WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vai montar uma floricultura? Aqui 14 conselhos úteis

Pensando em começar o seu próprio negócio, entrando para o ramo da floricultura? Saiba, então, que temos muitos bons conselhos para você e, acredite, eles serão muito úteis

Vai montar uma floricultura? Aqui 14 conselhos úteis   Artigos CPT

 

Pensando em começar o seu próprio negócio, entrando para o ramo da floricultura? Saiba, então, que temos muitos bons conselhos para você e, acredite, eles serão muito úteis. Seguindo-os à risca, essas dicas não deixarão seu empreendimento nadar, nadar e morrer na praia, explica José Geraldo Barbosa, Professor do Curso CPT Como Montar uma Floricultura, por isso atente-se a eles!

Para dar início ao nosso trabalho, então, nada melhor que tomar por base as recomendações básicas que o Sebrae faz para futuros empreendimentos comerciais. Quais são eles? Vamos lá:


1- Decida se é isso mesmo que você quer. Analise bem as vantagens e desvantagens de se trabalhar nesse ramo, chegue a uma conclusão firme e consciente.
2- Prepare-se. Identifique suas lacunas de preparação emocional, intelectual, profissional e econômica. Não se apresse desnecessariamente: estar preparado é garantia maior de sucesso, lembre-se.
3- Veja se o negócio escolhido, ou seja, trabalhar com flores, é realmente capaz de motivá-lo. Não entre apenas pelo dinheiro, afinal você tem que gostar do que vai fazer.
4- Faça seu planejamento e para isso use o tempo necessário: busque informações, analise, reflita, pergunte.
5- Decisão tomada, preparação feita, plano em mãos, dê os retoques finais e comece a tomar as providências para instalação do negócio.
6- Procure um contador de confiança. O ideal é que você encontre um perto de sua casa ou de seu futuro negócio. Avalie a idoneidade do contador, seu tempo de experiência, as referências. Negocie um preço adequado para a abertura da firma e também para a taxa mensal.
7- Alternativamente, procure apoio de órgãos e serviços de apoio ao microempresário, como o SEBRAE, a Prefeitura e outras instituições que atuem na sua cidade, auxiliando na montagem de pequenos negócios.
8- Converse com o contador, obtenha o máximo de informações importantes sobre o tipo de empresa, sociedade, contrato social etc.
9- Pense sobre um nome para o negócio. Algum que seja simples (evite nomes pomposos, que não ficam bem para pequenas empresas), sonoro, relacionado com a atividade do negócio.
10- Se você pretende que o seu negócio funcione legalmente em casa, verifique se é permitido. Se você vai alugar um imóvel para o negócio, procure-o então com calma. Seja muito realista com aluguel, pois esse é um custo fixo que costuma pesar muito. Antes de fechar um contrato, informe-se seriamente sobre os preços da área e veja se esse nível de preço é compatível com o faturamento que você vai ter.
11- Peça ao contador para abrir a empresa e tome providências para o contrato de aluguel.
12- Agora, comece a tomar as medidas para a montagem do negócio em si: compra de material, mobiliário etc. Haja com muito realismo também. Não compre itens caros desnecessariamente. Muitos pequenos empresários preocupam-se demais (e desnecessariamente) com a aparência do negócio, quando isso nem sempre é fundamental. Julgue com bom senso, pergunte.
13- Faça planos de ação detalhados, e siga-os rigorosamente. É um modo de você aproveitar bem seu tempo.
14- Na montagem do negócio, não negligencie nada. Cuide você mesmo de todos os detalhes, conheça tudo, negocie cada item.

Considere que esse período de abertura e implantação de um negócio será muito importante em sua vida. Concentre-se, dê o melhor de si, faça tudo com o máximo de zelo, pois isso terá repercussões positivas no futuro.


Lembre-se de que o resultado é o que conta. Não deixe de pedir ajuda, se necessário, de buscar novas informações, de procurar a orientação profissional. Por fim, boa sorte! Lembre-se de que a sorte favorece quem trabalha com zelo para atraí-la. Não se esqueça de que estaremos, sempre, ao seu lado nesta nova empreitada.

 

Quer saber mais sobre o Curso? Assista ao vídeo abaixo:


 

 

Conheça os Cursos CPT da área Pequenas Empresas.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!