WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"pelo-de-egua-machuca-a-vulva-na-hora-de-acasalar"

Orientações sobre o plantio de onze-horas

No momento em que o sol está mais intenso, a flor onze-horas (Portulaca oleracea) se abre totalmente (daí o nome popular). Com pétalas nas mais variadas cores, a onze-horas ornamenta jardins e varandas, cultivadas em canteiros, jardineiras e vasos. Entretanto, como se trata de uma flor de pleno sol, ela requer um espaço onde os raios solares incidem satisfatoriamente.

Criação de rãs - você sabe escolher os reprodutores para o acasalamento?

Havendo necessidade de desovas, o ranicultor irá transferir os reprodutores da baia de mantença para as baias de acasalamento. A escolha dos reprodutores que serão transferidos irá depender do grau de profissionalismo e do porte do ranário, ou seja: a existência de um profissional especializado para realizar o trabalho de um geneticista, somente se torna viável em uma empresa ou ranário de grande porte. Porém, nada impede o pequeno ranicultor de manter um controle da procedência e linhagem dos reprodutores de seu ranário. Neste sentido, cada reprodutor deve estar numerado ou identificado por código de marcação (corte de dedos e ou artelho), possibilitando saber qual animal deve (ou pode) acasalar-se com quem, para evitar os problemas de consanguinidade.

Criação de rãs - você sabe induzir o acasalamento das rãs reprodutoras em cativeiro?

O simples fato de transferir os reprodutores da baia de mantença, para outro local onde encontram condições favoráveis ao acasalamento, já estimula a ocorrência da reprodução e, em consequência, a obtenção das desovas. No entanto, quando o ranicultor tem urgência de obter as desovas, a indução hormonal pode ampliar as possibilidades do acasalamento. Para isto, utiliza-se a aplicação de hormônio GnRH, de uso veterinário para pequenos animais (10 ug para cada fêmea), e metade da dose para os machos. No entanto, esse procedimento somente terá sucesso se os reprodutores estiverem aptos para a reprodução. Caso seja confirmada essa condição, o ranicultor deverá proceder da seguinte maneira:

Criação de rãs - como fazer a fertilização artificial em ranários

Quando o ranicultor necessitar do cruzamento ou acasalamento de um determinado casal, e ele não puder depender do acasalamento natural, mesmo que os induzindo com hormônio, será, então, necessário promover a fertilização artificial dos gametas. O processo deverá ser feito da seguinte maneira:

Curió e bicudo: acasalamento em criatório

De acordo com Fábio Hosken, professor do Curso a Distância CPT Criação Comercial de Curiós e Bicudos, em Livro+DVD e Curso Online, "Em época de acasalamento do curió há grande atividade no criatório, e a atenção do criador deverá ser redobrada. O ninho deverá estar sempre à disposição da fêmea. É feito com uma armação de arame, na qual é encaixado um revestimento de fibra vegetal". Normalmente, faz-se um isolamento visual do ninho, com uma placa de cortiça, por exemplo, na parte externa da gaiola.

Especial trabalho: o horário de almoço conta como hora trabalhada?

A maioria dos trabalhadores não conhece a legislação trabalhistas e acabam tendo dúvidas em relação a vários pontos dela. É fundamental conhecê-la para que, acima de tudo, não haja prejuízo aos direitos do trabalhador e para que seja possível sanar todas as possíveis dúvidas que possam surgir.

Criação do bicho-da-seda - acasalamento, eclosão, alimentação, ecdise e limpeza da cama

A criação do bicho-da-seda inicia-se com a chegada da primavera, quando as brotações da amoreira já estão completas. Esta etapa vai até o mês de abril nas regiões mais frias e maio ou junho em regiões mais quentes. Todo programa de criação é limitado pela área de cultivo da Amoreira, pela mão de obra e pelos recursos financeiros. A elaboração de um programa, então, começa com a determinação de quantidade do bicho-da-seda a se criar, lembrando-se de que a presença de um técnico é muito importante.

Colheita das plantas medicinais: estádio do desenvolvimento, época do ano e hora do dia

A colheita das plantas medicinais varia conforme o órgão da planta que será coletado, seu estádio de desenvolvimento, a época do ano e a hora do dia, caso contrário, seus princípios ativos não serão bem aproveitados, prejudicando a sua função terapêutica. O estádio de desenvolvimento da planta medicinal é muito importante para que se determine o ponto de colheita, principalmente em plantas perenes e anuais de ciclo longo, em que a máxima concentração é atingida após certa idade e/ou fase de desenvolvimento.

Criação de rãs - como escolher corretamente os reprodutores

Entre os animais candidatos ao acasalamento, o ranicultor deverá selecionar os reprodutores que apresentam as características de maior aptidão sexual. No caso dos machos, ele deverá observar a constante vocalização (emissão de sons ou canto), o comportamento agressivo para manter seu território, a forte compressão dos braços quando estimulados (amplexo), além da proeminência dos seus acúleos nupciais (esponjas nos dedos), e da região gular (papo).

Sexagem: como identificar o sexo das codornas

A identificação do sexo das codornas deve ser feita a partir das 10 primeiras horas de vida – e se estende até 24 horas após o nascimento. Na sexagem das codornas, é possível separar mil aves por hora, com índice de acerto acima de 95%. Para leigos, a codorna macho e a codorna fêmea são idênticas. Entretanto, graças ao dimorfismo sexual, é possível separá-las.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!