e verduras, estes devem ser dados como complemento a uma alimentação básica composta de ração especial e sementes variadas (tanto leguminosas como cereais). Sementes e ração devem ser dados preferencialmente na parte da tarde por serem mais resistentes ao sol e poderem passar a noite sem perder a qualidade nutricional ou se deteriorarem. Frutas, legumes e verduras, fundamentais para os psitacídeos, são dados na parte da manhã, quando o tempo está mais fresco.

 

Confira mais informações, acessando os cursos da área Animais Silvestres.

 

Por Andréa Oliveira

 

Cursos Relacionados

Curso Criação de Serpentes Para Produção de Veneno Curso Criação de Serpentes Para Produção de Veneno

Com Prof. Stefan Tutzer

R$ 460,00 à vista ou em até 12x de R$ 38,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis

Com Prof. Paul Richard

R$ 298,00 à vista ou em até 12x de R$ 24,83 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Avestruz - Reprodução, Cria e Recria Curso Avestruz - Reprodução, Cria e Recria

Com Prof.ª Dr.ª Miriam Giannoni

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Maya Valentina Carvalho monteiro

2 de jun de 2019

O curso de manejo e criação de araras, papagaios e maritacas, você possui para venda? Se tiver, como posso adquirir?

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jun de 2019

Olá Maya Valentina Carvalho,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

No momento, ainda não possuímos cursos sobre o manejo de tais aves.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Claudia Gonçalves

5 de fev de 2019

Boa tarde, gostaria de fazer o curso para papagaios. Aguardo um contato. Obrigada Att Claudia Gonçalves

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de fev de 2019

Olá Claudia,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações sobre os cursos.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Maria do Carmo P Jardim

24 de mai de 2017

Quero fazer o curso para manejo de papagaios. Aguardo retorno.

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de mai de 2017

Olá Maria do Carmo,

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Marcos Menegassi

17 de mai de 2017

Boa Tarde, como faço para adquirir o material do curso sobre criação de Araras?? Att, Marcos

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de mai de 2017

Olá Marcos,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Douglas Roberto SIlva

11 de out de 2016

Bom dia, gostei muito da sua matéria, eu estou fazendo um trabalho sobre as Maritacas com meus alunos para um Torneio de Robótica da First Lego League e gostaria de saber se você pode nos ajudar, dando uma entrevista, via e-mail ou Skype.

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de out de 2016

Olá Doulgas,

Por encaminhe um e-mail para grupocpt@gmail.com.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Érika Leão

19 de jul de 2016

Bom dia! Gostaria de saber sobre a convivência de papagaio e maritaca no mesmo viveiro. Obrigada

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de jul de 2016

Olá Érika,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. É recomendado que estas aves fiquem separadas.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ALESSANDRA CRISTINE SOARES

1 de jul de 2016

BOM DIA! SOLICITO INFORMAÇÕES VIA WATSAPP SOBRE CURSOS

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de jul de 2016

Olá Alessandra,

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Animais Silvestres

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade