WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Santo remédio para se ter em casa? A Carqueja!

A Carqueja é tônica, estomáquica, hepática, antidiarreica, febrífuga, aperiente, eupéptica, diurética, depurativa, vermífuga, sudorífica, antidiabética, antiasmática

Santo remédio para se ter em casa? A Carqueja!   Artigos Cursos CPT

 

Supõe-se que a Carqueja seja originária do Brasil. Ela nasce espontaneamente em quase todo o território nacional. É uma planta invasora de pastagens e sua reprodução é feita através de sementes ou de estacas. Desenvolve-se melhor em terrenos úmidos e expostos ao sol, sendo, porém, uma planta que resiste bem à condições adversas de clima e solo.

“Se você tem quintal em casa, plante Carqueja”, afirma Prof.ª Dr.ª Maria Bergo, do Curso CPT Uso de Plantas Medicinais em Dermatologia.

Propriedades terapêuticas


A Carqueja é tônica, estomáquica, hepática, antidiarreica, febrífuga, aperiente, eupéptica, diurética, depurativa, vermífuga, sudorífica, antidiabética, antiasmática.

Indicações


Todas as partes da planta são utilizadas no tratamento de doenças, conforme abaixo:

I- Afecções gástricas e intestinais, dispepsias, afecções hepáticas e biliares, diabetes, afecções
das vias urinárias, verminoses, afecções febris, enfermidades do baço, hidropisia
- Uso interno: chá por infusão ou decocção, dosagem normal, produzindo ótimos resultados nas diversas dispepsias que causam má digestão e debilidade geral. Nos casos de diabetes, faz diminuir o açúcar do sangue até sua completa normalização.

II- Asma, bronquite asmática
- Uso interno: sob a forma de tintura tomada à noite, diluída em um pouco de água.

III- Reumatismo, gota, feridas e úlceras, doenças venéreas, lepra
- Uso interno: chá por infusão ou decocção, dosagem normal, atuando como depurativo, diurético e dissolvente.
- Uso externo: chá por decocção forte, 60 g em um litro de água, sob a forma de banhos parciais ou completos, ou compressas localizadas.

IV- Estomatite, gengivite, amigdalite, faringite, afta
- Uso externo: chá por decocção sob a forma de gargarejos e bochechos.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Tem quintal em casa? Plante Babosa

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Plantas Medicinais.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!