Os defensivos agrícolas são veneno?

Uma determinada substância pode ou não ser veneno dependendo da dose; portanto, os defensivos agrícolas podem ser seguros quando em baixa dosagem

Aplicação de defensivo agrícola via irrigação
 

Será realmente que os defensivos agrícolas são veneno? Segundo Paracelsus, o pai da toxicologia, podemos conceituar algo como veneno conforme a dosagem. Por esse motivo, os defensivos agrícolas são indicados por engenheiros agrônomos, especialistas no assunto, assim como os antibióticos que usamos são prescritos por médicos. Ambos usados em altas doses podem ser considerados venenos. Entretanto, quando indicados na dose correta, promovem inúmeros benefícios.

Em outras palavras, uma determinada substância pode ou não ser veneno dependendo da dose. Portanto, os elementos tóxicos podem ser seguros quando em baixa dosagem. Isso ocorre tanto com os defensivos agrícolas como os produtos farmacêuticos. Até mesmo o aparentemente inofensivo chá de boldo pode ser tóxico em altas doses.

A lista não para por aí! O sal na mesa dos restaurantes do país pode ser considerado veneno para o organismo humano, quando utilizado em dose elevada, assim como o uso exagerado de açúcar. Em excesso, ambos podem causar sérias doenças ao nosso corpo, como hipertensão arterial ou diabetes. Isso sem falar de tantos outros males causados pelo consumo de sal e açúcar em quantidades elevadas.

Os repelentes usados em crianças, idosos e em pets, por exemplo, contêm pesticidas. Entretanto, como protegem o corpo do ataque dos pernilongos e mosquitos, não são considerados veneno. Por que então os defensivos agrícolas devem ser obrigatoriamente considerados veneno? Estes são usados na dose correta, mas os repelentes são utilizados sem limitações, principalmente por serem comercializados sem restrições, o que não ocorre com os pesticidas.

Infelizmente, a falta de informação deturpa o verdadeiro significado e propósito dos defensivos agrícolas. Desde o agricultor até o consumidor final os pesticidas utilizados na agricultura são vistos de forma negativa. Todos se esquecem de que, em muitos casos, são eles os responsáveis pela grande variedade de frutas e hortaliças diariamente produzidas e comercializadas em todo o país. Sem eles, muitas pragas não permitiriam que as lavouras vingassem. Já pensaram nisso?

Segundo os Professores Rubens Alves de Oliveira, Marcio Mota Ramos e Rogério Faria Vieira, do Curso CPT Aplicação de Fertilizantes e Defensivos Via Irrigação, bastante utilizada nas regiões de todo o país, a aplicação de defensivos agrícolas resulta em maior eficiência, menor custo operacional e maior produtividade das culturas.

Entretanto, mesmo com a alta produtividade de frutas e hortaliças, os brasileiros ainda se alimentam mal. Quando comparados aos italianos, consumimos apenas 40 a 42 kg por ano (per capita) de frutas e hortaliças (Sul/Sudeste). Já os italianos consomem 160 kg por ano (per capita).

Esse quadro tem de mudar, pois, segundo o INCA - Instituto Nacional do Câncer - consumir diariamente frutas e hortaliças de boa procedência auxilia na prevenção do câncer, além de outros inúmeros benefícios à saúde humana.

A maior parte das frutas e hortaliças produzidas no país é de excelente procedência, pois são cultivadas com práticas agrícolas embasadas na tecnologia de ponta e no uso adequado de defensivos. Portanto, consuma-os sem medo!

Por Andréa Oliveira.

Fonte: Rumy Goto, professora do Curso CPT Cultivo de Pepino em Estufa e membro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável.

Cursos Relacionados

Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa

Com Prof. Luiz Geraldo de Carvalho Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Daniel Izidoro de Moraes

7 de set de 2015

Parabéns pela matéria, muito boa. Só queria que fosse corrigido o termo defensivos agrícolas pois eles são usados por multinacionais para vender seus produtos, o termo certo seria como está na constituição brasileira AGROTÓXICO. Não se há muitos estudo sobre efeitos específicos dos agrotóxicos no ser humano mais sabe se que quando usado ele pode ser absorvido pela planta. Não estou dizendo que seja contra ou a favor do uso de agrotóxicos mais acho que deveria fazer uma analise desta outra face. No entanto parabéns pelo site e todo conteúdo no geral, gosto muito do trabalho de vocês. Daniel Moraes, acadêmico do curso bacharel em agronomia (UNEMAT) danielmorais_agro@outlook.com

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de set de 2015

Olá, Daniel!

Agradecemos seu comentário e sugestão.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Agricultura Orgânica

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade