WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

USP, revolucionando o mundo intelectual e científico

A USP contribuiu e contribui muito para a história da cidade de São Paulo e para o país

 

 A estrutura administrativa da USP está localizada na Cidade Universitária de Armando de Salles Oliveira

A USP (Universidade de São Paulo) foi fundada em 1934 pelo então governador Armando Salles de Oliveira para contribuir com o aprimoramento das instituições de ensino superior, bem como para a melhoria do país. A universidade surgiu da junção da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) com a Escola Politécnica de São Paulo, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Faculdade de Medicina, Faculdade de Direito e Faculdade de Farmácia e Odontologia.

A principal fonte de inspiração da USP foi o mundo acadêmico francês. “De São Paulo não sairão mais guerras civis anárquicas, e sim uma revolução intelectual e científica suscetível de mudar as concepções econômicas e sociais dos brasileiros”, disse Sérgio Millet, crítico de arte e literatura da época.

 

A FFCL tornou-se um elemento de integração da atual USP, pois já reunia os mais diversos cursos nas mais diversas áreas do conhecimento. Ainda em 1934, havia sido criada a Escola de Educação Física do Estado de São Paulo, primeira faculdade civil de educação física no Brasil, incorporada pela USP anos depois. Nos anos seguintes, novas unidades foram sendo formadas, expandindo, nos anos 60, para a Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, em São Paulo.

 

Nas décadas que se seguiram, novas faculdades foram surgindo e se integrando à FFCL, e, consequentemente, novos cursos de graduação, novas linhas de pesquisa e programas de pós-graduação também foram sendo criados. Com o tempo, os departamentos foram ganhando autonomia, tornando-se unidades plenas (autônomas e administrativamente separadas de sua unidade original). O Instituto de Física foi o primeiro departamento a desvincular-se da FFCL, seguido igualmente de outros departamentos ligados às ciências exatas e biológicas, permanecendo apenas os cursos ligados às Humanidades.

 

Nos dias atuais, 36 unidades de pesquisa e ensino constituem a USP, 24 delas estão em São Paulo, assim como sua reitoria. Além dessa estrutura, a universidade conta com um centro de práticas esportivas (CEPEUSP, o maior da América Latina), 4 museus, 2 hospitais (HU e HRAFC), o Centro Universitário Maria Antônia e diversos órgãos especializados. Recentemente, a USP expandiu-se para um novo local da cidade, dando origem à EACH, localizada na Zona Leste de São Paulo.

 

A USP oferece atualmente 229 cursos de graduação, cada um deles subordinado à sua respectiva unidade, com exceção de alguns cursos interunidades, como, por exemplo, o curso de Informática Biomédica, oferecido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em conjunto com a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. No primeiro semestre de 2004, foram oferecidas 3225 disciplinas, as unidades básicas de ensino na USP. Os cursos de graduação são classificados pela Universidade em três grandes áreas: Humanidades, Ciências Biológicas e Ciências Exatas.

 

Campi

 

São Paulo

 

A estrutura administrativa da USP está localizada na cidade de São Paulo, mais precisamente na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, onde se localizam a reitoria e pró-reitoria. Além de englobar a maioria das unidades de ensino, pesquisa e extensão da universidade. Fora da Cidade Universitária, estão localizadas a escola de Artes, Ciências e Humanidades, a Faculdade de Direito, a Faculdade de Medicina, Escola de Enfermagem e a Faculdade de Saúde Pública.

 

São Carlos

 

Cinco unidades de ensino, criadas em anos anteriores, formam o campus USP-São Carlos. São elas: EESC, ICMC, IFSC, IQSC e IAU. Estas estão integradas à Prefeitura do Campus Administrativo de São Carlos (PCASC), ao Centro de Informática de São Carlos (CISC), ao Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) e a outros órgãos/serviços.

 

Em 2001, foi criado outro campus em São Carlos em decorrência da estagnação da capacidade do Campus original e também da criação de novos cursos. No entanto, só foi inaugurado oficialmente em 2005, assumindo as atividades acadêmicas da universidade. Ambos os campi possuem uma população de 8 023 pessoas entre alunos de graduação e pós-graduação, professores e funcionários.

 

Ribeirão Preto

 

Nesse campus, são oferecidos 24 cursos, distribuídos nas seguintes unidades: Escola de educação Física e Esporte de Ribeirão Preto; Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto; Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto; Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto e Centro de Informática de Ribeirão Preto.

 

Piracicaba

 

Esse campus foi criado em 1985, formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), pelo Centro de Informática (CIAGRI), pela Unidade Básica de saúde (UBAS) e pela prefeitura do campus (PCLQ).

 

Bauru

 

Esse campus foi implantado em 1948 com a criação da Faculdade de Odontologia de Bauru. Ele abrange alojamento estudantil, berçário e maternal, centro cultural, centro de convivência, complexo desportivo e restaurante, localizados em uma área de 156 850 m², integrado por uma comunidade de 1 500 pessoas, entre alunos, professores e funcionários.

 

Pirassununga

 

Em extensão territorial, esse é o maior campus da USP, com área total de 22 690 337,770 m² de área e com 67 595,76 m² de área edificada. Ele se formou da integração da Escola Prática de Agricultura Fernando Costa com a Faculdade de Zootécnica de Engenharia de Alimentos, possuindo três unidades: Coordenadoria do Campus Administrativo de Pirassununga, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de alimentos e Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia.

 

Lorena

 

A Escola de Engenharia de Lorena (EEL-USP) nasceu da extinção da FAENQUIL - Faculdade de Engenharia Química de Lorena. Atualmente oferece cursos de graduação em Engenharia Química, Engenharia Industrial Química, Engenharia Bioquímica e Engenharia de materiais; e mestrado em Engenharia Química, mestrado e doutorado em Engenharia de Materiais, e em Biotecnologia Industrial. Possui também cursos de especialização em Engenharia Ambiental, Engenharia da Qualidade e Matemática, e ainda Ensino Médio e Técnico Profissionalizante em Química.

 

A Universidade de São Paulo – USP, em parceria com o CPT – Centro de Produções Técnicas, avaliza os cursos, gerando credibilidade e estabelecendo um conjunto de ações que mantêm a empresa em crescimento constante.

 

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!