WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Primeiros socorros em residências - conheça os acidentes domésticos mais comuns e previna-se

Conhecer os principais acidentes domésticos é essencial, contribuindo para a elaboração de medidas protetivas que poderão evitá-los. E, caso ocorram, dominar as técnicas de primeiros socorros fará a diferença ao socorrista

Ao se tratar de residências contendo crianças e idosos, então, os cuidados para que os acidentes não ocorram têm de ser dobrados

 

Os acidentes domésticos são muito comuns e estatísticas apontam que eles têm crescido de forma exorbitante. Ao se tratar de residências contendo crianças e idosos, então, os cuidados para que eles não ocorram têm de ser dobrados. Nestes casos, conhecer os principais acidentes domésticos torna-se uma arma essencial, contribuindo para a elaboração de medidas protetivas que poderão evitá-los.

Segundo os Corpos de Bombeiros, há objetos e situações que podem tornar todas as divisões de uma casa em um perigo iminente. Entram nessa classificação ocorrências como:

- Quedas de escadas;
- Chãos molhados ou encerados;
- Falta de corrimões nas escadas;
- Fogões com as chamas acesas, sem a presença de um adulto por perto;
- Panela de pressão aberta em momento incorreto (contendo vapor);
- Reparos na parte elétrica da casa sem desligar a energia no quadro de forças;
- Ajuste da temperatura do chuveiro elétrico com ele ainda ligado;
- Fios elétricos desencapados; remédios descartados em lugares indevidos (descarte-os no vaso sanitário);
- Banheiros desprovidos de tapetes antiderrapantes;
- Degraus sem fitas antiderrapantes;
- Pequenos tapetes espalhados pela casa;
- Móveis em demasia pelos cômodos da casa;  
- Ambientes mal iluminados;
- Tacos soltos e pisos quebrados;
- Pisos escorregadios;
- Prateleiras altas e de difícil alcance;
- Objetos espalhados pelo chão;
- Animais de estimação correndo pela casa;
- Consumo exagerado de bebidas alcoólicas;
- Vazamento de gases;
- Botijões de gás abertos e dentro de casa;
- Validade da mangueira do registro vencida;
- Uso descuidado de computadores portáteis sobre camas e sofás;
- Crianças utilizando fogões; fogo na rede elétrica;
- Diversos aparelhos ligados na mesma tomada;
- Iluminações decorativas ligadas sem a presença de adultos em casa;
- Repelentes elétricos na tomada por longo período de tempo;
- Materiais como álcool, gasolina, removedor, querosene, papéis, panos, acetona óleos e outros próximos à fontes de calor;
- Uso de velas;
- Uso de cigarro dentro de casas (devido à brasa, torna-se fonte de ignição de um incêndio);
- Fumar perto de mobílias, camas, carpetes e outros;
- Não molhar os cigarros antes de jogar fora.

Diante de quaisquer situações destas, saber como proceder, quais atitudes tomar e quando fazê-las, torna-se um diferencial à favor da vida. Conhecer e dominar as práticas dos primeiros socorros deveria ser obrigação de todas as pessoas, já que nunca estamos resguardados dos acidentes. Nestes momentos, a prática correta das ações do socorrista irá ajudar positivamente até que o socorro especializado chegue, diminuindo o sofrimentos das vítimas e minimizando sequelas.

Aprimore seus conhecimentos acessando o Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Os acidentes domésticos são muito comuns e estatísticas apontam que eles têm crescido de forma exorbitante

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!