WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Ansiolíticos e antidepressivos: diferença e como funcionam

Os ansiolíticos são fármacos utilizados no tratamento de distúrbios causados pela ansiedade e os antidepressivos são fármacos capazes de elevar o humor

Ansiolíticos e antidepressivos: diferença e como funcionam   Artigos Cursos CPT

 

Os ansiolíticos são fármacos utilizados no tratamento de distúrbios causados pela ansiedade. Essa disfunção do sistema nervoso central tem-se apresentado como uma das doenças mais frequentes neste último século.

“A ansiedade, dentro de certos limites, é considerada normal, e não requer nenhum tipo de tratamento farmacológico. Quando o quadro interfere no desempenho das atividades normais do indivíduo, é necessária uma avaliação médica e uma intervenção medicamentosa”, afirma Ricardo Zatti, professor do Curso a Distância CPT Capacitação de Atendente de Farmácia e Drogaria: Anatomia Humana e Farmacologia.

Os fármacos utilizados no tratamento dos distúrbios de ansiedade são: Benzodiazepínicos Barbitúricos Agonistas dos Receptores 5HTA

Os benzodiazepínicos são os fármacos de primeira escolha para tratamento da Ansiedade. Além de reduzir os quadros ansiolíticos, esses fármacos apresentam efeitos anticonvulsivantes, miorrelaxantes (relaxantes musculares) e sedativos. Por esses efeitos, são utilizados como hipnóticos, sedativos e adjuvantes em anestesias. Os benzodiazepínicos se ligam a receptores específicos e inibem a atividade neuronal mediada pelo ácido amino-butírico – GABA (substância sintetizada no SNC).

Os agonistas dos receptores 5HTA (ou receptores de serotonina) são conhecidos como fármacos ansiolíticos de segunda geração. Os fármacos barbitúricos, apesar de apresentarem propriedades ansiolíticas, são utilizados na terapêutica como anticonvulsivantes (tratamento e prevenção de convulsões).

Antidepressivos


Os antidepressivos são fármacos capazes de elevar o humor. O humor é definido como um conjunto de disposições afetivas e instintivas que determinam a tonalidade fundamental da atividade psíquica, capaz de oscilar entre euforia e depressão. O termo depressão é utilizado para descrever uma reação humana normal diante de uma perda importante, ou representa um sentimento de tristeza.

Em psiquiatria, porém, representa um transtorno de humor e uma síndrome com sintomas específicos. Tradicionalmente, os antidepressivos são classificados em três grupos: antidepressivos tricíclicos; inibidores da monoaminoxidase (MAO); e antidepressivos não tricíclicos e não MAO.

A depressão está biologicamente relacionada à falta do neurotransmissor serotonina em determinados locais do cérebro. Por isso, os fármacos antidepressivos, por mecanismos de ação específicos, atuam normalizando as concentrações de serotonina no sistema nervoso central.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Como o sangue percorre o nosso corpo, você sabe?
- Arritmia cardíaca e angina de peito: o que são e como tratar

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!