WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Especial trabalho: o horário de almoço conta como hora trabalhada?

O empregado precisa entender quais horas contam como horas trabalhadas e quais não

Funcionários almoçando

A maioria dos trabalhadores não conhece a legislação trabalhista e acaba tendo dúvidas em relação a vários pontos dela. É fundamental conhecê-la para que, acima de tudo, não haja prejuízo aos direitos do trabalhador e para que seja possível sanar todas as possíveis dúvidas que possam surgir.

Em relação ao tempo de trabalho, quais horas devem entrar na conta? A princípio essa pergunta pode parecer sem relevância, mas é importante saber respondê-la. Os especialistas da Ecoter, autores do Curso a Distância CPT Treinamento de Empregada Doméstica, explicam que é fundamental que cada trabalhador entenda o que é seu por direito e o que não é, para que não sejam prejudicados.

Por que devo saber se o horário de almoço é hora de trabalho?

O principal motivo para ser necessário calcular com exatidão todas as horas trabalhadas é o pagamento de horas extras. De acordo com o regime da CLT, o funcionário precisa receber pelas horas trabalhadas além da jornada semanal definida, que geralmente é de 44 horas. E isso é um direito de todos os trabalhadores.

Como funcionam os horários?

Em primeiro lugar, é importante definir que os horários de intervalo não contam como horas trabalhadas e, também, não fazem parte do expediente de empregados domésticos. De acordo com a legislação mais recente o trabalhador possui autonomia para decidir se prefere sair mais cedo e reduzir seu tempo de descanso, mas, sem eliminar a obrigação de trabalhar 8 ou 6 horas por dia. Basta realizar, por escrito, um acordo entre ambas as partes.

Jornadas de trabalho menores, de 4 a 6 horas por dia, terão, no geral, intervalos de 15 minutos. Acima desse período, o período de descanso deverá ser, obrigatoriamente, de pelo menos uma hora.

Em relação aos horários, apresentamos algumas possíveis dúvidas elencadas pelo site Ponto RH:

A hora de descanso conta como hora trabalhada?
Não.

Essas horas contam como tempo de trabalho?
Também não.

Se um vendedor está viajando de seu escritório para o escritório de um cliente, esse tempo conta como tempo de trabalho?
Sim.

Se um funcionário responde a uma ligação celular relacionada ao trabalho enquanto está em casa, é esse tempo de trabalho?
Sim.

Se um funcionário tem permissão para comer em sua mesa, respondendo a telefonemas enquanto come, é esse tempo de trabalho?
Sim.

Para finalizar, quais horas não contam como tempo de serviço?

- Pausa para refeições designadas, desde que não precise trabalhar ao mesmo tempo ou estar em locais determinados pela empresa durante a refeição;

- Tempo gasto em atividades que não são benéficas para o empregador;

- Atividades situadas totalmente fora do horário de trabalho;

- Quando o funcionário estiver desempenhando funções que não estejam diretamente relacionadas ao seu trabalho.



Conheça os Cursos a Distância CPT da Área Treinamento Profissional:

Treinamento de Empregada Doméstica
Capacitação de Atendente de Loja – Técnicas de Venda
Treinamento de Gerente de Loja

Fonte: Ponto RH – pontorh.com.br
por Renato Rodirgues

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Cartilha do Ministério do Trabalho e Emprego para o trabalhador doméstico

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!