WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Falando em público: o que é a disfonia?

A disfonia afeta diretamente a voz e precisa de tratamento

Falando em público

Algumas pessoas já estão acostumadas, mas outras perdem noites de sono por causa de um único motivo: falar em público. A responsabilidade requer, além de uma boa voz, equilíbrio, tranquilidade, atenção e preparação. Porém, falar em público pode ser, ainda, um desafio bem maior, pois algumas podem apresentar problemas na voz.

Rodrigo Moreira, professor do Curso a Distância CPT Como falar em público, em Livro+DVD e Curso Online, alerta que a voz demanda cuidados, pois a falta de conhecimento para preservá-la pode suscitar o surgimento de sérias alterações, como edemas, nódulos, pólipos e úlceras de contato.

Dentre os problemas que podem aparecer na voz, está a disfonia, que é o nome dado à impossibilidade de emitir a voz de forma confortável e natural. Existem três tipos de disfonias:


Disfonia funcional


Rouquidão que tem como origem o mau uso da voz. É uma alteração ocorrida após abusos súbitos (como gritos) ou constantes e repetitivos (como o excesso do uso da voz de forma inadequada). Os profissionais da voz, como professores, locutores e artistas, geralmente, são os que mais apresentam esse tipo de disfonia.

Os sintomas mais frequentemente relatados são: o cansaço vocal, a princípio no final de um ano de trabalho; depois, no final de um semestre de atividades intensas com a voz, avançando para um mês de trabalho, utilizando a voz sem realizar exercícios de aquecimento vocal e, por fim, depois de todo dia em que se falou muito.

Voz é músculo e, sendo assim, todo profissional que utiliza com intensidade sua voz deve aprender os exercícios de aquecimento e desaquecimento vocal para realizá-los com frequência, mesmo quando ela estiver normal. É importante saber também cuidar das vias aéreas superiores, para que a voz seja produzida por um trato vocal saudável.

É altamente recomendável procurar ajuda médica e fonoaudiológica, quando os primeiros sintomas de desgaste vocal começam a surgir, pois, assim, as chances de voltar a ter uma voz normal em curto espaço de tempo se ampliam, além de se evitar, assim, que esse problema piore e torne-se uma disfonia orgânico-funcional.


Disfonia orgânico-funcional


Consequência do não tratamento e da repetição de disfonias funcionais. Os nódulos de cordas vocais (ou pregas vocais) são um bom exemplo de causa desse tipo de disfonia. Nesse caso, a repetição dos abusos vocais vai, aos poucos, formando esses “calos”(semelhante ao que acontece nas mãos dos que não tem o hábito de trabalhar com enxadas).

O tratamento para esse tipo de disfonia pode ser fonoterápico ou até mesmo cirúrgico. Mesmo que o médico indique a cirurgia, por alguns dias o profissional da voz terá de realizar um tratamento fonoterápico para aprender todos os cuidados relativos e evitar que tudo se repita novamente.


Disfonia orgânica


É a alteração de voz que tem como causa uma lesão nas cordas vocais. Existem várias lesões que podem ocorrer, dentre elas: os pólipos, os granulomas e até os tumores laríngeos. O tratamento é eminentemente cirúrgico e o médico otorrinolaringologista deve procurar a causa da lesão e tratá-la. Toda disfonia que ultrapasse 15 dias de duração deve ter sua causa investigada e receber, assim, uma atenção especial dos profissionais da área da saúde.


Confira como funciona o Curso a Distância Como Falar em Púbico. Dê o play no vídeo:


 


 


Confira outro Curso na Área Treinamento Profissional:


Técnicas de Memorização




Leia mais
sobre o assunto:


- Vai falar em público? Então, prepare-se contra o nervosismo



por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!