WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Principais doenças metabólicas e reprodutivas em ovinos

O criador de ovinos deve conhecer as doenças que atacam o rebanho, assim como saber como proceder diante do infortúnio

Principais doenças metabólicas e reprodutivas em ovinos

“Há uma série de doenças que acometem os ovinos, como mastite, brucelose, timpanismo, cetose e hipocalcemia. Nesse sentido, é muito importante observar que quanto mais cedo uma doença for detectada nos ovinos mais fácil será o seu controle. Por esse motivo, o ovinocultor deve conhecer as doenças que atacam o rebanho, assim como saber como proceder diante do infortúnio”, explica Edson Ramos de Siqueira, professor do Curso CPT Raças e Cruzamentos de Ovinos.

Mastite


A mastite em ovinos é causada por uma série de agentes patógenos, como Clostridium spp., Escherichia coli, Staphylococcus aureus, entre outros. Quando nas glândulas mamárias da ovelha, causam inflamação, vermelhidão e intumescência do úbere. Geralmente, a doença vem da contaminação na ordenha por falta de higiene e desinfecção da ordenhadeira e das instalações, além de outros fatores.

Os tipos de mastite mais comuns em ovelhas são a mastite clínica, que ocorre geralmente na fase inicial da lactação e apresenta sintomas visíveis; e a mastite subclínica, de difícil detecção e caracterizada pelo aumento no número das células somáticas do leite e pela redução na produção de leite. Quando a ovelha com mamite não recebe tratamento adequado, a doença evolui para mastite crônica.

Brucelose


A brucelose em ovinos é caracterizada como zoonose, ou seja, contamina os seres humanos. Em ovelhas primíparas (primeira gravidez), a doença causa abortos. Já nas ovelhas que tiveram crias anteriormente, os abortos podem não acontecer, embora elas gerem cordeiros debilitados. Vale destacar que os carneiros também podem ser acometidos pela doença, que causa inflamação nos testículos e pode resultar em infertilidade.

Timpanismo


O timpanismo é uma doença que impacta no metabolismo dos ovinos. Um dos sintomas é a distensão na região ruminal pelo acúmulo de gases resultantes de obstruções ou dietas mal planejadas. Além disso, os ovinos sentem fortes dores, o que os deixa irritados e sem apetite. Se não receberem tratamento, eles podem morrer em algumas horas. Esses animais devem ser medicados o quanto antes e sua dieta deve ser reavaliada.

Cetose


A cetose em ovinos, também conhecida como toxemia de prenhez, acomete as fêmeas no terço final da gestação. Normalmente, ocorre quando o feto não recebe glicose devido a dietas mal planejadas. Com o avanço da doença, a ovelha prenha passa a utilizar gordura como fonte de energia, o que compromete a boa saúde do fígado e impacta no sistema nervoso central. Andar em círculos, perder a visão e ranger os dentes são os principais sintomas da doença.

Hipocalcemia


A hipocalcemia em ovinos é causada pela deficiência de cálcio em fêmeas na fase inicial da lactação e no estágio final da gestação. Geralmente, a doença é causada por fatores genéticos ou ambientais. Ovelhas com hipocalcemia tremem e cambaleiam quando andam. Se esses animais não receberem tratamento imediato, junto à suplementação com cálcio, eles podem morrer em 6 horas após o início dos sintomas.

Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Ovinos:

Raças e Cruzamentos de Ovinos

Melhoramento Genético de Ovinos

Inseminação Artificial em Ovinos Convencional e em Tempo Fixo

Fonte: Perito Animal

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Guia Básico para a Criação de Ovinos

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!