Criação de perus - doenças, alimentação e reprodução

Sabendo-se que os perus são muito sensíveis às doenças, principalmente na primeira fase de vida, é muito importante que o criador nunca os deixe junto com outras aves, principalmente as galinhas

Criação de perus - doenças, alimentação e reprodução. Foto: Pieter v Marion

Sabendo-se que os perus são muito sensíveis às doenças, principalmente na primeira fase de vida, é muito importante que o criador tenha em mente que nunca deverá deixá-los junto com outras aves nos primeiros 90 dias de vida. As piores vilãs para a criação de perus, ou seja, aquelas que podem sim comprometer o sucesso da criação, são as galinhas. Elas transmitem doenças como a entero-hepatite, uma das mais graves para os perus.

Respeitando essa premissa, não haverá contaminação da criação de perus seja por vírus ou bactérias. Desta forma, o crescimento das aves estará garantido. Após os 90 dias de vida, os filhotes ficam muito mais resistentes e, então, poderão se misturar aos demais.

Alimentação


A dieta alimentar dos perus, além de insetos e grãos, água limpa e fresca, poderá ser feita por meio da aplicação de ração balanceada e da alimentação verde. Em caso de engorda, é permitido também o fornecimento de outros alimentos, como frutas, verduras e, inclusive, restos de comida. Quanto à ração, os perus consomem, em média, 35 quilos desde o nascimento até a época do abate.

Reprodução


Apenas aves sadias e de boa procedência poderão ser selecionadas para reprodução. É importante que os machos não sejam muito mais pesados que as fêmeas e cada macho poderá servir de 8 a 10 fêmeas. Ao cortejar, o macho libera um som característico da espécie, atraindo a fêmea. Após a cópula, a fêmea põe de 8 a 15 ovos. 25 a 30 dias após nascem os filhotes.

- Ovos chocados pelo método natural

Estes estarão sempre protegidos pelas mães. Recomenda-se que os filhotes sejam colocados em um quarto, galpão ou gaiola grande com o chão coberto por cama (de maravalha fina, sabugo moído ou outro material absorvente), tela ou ripas de madeira nos primeiros dias, para que não tenham contato com o chão.

- Ovos chocados pelo método artificial

Quando nascidos por meio artificial (chocadeiras), os filhotes devem ficar em criadeiras, baterias, ou em piso de cama, até 9 ou 10 semanas. Somente após esse período que as pequenas aves poderão sair, ficando, enfim, em liberdade. É nessa época que deverá ser dada a vacinação contra a bouba.

Alguns detalhes deverão ser respeitados, são eles:


1. Evitar a umidade e o sol muito forte.

2. Providenciar local adequado para as aves levando-se em consideração que um metro quadrado é o suficiente para comportar 10 filhotes.

3. A sexagem, se necessário fazê-la, poderá ser realizada utilizando-se o mesmo método adotado para os pintinhos.

4. Nos 2 ou 3 primeiros dias de vida, os filhotes deverão alimentar-se de quirela de milho (canjiquinha), ovos cozidos picados, verduras picadas, pão com leite e areia, ou então uma farelada ou ração balanceada contendo de 23 a 28% de proteínas. Estudos recentes aconselham 26% de proteínas na ração.

5. O leite desnatado é um dos mais completos alimentos, sendo de grande valor na alimentação dos perus de todas as idades, mas é preciso que lhes seja fornecido fervido e fresco.

6. Durante o primeiro mês de vida, os filhotes receberão a ração inicial, depois deverá receber a ração específica para crescimento, ou seja, aquela que contenha de 18 a 20% de proteínas. Na falta desta, podem consumir a mesma ração dos adultos.

7. Quando necessário, fornecer-lhes vitaminas A, C e D, encontradas à venda no comércio e de acordo com as instruções dos fabricantes.

8. Até 3 meses, devem ser protegidos do sol, chuvas, dos ventos e da umidade.


Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDS e Cursos Online, da área Avicultura.
Por Silvana Teixeira

Fonte/sites: Rural News; Apostilas Gratuitas.info; Criar e Plantar; Portal Agropecuário;

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Codornas - Recria e Reprodução Curso Codornas - Recria e Reprodução

Com Prof. Dr. Joji Ariki e Prof.ª Dr.ª Vera Moraes

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação de Marrecos Curso Criação de Marrecos

Com Prof. Dr. Dálcio de Andrade

R$ 365,00 à vista ou em até 12x de R$ 30,42 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação de Pavões Curso Criação de Pavões

Com Prof. João Batista

R$ 375,00 à vista ou em até 12x de R$ 31,25 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Frangos de Corte Curso Produção de Frangos de Corte

