WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "quais-sao-as-condicoes-de-plantio-e-colheita-da-cultura-do-alho" ()

Taro orgânico - tratos culturais, pragas e doenças, e colheita e pós-colheita

Alguns tratos culturais são de fundamental importância para o sucesso da cultura orgânica do taro. Assim como outras raízes, ele precisa ser adequadamente irrigado, capinado, adubado e amontoado. O produtor deverá preocupar-se com a manutenção da sua lavoura, fazendo o controle de pragas e doenças, deverá realizar a correta colheita do tarô, além de seguir algumas recomendações para o pós-colheita do produto, evitando sua deterioração. Veja abaixo:

Produção orgânica de alho - exigências climáticas para o correto plantio

Os fatores climáticos mais importantes para a cultura orgânica do alho são o fotoperíodo e a temperatura. O fotoperíodo refere-se ao número de horas de luz que o alho exige para formar bulbos. Assim, o alho orgânico (assim como o convencional) é considerado uma planta de dia longo, somente havendo formação de bulbos quando os dias apresentam uma duração acima de um certo número mínimo de horas de luz. O número mínimo de horas de luz, por sua vez, varia de clone para clone.

Como plantar alho orgânico

O plantio do alho é feito por meio de bulbilhos. O agricultor necessita comprar os bulbos para plantio apenas uma vez. Depois, ele pode armazenar uma parte da colheita para utilizar no plantio do ano seguinte. O tamanho ou o peso do bulbilho semente é muito importante para uniformizar a brotação, a emergência e o posterior desenvolvimento e a maturação das plantas. Os bulbilhos devem ser classificados pelo tamanho. Para isso, podem ser usadas as peneiras classificadoras, que separam os bulbilhos em cinco classes: grandes, médios, médio-pequenos, pequenos e palitos.

Alho orgânico - colheita, cura, armazenamento e beneficiamento do alho

A colheita deve ser feita quando se completar o amadurecimento das plantas. Este se inicia pelo amarelecimento das folhas e termina pela secagem parcial da parte aérea. Alguns cultivares apresentam o estalo ou tombamento da parte aérea, outros permanecem eretos, depois do amadurecimento. A colheita deve ser feita com o solo levemente úmido, para facilitar a retirada das plantas. Por isso, a irrigação deve ser suspensa cerca de duas semanas antes. A colheita deve ser feita manualmente, puxando-se as plantas, sem uso de ferramentas e deve ocorrer, preferencialmente, pela manhã, em dias secos e ensolarados.

Produção orgânica de alho - principais cultivares comerciais

A classificação dos cultivares de alho é confusa, uma vez que eles podem receber nomes diferentes em cada região. Os cultivares são, também, chamados clones, porque as mudas são pedaços da planta mãe. Atualmente, os clones que produzem bulbilhos de maior tamanho e em menor número são os preferidos dos consumidores. Por isso, eles têm sido mais amplamente cultivados. Como exemplos desses cultivares, temos o Amarante, o Gigante de Lavínia, o Gigante Roxão e o Gigante Curitibanos.

Alho orgânico - principais doenças e pragas

A mancha púrpura, causada pelo fungo Alternaria porri, é a doença do alho mais disseminada. As manchas marrom-avermelhadas podem cobrir toda a folha. Os sintomas iniciais são manchas brancas, pequenas, alongadas, ou irregulares, que se tornam púrpuras, posteriormente.

Como cultivar quivi (kiwi) - produção de mudas, plantio, condução, irrigação e colheita

O quivi (kiwi) é uma planta trepadeira, originária do Sul da China, que apresenta raízes carnosas, muito ramificadas e com tendência a distribuir-se no substrato superior do solo. Seu caule é flexível, daí a necessidade de tutoramento durante o cultivo. Os frutos das cultivares mais comuns no Brasil são ovais, com o tamanho aproximado de um ovo de galinha. Sua casca é fibrosa, embaçada e pilosa, com a cor castanho esverdeada. Já a sua polpa possui um tom verde brilhante, contendo fileiras com pequenas sementes negras comestíveis.

Alho orgânico - irrigação, capina e adubação em cobertura

O método de irrigação mais indicado para a cultura do alho orgânico é a aspersão. A irrigação do alho é indispensável para obter boa produção, pois a cultura se desenvolve na época da seca. Nas fases de crescimento da planta e de enchimento dos bulbos, é importante manter o solo úmido, mas sem encharcar. A frequência e a intensidade de aplicação dependem de vários fatores ligados ao clima e ao tipo de solo local.

Produção de Amendoim - dicas de plantio para o sucesso da produção

O plantio do amendoim deve ser feito quando houver temperaturas adequadas para a cultura, e umidade suficiente no solo. Nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil, a melhor época para o plantio do amendoim ocorre nos meses de setembro a novembro. Os plantios realizados em setembro permitem maior produtividade, se houver umidade de solo suficiente para germinação e desenvolvimento das plantas. Em São Paulo, é comum o aproveitamento de áreas de amendoim, colhidas no verão, para o plantio de uma segunda safra de sequeiro, realizado entre janeiro e fevereiro. Neste caso, as produtividades esperadas são menores, devido à maior probabilidade de estiagens no final do ciclo.

Cultivo orgânico de citros - dicas importantes para a colheita

Dentro do ciclo de produção dos citros a colheita é um processo muito importante, pois é o resultado de todo um trabalho desenvolvido ao longo de uma safra. Entretanto, para que todo o trabalho não se perca por falta de cuidados, deve-se planejar todos os passos da colheita para obter citros com o máximo de qualidade possível. Entre os principais fatores que promovem essa qualidade, temos a colheita, etapa importante do processo produtivo, considerando a durabilidade e a qualidade das frutas, sua vida de prateleira nos pontos de venda, o sabor e a qualidade do suco.

Fique por dentro das novidades!