Resultados da busca para "doenca-que-deixam-as-folhas-enrugadas-no-pe-de-mamao"

Doenças aviárias do tipo virose

Várias doenças atacam as aves. A maioria delas são respiratórias. Quando bem tratadas e tendo o manejo correto, tornam-se muito mais resistentes a esses fatores patogênicos. A prevenção de algumas doenças pode ser feita por meio de vacinas, no entanto, nem todas possuem essa proteção. As principais doenças aviárias são:

Produção de acerola - principais pragas e doenças da aceroleira

As pragas e doenças que atacam a aceroleira sempre trazem prejuízos ao produtor, atrapalhando o sucesso do investimento. Portanto, é imperativo fazer inspeções constantes na plantação com o objetivo de identificar todos os problemas no pomar de acerola. Neste sentido, é primordial atestar a presença de pragas, tais como a Mosca-das-frutas, Cochonilhas e os Pulgões, além das doenças, como a Mancha-das-folhas, Verrugose e Antracnose.

Doenças da Seringueira - Mal-das-Folhas da Seringueira

Considerado como um dos principais problemas da seringueira nas Américas do Sul e Central, essa doença, causada pelo fungo Microcyclus ulei, apresenta-se em todas as regiões heveícolas do país, e ocorre o ano inteiro, tanto nos viveiros e jardins clonais como no plantio industrial. Os sintomas dessa doença caracterizam-se pelo aparecimento de manchas circulares de forma irregular, levemente escurecidas e cobertas por uma esporulação de cor cinza na face inferior e/ou superior da folha.

Doenças da Seringueira - Antracnose do Painel e Cancro da Haste

A Antracnose do Painel é uma doença do tronco, do painel de sangria da seringueira, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides, presente, principalmente, nos seringais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso. Os sintomas se assemelham aos do cancro estriado.

Plantação de tomate - doenças causadas por bactérias

Muitos alimentos são jogados fora, porque não atendem ao padrão para a sua comercialização. Entre os fatores que influenciam diretamente na perda dos alimentos estão as doenças. O tomateiro pode ser atacado por diversas doenças, causadas por fungos, bactérias, nematoides ou vírus. Pode, também, apresentar distúrbios fisiológicos causados por falta ou excesso de nutrientes, falta ou excesso de água no solo, exposição excessiva ao sol e outros fatores ambientais.

Criação de perus - doenças, alimentação e reprodução

Sabendo-se que os perus são muito sensíveis às doenças, principalmente na primeira fase de vida, é muito importante que o criador tenha em mente que nunca deverá deixá-los junto com outras aves nos primeiros 90 dias de vida. As piores vilãs para a criação de perus, ou seja, aquelas que podem sim comprometer o sucesso da criação, são as galinhas. Elas transmitem doenças como a entero-hepatite, uma das mais graves para os perus.

Doenças aviárias do tipo bacteriose

Algumas doenças aviárias são causadas por bactérias. Bactérias são organismos unicelulares, de tamanho muito pequeno. Os tipos de doenças aviárias, causadas por elas, podem ser facilmente controladas pelo uso de antibióticos. No caso dos humanos, os antibióticos devem ser usados com muita cautela, pois desenvolvem imunidade antibiótica. Um programa de sanidade, bem planejado e manejado, deve existir no combate contra essas doenças. Um esquema de vacinação deve ser empregado, paralelamente a um programa sanitário contínuo, com um manejo correto diário.

Alface hidropônica - controle de pragas e doenças causadas por vírus

Controlar doenças na cultura da alface hidropônica é difícil devido às características próprias do sistema, além da falta de informações sobre o uso de produtos químicos nesse tipo de cultivo. Os produtos que existem no mercado foram elaborados e testados para o cultivo no campo e não para a hidroponia. Por isso, o melhor meio de controle doenças causadas por vírus na alface hidropônica é a prevenção, não deixando que afetem o sistema de produção.

Plantas medicinais - loção para a queda de cabelo, complexo emagrecedor e pomada para a psoríase

O uso de plantas para a cura de doenças e sintomas remonta aos primórdios do homem na Terra. Essa sabedoria popular atravessou os séculos e ainda hoje as plantas são remédios de grande valor para muitos povos, principalmente daqueles de baixa renda. Cientificamente, estudos já comprovaram que os efeitos terapêuticos de algumas plantas medicinais sobre certas doenças, além de altamente vantajosos em termos de custos e benefícios para o homem, são muito eficazes. Ao mesmo tempo, é possível notar nas sociedades do mundo inteiro crescente interesse das pessoas por formas de tratamento que têm como base ingredientes naturais, já que são menos agressivo do que o tratamento com produtos sintéticos. A queda de cabelos, a psoríase, o vitiligo, doenças do fígado, a obesidade, são algumas das doenças que afetam populações pelo mundo todo e todas elas podem ser combatidas ou controladas por meio do uso de produtos feitos com plantas medicinais. Quer saber como? Veja algumas receitas amplamente utilizadas dermatologicamente no combate à doenças comuns:

Babás: conheçam 7 doenças ou problemas mais comuns em crianças

A saúde das crianças, assim como a dos adultos e idosos, depende da prevenção contra doenças e da resistência do organismo a elas. Essa resistência, por sua vez, é promovida pelo sistema imunológico, conhecido como sistema de defesa do organismo. É importante que as babás saibam, principalmente aquelas que cuidam de crianças muito novas, que ao nascer os bebês possuem apenas os anticorpos que receberam da mãe durante a gestação e esses anticorpos lhes permitem lidar com germes e microrganismos presentes no meio ambiente, defendendo-os de doenças. Até o nono mês de vida, os bebês gradativamente perdem os anticorpos herdados de suas mães e formam os seus os próprios, através do contato com os microrganismos. Este contato estimula o desenvolvimento do sistema de defesa, atingindo seu amadurecimento por volta de 2 anos de idade.

Atendimento Online
Quer Facilidade