Com Prof. Dr. Tadeu Cotta

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Silma

23 de fev de 2018

Bom dia, gostei muito das informações, mas queria saber se tem alguma vitamina para dar eles e o que acontece na minha criação pq meus perus quando passa de 90 dias começa a morrer sem causa. Tem alguma dica. Obrigada Silma

Resposta do Portal Cursos CPT

23 de fev de 2018

Olá Silma,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que entre em contato com um médico veterinário de sua região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Elosangela veloso da rosa

4 de dez de 2017

Olá tenho um casal de peru estão com um ano e pouco de vida. A dois dia notei que o Peru macho esta quieto de mais fica mais deitado e come pouco... oque posso fazer? Agradeço se puderem me ajudar

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de dez de 2017

Olá, Elosangela.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Recomendamos que procure um veterinário.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Ezio Antonio De Oliveira

21 de nov de 2017

Espero encontrar o que preciso, obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

22 de nov de 2017

Olá, Ezio.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. 

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

jose luiz marchina

5 de nov de 2017

Gostei, porem preciso saber quando separar os perusinhos da mae.

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de nov de 2017

Olá, Jose.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Em média, a separação pode ocorrer a partir aa oitava semana.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Inacio Antonio Mendes

27 de ago de 2017

preciso de comprar os livros mas nao como posso ter

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de ago de 2017

Olá, Inacio.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Manuel Henriques das Neves

30 de dez de 2016

Gostaria de saber porque razão os perus morrem na casca perto da nascença

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de jan de 2017

Olá Manuel,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações recomendamos que entre em contato com um médico veterinário em sua região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Damião Ribeiro Soares

5 de dez de 2016

Bom dia, tenho um casal de peru, porém a perua nunca botou ovo, mas fica choca. O que está acontecendo? Gostaria de orientação. Ah, ela fica se bicando nas pernas, estão constantemente feridas.

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de dez de 2016

Olá, Damião!

Agradecemos pela visita e comentário em nosso site. Pedimos que leia o artigos abaixo. Nele, você encontrará informações importantíssimas sobre a criação doméstica de perus.

http://www.cpt.com.br/cursos-avicultura/artigos/criacao-de-perus-reproducao-postura-de-ovos-incubacao-e-sexagem

Atenciosamente,

Silvana Teixeira.

jorge

29 de mar de 2016

Que vacina dou para peru com 2 meses de vida.

Resposta do Portal Cursos CPT

30 de mar de 2016

Olá Jorge,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Os peruzinhos são extremamente sensíveis, principalmente na fase que vai do terceiro ao sexto mês de vida, quando ocorre a formação das carúnculas, a máscara vermelha na cabeça. Nesse período, conhecido como "crise do vermelho", os filhotes ficam sujeitos a várias doenças, como a bouba e a coriza.

Os perus não podem ser criados em locais úmidos. É fundamental mantê-los, desde que nascem, num local abrigado, protegidos da chuva, vento e sol, sem contato com o chão. O piso deve ser ripado ou forrado com serragem ou palha seca.

No primeiro mês, a alimentação dos filhotes é ração de pintinho. Depois disso, e até os seis ou oito meses, esta ração é substituída pela de crescimento. Água fresca é fundamental, mas só para beber. É preciso tomar cuidado para que eles não se molhem. É recomendável fornecer aos filhotes uma suplementação vitamínica, que pode ser preparada pelo criador. Mistura-se ovo cozido amassado com cebola, salsa e cebolinha picadas e um pouco de ração. Essa "farofa" deve ser servida uma vez ao dia.

As aves têm de ser vacinadas contra bouba, sendo que a primeira dose deve ser dada entre o primeiro e o quinto dia de vida.

Os peruzinhos só devem ser soltos depois de passado esse período crítico, quando se tornam rústicos e resistentes.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

rogerio

8 de jan de 2016

Meus filhotes estão com caroços enormes e se espalhando. Não sei mais o que fazer. Usei thuya, mas não adianta.

Resposta do Portal Cursos CPT

15 de jan de 2016

Olá, Rogério!

Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

Aconselhamos que você solicite a ajuda de um profissional da área o quanto antes para um correto diagnóstico e tratamento de suas aves, evitando, assim, transtornos futuros e prejuízos.

Atenciosamente,

Silvana Teixeira.

 

manoel maria martins neto

1 de dez de 2015

Tenho três filhotes de peru, apresentam fraquesa nas pernas parece newcaster. Qual o tipo de vacina que devo aplicar

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de dez de 2015

Olá, Manoel!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Antes de aplicar qualquer vacina é necessário saber qual a doença que está acometendo seu peru e, para isso e necessário que consulte um médico veterinário em sua região para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Aves Exóticas

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade