WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como superar a timidez

Mais da metade da população brasileira se declara tímida

 

 A timidez pode ser um problema que pode começar ainda na infância. Foto: reprodução.

Conhecer novas pessoas, fazer amizades, falar com o chefe ou com desconhecidos são medos bem comuns na rotina de uma pessoa tímida. Mas, nada se compara ao pesadelo de falar em público. Uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que 50% da população brasileira se considera tímida.

As razões para a timidez variam muito. Podem ser trauma de infância, problema de autoestima, dificuldade em se relacionar com os outros ou até a própria personalidade. Segundo uma pesquisa norte-americana, 20% dos bebês já nascem tímidos. Um sinal disso são os que choram no colo de pessoas estranhas.

Ou seja, as causas variam de pessoa para pessoa, no entanto as consequências quase sempre são as mesmas: reclusão, isolamento, solidão e depressão. Algumas pessoas inclusive têm dificuldades de ter relações amorosas ou conseguir empregos. Por sinal, a evolução profissional de um tímido é bem mais lenta do que a de um extrovertido, já que para o primeiro é mais difícil expor ideias e conquistar espaços.

Algumas atividades podem ajudar a superar a timidez desde cedo. Na escola, a criança entra em contato com outras da mesma idade, o que a princípio pode ser complicado. Entretanto, com o tempo, o convívio se torna amizade e coleguismo. Se, mesmo assim, a timidez persistir, outras atividades podem ajudar a se soltar na fase adulta.

A psicóloga Marlene Monteiro, professora do curso Comunicação para o Sucesso Pessoal, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, explica que atividades que exigem interação entre as pessoas podem ajudar a perder a inibição. Alguns exemplos são a música, as aulas de dança, de teatro, as línguas estrangeiras e o lazer de um modo geral.

Em casos extremos, alguns tratamentos também podem ajudar, como a psicoterapia e a fonoaudiologia. Existem até clínicas especializadas para tratar a timidez. Elas são frequentadas por muitos políticos, empresários e outras pessoas que precisam falar em público. A timidez não tem cura, mas pode ter os efeitos reduzidos, facilitando bastante a vida de quem sofre com a inibição.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!