Resultados da busca para "etapas-dos-processos-de-higiene-desinfeccao-e-assepsia-no-setor-agroindustrial"

Lançamentos CPT: 3 cursos para você alcançar seu sucesso profissional

O Centro de Produções Técnicas LTDA - CPT - empresa especializada na produção de Cursos a Distância, inova mais uma vez e sai na frente com os seguintes lançamentos: Curso Profissionalizante de Processador de Carne de Peixes; Curso Profissionalizante de Processador de Carne Suína e Curso Profissionalizante de Processador de Carne de Frango.

Os profissionais em falta no mercado

Alguns profissionais têm sido procurados por muitas empresas, mas está difícil encontrá-los. São pessoas com alto grau de especialização e preparo, por isso quase nunca ficam disponíveis. Eles geralmente ocupam vagas de gestão, principalmente em grandes corporações. Os salários são altos, mas fazem jus à complexidade e a especificidade do trabalho. Um levantamento feito pela consultoria EXEC a pedido da revista Exame, mostra quais são esses profissionais raros e muito valorizados no mercado brasileiros. São eles: Engenheiros e técnicos para a perfuração de poços de petróleo e gás natural: a área de petróleo e gás como um todo é bem deficiente de pessoal especializado no país. Muitas empresas chegam a importar mão de obra. No entanto, o déficit é ainda maior quando se trata de profissionais para trabalhar na perfuração de poços. Além de preparação muito específica, está cada vez mais difícil encontrar pessoas dispostas a passar muito tempo nas plataformas em alto-mar. Gerentes de incorporadoras com foco na captação de terrenos: o crescimento do mercado da construção abriu espaço para profissões bem mais específicas. Esse tipo de profissional costuma ser formado na área de gestão, mas possui grande experiência e olho clínico para encontrar bons terrenos e realizar bons negócios. Ele ainda precisa ter bom relacionamento com prefeituras e outros órgãos públicos, bem como com outras empresas e pessoas envolvidas no setor. Muitos profissionais estão migrando de outras áreas para trabalhar no setor imobiliário. Gerentes e engenheiros de obras voltadas para a geração de energia: os projetos para a geração de energia são empreendimentos grandiosos, feitos por grandes empresas ou pelo próprio governo e subsidiárias. Para trabalhar nessa área é preciso ter conhecimento técnico em gestão e engenharia, além de muita experiência para lidar com problemas ambientais, locais isolados e o próprio gerenciamento de pessoas em condições especiais. A falta desses profissionais se agrava quando se trata de fontes energéticas menos comuns, como a eólica e a solar. Gerentes agrícolas: esses não parecem estar em falta, visto o grande número deles no mercado. No entanto, a demanda ainda é muito maior, por conta do grande sucesso do agronegócio brasileiro. As deficiências vêm exatamente dos setores que mais produzem para a exportação, como a soja e o setor sucroalcooleiro. O gerente agrícola é responsável por conseguir uma maior produção, com menos custos, aplicando mais tecnologia e um melhor uso dos recursos. Gerentes de planejamento tributário: o sistema tributário brasileiro é muito complexo. Portanto, as médias e grandes empresas precisam de profissionais especializados para coordenar o planejamento do pagamento e de estratégias ligadas a impostos diretos, aqueles que incidem sobre as operações. Com esse tipo de profissional, as empresas podem economizar muito dinheiro, dentro e fora do país, sempre seguindo a legislação. Gerentes de vendas para a América Latina na área de tecnologia: com o crescimento da economia brasileira e a entrada no Mercosul, o Brasil passou a ser a sede e a liderar muitas negociações na área de tecnologia. Muitas empresas multinacionais instalaram sedes ou filiais no país, fazendo negócios com toda a América Latina. Há demanda por profissionais que coordenem as vendas para os outros países da região. Além dos conhecimentos em vendas, gestão e tecnologia, ele deve ter fluência na língua espanhola e conhecer a cultura e a economia desses países. Engenheiros especializados em cloud computing: a área está relacionada com a gestão e os conhecimentos de computadores ligados em redes (ou nuvens), significando uma evolução na internet. Os profissionais que trabalham nesta área não só possuem um amplo conhecimento de informática como também estão atualizados sobre todas as novidades do setor de internet, aplicativos para dispositivos móveis e redes sociais. Gerentes de serviços na área de tecnologia: telecomunicações e informática são as alguns dos setores que mais crescem hoje. Todos eles estão ligados à prestação de serviços. Esses gerentes precisam ter conhecimento de gestão e mercado, e também entender sobre o produto que oferecem, no caso, tecnologia. Gerente de vendas na área de educação/editorial: este é um dos setores que mais cresce hoje no Brasil, pois está ligado à educação em todos os níveis, mas sobretudo na área de capacitação profissional. O gestor precisa de experiência para trabalhar na área e de conhecimentos específicos sobre o setor, as leis sobre educação e as técnicas sofisticadas de marketing. Por: Maria Clara Corsino.

