Inhame orgânico - 10 dicas para o sucesso da sua plantação

Milhões de pessoas vêm buscando pelos chamados "alimentos do futuro", ou seja, alimentos com mais qualidade e livres de agrotóxicos. O inhame orgânico está entre os mais requisitados

Inhame orgânico - 10 dicas para o sucesso da sua plantação

 

Cada vez mais conscientes da grande necessidade de se consumir alimentos saudáveis, não só em benefício da natureza como também da própria saúde, atualmente, milhões de pessoas vêm buscando pelos chamados “alimentos do futuro”, ou seja, alimentos in natura, com mais qualidade, e livres de agrotóxicos, também conhecidos como alimentos orgânicos. Os alimentos orgânicos apresentam como vantagem os maiores teores de carboidratos e matéria seca, significando que, no consumo de um produto orgânico, o consumidor ingere um percentual a mais de “alimento real” e entre os mais requisitados no mercado está o inhame.

O sistema orgânico de produção é um processo vivo, na qual os ‘fatores naturais’ constituem as ferramentas para realização de uma ‘agricultura viva’, na qual o produtor deve sempre buscar soluções locais para quaisquer tipos de problemas em sua lavoura, tendo em mente a busca do equilíbrio ambiental e a sustentabilidade. Desta forma, realizar agricultura orgânica não é simplesmente substituir os insumos químicos por orgânicos. A adoção desse sistema de produção requer do produtor rural uma mudança de mentalidade e de atitude. É preciso que ele entenda profundamente os processos vivos, que utilize toda sua capacidade de observação e de relacionar os fatos, para aproveitar ao máximo todo o potencial dos ciclos naturais.

Se você pretende iniciar uma plantação orgânica de inhame, abaixo 10 dicas que poderão orientá-lo  e induzi-lo ao sucesso na investida. Confira!

1. O inhame desenvolve-se melhor em solos areno-argilosos ou mesmo arenosos, leves e bem drenados, com pH na faixa de 5,5 a 6. A temperatura média para o seu bom desenvolvimento deve ser de 23 a 25 graus centígrados e o excesso de umidade no solo pode provocar apodrecimento e brotação dos rizomas.

2. Caso o teor de fósforo no solo seja baixo, recomenda-se adicionar fosfato natural ao composto orgânico, ou aplicá-lo diretamente no solo, antes do plantio.

3. Todas as partes do inhame podem ser usadas no plantio. No entanto, a parte de cima apresenta melhor pegamento do que as partes do meio e da ponta, pois tem maior quantidade de gemas. É preciso deixar os rizomas em repouso, após cortados, em local ventilado, para que a parte cortada cicatrize, formando um “selo” que impede a entrada de patógenos.

4. O inhame pode ser plantando em sulcos abertos no solo, ou em leiras. A altura das leiras deve ser de, pelo menos, 30 centímetros. Deve ser feito um sulco no topo das leiras, com cerca de 15 centímetros de profundidade. Neste sulco, é distribuído o adubo, na dose de um quilo de composto orgânico ou esterco de gado por metro linear.

5. Ao adubar, recomenda-se 15 toneladas por hectare de composto orgânico ou esterco curtido de curral, ou 5 toneladas de esterco de aves. Dois terços desta adubação (10 toneladas por hectare) podem ser usados no plantio, reservando um terço para a adubação em cobertura.

6. As mudas de inhame devem ser distribuídas ao longo da leira ou do sulco, colocando-se a parte cortada virada para baixo. Após a distribuição, as mudas devem ser cobertas com uma camada de 5 centímetros de terra. O espaçamento entre linhas e entre plantas depende da forma de condução da lavoura, da fertilidade e do tipo de solo:
- para a cultura rasteira, o espaçamento pode ser de 80 a 90 centímetros entre linhas por 20 a 30 centímetros entre plantas.
- no caso do tutoramento, recomenda-se o espaçamento de 1,20 m entre linhas e 40 a 60 centímetros entre plantas.
Se o solo for fértil e a umidade alta, recomenda-se a utilização de espaçamentos mais apertados, para evitar que as raízes cresçam muito, o que dificulta sua aceitação em mercados mais exigentes.

7. Realize capinas até os 100 primeiros dias após o plantio, impedindo a disputa por nutrientes com ervas daninhas.

8. A adubação em cobertura deverá ser feita em torno de 90 dias após o plantio. Aplicar o adubo lateralmente às linhas de plantio, e cobri-las com terra por ocasião da capina. A dosagem é de 5 toneladas por hectare de composto orgânico ou de esterco de gado curtido.

9. Quando plantado durante o período chuvoso, o inhame não precisa de irrigação, pois é bastante resistente à seca, suportando bem os períodos de veranico. No caso da antecipação do plantio para julho ou agosto, em locais de inverno ameno, o uso de irrigação após o plantio apressa a brotação e favorece o desenvolvimento inicial das plantas. Dessa forma, é possível obter colheitas precoces e melhores preços na comercialização.

10. O tutoramento é feito com varas com dois metros de comprimento. Pode-se utilizar uma vara por planta ou uma para cada duas plantas, para economizar. Também pode-se fazer o tutoramento na forma de cerca cruzada, semelhante ao utilizado na cultura do tomate.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Agricultura Orgânica, entre eles o Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Cursos Relacionados

Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa

Com Prof. Luiz Geraldo de Carvalho Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino Curso Cultivo Orgânico de Tomate, Pimentão, Abóbora e Pepino

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame

Com Prof. Carlos Alberto e Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Agricultura Natural Curso Agricultura Natural

Com Prof. Kunio Nagai, Prof. Newton Miyasaka e Prof. D...

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

joao dias de sales

26 de mar de 2018

Gostei muito do conteúdo. Tenho buscado sempre me aperfeiçoar mais e mais com relação a produção orgânica de inhame e raízes em geral

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de mar de 2018

Olá João Dias,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Agricultura Orgânica

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade