WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Afinal, o que é dissertar?

Muito se fala em textos dissertativos, você sabe reconhecer um?

Afinal, o que é dissertar?    Artigo CPT

 

Os textos dissertativos são muito utilizados em avaliações como concursos e vestibulares, porém, para você conseguir escrever uma boa dissertação é preciso que esteja ciente da estrutura do texto, mas, além disso, saber o que é disserta e qual a importância de se escrever nesse formato. A professora Gamali Rodrigues Gomide do Curso CPT de Redação para Vestibular e Concurso, pode te ajudar a solucionar as suas dúvidas e a entender melhor.


— O que é dissertar?
Dissertar é fundamental em nossa sociedade, constituindo, hoje, a modalidade mais presente em todos os meios de comunicação (jornais, revistas, livros, rádio, televisão e outros), nos meios acadêmicos e profissionais de toda espécie, e em inúmeros outros onde a escrita é fundamental.

Qualquer pessoa que esteja concorrendo a um cargo em empresa pública ou privada, ou a uma vaga em curso universitário, precisa demonstrar capacidade de dissertar sobre determinado tema. Portanto, esta é a modalidade que mais devemos treinar.

Há muitas formas de dissertação. Até há poucos anos, só as dissertações tradicionais, no modelo escolar, eram solicitadas em exames vestibulares e concursos; hoje, cada vez mais se exige do concorrente o domínio das técnicas redacionais mais solicitadas pelo mercado de

Dissertar é discorrer sobre algum tema expondo um ponto de vista e os argumentos que o justifiquem. É um exercício vital para o desenvolvimento do raciocínio. Entre os vários tipos de dissertações, destacamos o texto expositivo, o injuntivo e o argumentativo.


— Dissertação Expositiva

A dissertação expositiva tem, como a própria palavra diz, o objetivo de expor, explicar ou interpretar ideias. Não há intenção de defender ou combater ideias. É uma exposição mais imparcial e impessoal no qual o autor identifica e relaciona fenômenos, explicando sua natureza, características, desdobramentos de conceitos, etc.

Geralmente, nestes textos, o autor apresenta como verdade o que expõe, e, para comprovar o que diz, usa exemplos, gráficos, imagens e outros recursos para facilitar a compreensão. São muito usados em livros didáticos e em algumas revistas especializadas, pois têm como objetivo ensinar e esclarecer.


— Dissertação Injuntiva

Outro tipo de dissertação é a injuntiva. Esta modalidade tem duas vertentes: a dissertação injuntiva-instrucional, conhecida também como prescritiva, muito usada em manuais de instrução, bulas, livros de receitas culinárias, manuais de auto-ajuda, enfim, em textos que ensinam como fazer, e a dissertação injuntiva-apelativa, usada nas propagandas.

As receitas culinárias ou um manual de negociação são exemplos de dissertação instrutiva, pois usa os verbos no modo imperativo: faça, corte, misture, coloque, prepare, etc.


Gostou da matéria? Quer aumentar seus conhecimentos sobre o assunto? Leia mais abaixo:

Como estruturar uma redação de qualidade


Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!

Conheça os Cursos CPT da Área Vestibular e Concurso.
Por Eduardo Silva Ribeiro.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!