Gestão da Qualidade: setor que garante a qualidade final dos produtos CPT

O Setor de Gestão da Qualidade, do Grupo CPT nasceu com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da qualidade final dos seus produtos e acompanhar, passo a passo, os processos relacionados à produção dos Cursos CPT.

Setor de beleza masculina tem crescimento de 30%

Dados divulgados pela Abihpec - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Perfumaria, mostra que o setor de beleza masculina, em 2013, teve um crescimento de 30%, movimentando aproximadamente R$ 9 bilhões. Extremamente caprichosos, perdendo apenas para os americanos, os brasileiros estão em segundo lugar no ranking de consumo de cosméticos de beleza do mundo. Entre os produtos mais consumidos, citam-se:

Cartilha dos frigoríficos: normas de segurança e saúde em empresas de abate e processamento de carnes

Devido às condições precárias de trabalho nos principais frigoríficos do Brasil, o Senado Federal promoveu a Audiência Senado Frigoríficos CNTA Afins, para tratar de assuntos relacionados ao tema. Ao término da audiência, foi disponibilizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) uma Cartilha dos Trabalhadores do Setor Frigorífico, que poderá ser baixada no link, ao final desta matéria.

Agropecuária é o setor que mais emprega no Espírito Santo

Uma pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que a agropecuária é o setor que mais gera empregos no Espírito Santo. No mês de abril, o setor teve uma variação positiva de 13,9% entre admissões e demissões. As outras áreas da economia não alcançaram nem dois pontos de diferença.

Jovens têm medo de falar em público durante processo seletivo

Uma seleção de emprego, estágio ou trainee é composta por muitas fases, entre elas, provas escritas, redações, entrevistas e dinâmicas de grupo. É comum que os candidatos tenham medo deste processo, mas é fundamental se sair bem em todas as etapas.

Serviços foi o setor que mais gerou empregos no ano passado

De acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) divulgada ontem pelo Ministério do Trabalho, o setor de serviços foi o que mais gerou novos postos de trabalho em 2011. Sozinho, o setor criou 1,027 milhão de vagas, enquanto o comércio gerou outras 460 mil.

Produção de biodiesel - Saiba tudo sobre o processo de craqueamento

O processo de craqueamento de óleos vegetais é conhecido há muito tempo. A primeira vez que foi feito o craqueamento, ou pirólise, foi no século XIX. Especialmente como combustível, foram feitos estudos nas décadas de 1920 e 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, os chineses produziram combustível a partir do craqueamento do óleo de Tungue, um vegetal produzido em grande quantidade na China.

Setor agropecuário brasileiro é beneficiado com US$ 10,6 milhões pelo Banco Mundial

No dia 1º de agosto deste ano, representantes do Banco Mundial assinaram com o Senar um acordo que destina US$ 10,6 milhões para o projeto ABC Cerrado, desenvolvido em parceria com a Embrapa e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, marco na agricultura de baixo carbono. O objetivo do referido projeto é difundir práticas agrícolas sustentáveis que sejam capazes de atuar na redução das emissões de gases de efeito estufa. Em resumo, o ABC Cerrado, de acordo com o secretário executivo do Senar, Daniel Carrara, formará um exército de produtores, multiplicadores e técnicos especializados em garantir a efetiva aplicação tecnológica no campo, garantindo renda aos produtores rurais, sem deixar de lado a questão da preservação ambiental.

Atendimento Online
Quer Facilidade