WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"distancia-minima-entre-um-poco-artesiano-e-outro-artesiano-qual"

Poços artesianos - para que servem e como são constituídos

Os poços artesianos são perfurados com o objetivo de captar a água que se encontra armazenada no lençol freático. Para não serem confundidos com os poços freáticos rasos que, em algumas regiões do Brasil são conhecidos como cisternas, os poços freáticos tubulares são chamados, também, de poços semiartesianos ou pocinhos. A profundidade máxima dos poços, por sua vez, corresponde à profundidade da camada impermeável que se encontra abaixo da superfície do solo do local onde o poço será construído. Desta forma, consegue-se coletar a água armazenada acima da camada impermeável, proveniente do lençol freático. No que se refere às vazões que podem ser obtidas dos poços artesianos e semiartesianos, considera-se que, na maioria das vezes, elas ficam entre 500 L/h a 4.000 L/h, dependendo da capacidade do lençol freático do local. Assim sendo, caso um poço apresente uma vazão de 500 L/h, fazendo-se um bombeamento constante durante 24 horas, ele será capaz de fornecer 12.000 L (500 L/h x 24 h/dia = 12.000 L/dia) de água em um único dia. Esse valor é elevado para 96.000 L/dia (4.000 L/h x 24 h/dia = 96.000 L/dia) se a vazão do poço for de 4.000 L/h. Portanto, apesar de apresentarem menores vazões, os poços freáticos tubulares conseguem atender de forma satisfatória a maioria de casos em que a demanda de água é relativamente pequena.

Tudo o que você precisa saber sobre poço artesiano

Com o poço artesiano, obtêm-se os recursos hídricos localizados nos sedimentos, nas rochas e nos lençóis freáticos subterrâneos. Por meio dele, capta-se água, de qualidade, própria para o consumo. Para isso, esta deve apresentar características químicas, biológicas e físicas que não sejam prejudiciais à saúde. Após a perfuração do subsolo, a água do poço artesiano flui naturalmente por pressão.

Cisternas, poços freáticos tubulares e poços artesianos: diferenças

Precisa fazer a captação de água subterrânea mas não sabe qual tipo perfurar? Comece sua pesquisa, então, conhecendo a diferença entre cisternas e os diferentes tipos de poços. “Para não serem confundidos com os poços rasos que, em algumas regiões do Brasil, são conhecidos como cisternas, os poços freáticos tubulares são chamados, também, de poços semiartesianos ou pocinhos”, afirma Joaquim Aurélio Gomes, professor do Curso CPT Perfuração de Poços Artesianos e Semiartesianos.

Poços artesianos: vantagens, manutenção e potabilidade

Os poços artesianos são perfurados com o objetivo de captar a água de boa qualidade, própria para o consumo. Esta se encontra armazenada no lençol freático. Como é livre de poluentes e agentes contaminantes, apresenta características biológicas, físicas e químicas, que a tornam potável.

Como tratar a água de poços artesianos e semiartesianos?

Se perfurados adequadamente, com o auxílio de técnicos especializados, os poços artesianos são fontes de água subterrânea de excelente qualidade. Por isso, são desnecessários os processos de clarificação. Entretanto, para garantir a qualidade em todo o sistema de armazenamento e de distribuição, recomenda-se o processo de cloração, por meio do sistema de aplicação de cloro por gotejamento. A utilização de dosadores por gotejamento representa uma excelente opção, pois permite realizar a cloração somente quando há bombeamento de água, dispensando operações manuais do sistema.

O uso de bombas para a captação de águas subterrâneas é o melhor método para a preservação da qualidade

Considera-se aqui como sendo água de origem subterrânea aquela captada abaixo da superfície do solo, através de poços perfurados (caipira, minipoço ou poço profundo) e águas superficiais como sendo as captações feitas diretamente das nascentes, mesmo sendo tomadas as providências para evitar a exposição da água que ?brota? de uma nascente, ao meio ambiente. Neste sentido, o tratamento das águas subterrâneas deve começar com a adoção de cuidados específicos. Trata-se de medidas simples, mas fundamentais para que a qualidade da água subterrânea de um poço possa ser preservada e, assim, resultar na obtenção de uma água de excelente qualidade. Confira:

Poço caipira - método mais usado no meio rural para a captação de água

O poço caipira é aquele perfurado manualmente, com diâmetro em torno de um metro e a profundidade variável (até encontrar água). São poços que visam a captação de água do lençol freático uma vez que a camada impermeável não é perfurada.

Dica de queijarias de sucesso: água em quantidade e de qualidade!

Um fator determinante para o sucesso de uma indústria queijeira é a quantidade e a qualidade da água disponível. A água pode ser obtida de várias formas, como fornecimento de concessionária local, captação em poço manual – cisterna, perfuração de poço tubular poço artesiano etc. A fonte de abastecimento deve assegurar vazão suficiente para os trabalhos industriais.

Memorização e aprendizado - técnicas para uma boa internalização de estímulos

As pessoas se diferem umas das outras, entre outras coisas, pela forma de se sensibilizarem a deter determinados estímulos. Umas sentem um perfume e lembram de alguém, outras lembram de cenas incríveis da infância, ou, ainda, emocionam-se com o sabor de um alimento ligado a um fato afetuoso do passado. A este fato dá-se o nome de memorização e aprendizado.

Raças de canários de cor: lipocrômicos e outros

Os canários lipocrômicos possuem um pigmento chamado lipocromo e ausência de melanina. O canário mais conhecido deste grupo é o Canário Amarelo. Dentre as cores deste grupo, há outras classificações, como intenso (amarelo intenso), vermelho (vermelho nevado), amarelo (amarelo marfim nevado), entre outras belíssimas cores.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!