WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Ultrassom na avaliação ginecológica de fêmeas bovinas. Por que fazer?

Ainda pensando se deve ou não utilizar a ultrassonografia na avaliação ginecológica de vacas? A resposta é sim e eu vou dizer por qual motivo


Ainda pensando se deve ou não utilizar a ultrassonografia na avaliação ginecológica de vacas? A resposta para a sua dúvida é sim e eu vou dizer por qual motivo. Vamos lá?

Pois bem. A ultrassonografia em reprodução animal, tanto relacionada a bovinos de corte quanto de leite, possibilita uma avaliação ginecológica mais precisa, executando exames de fêmeas para protocolos de IATF (inseminação artificial em tempo fixo) e TETF (transferência de embriões em tempo fixo).

Além disto, “a ultrassonografia também pode ser utilizada para diferentes biotécnicas reprodutivas, como aspiração folicular para a produção de embriões in vitro e clonagem”, explica Carlos Augusto Gontijo Pellegrino, professor do Curso CPT Reprodução de Bovinos.

O diagnóstico precoce de gestação é tido como uma das maiores vantagens da ultrassonografia mediante a reprodução de bovinos. As imagens ultrassonográficas oferecem com maior precisão dados sobre sexagem fetal, diagnóstico de patologias da reprodução e acompanhamento do terço inicial da gestação para constatação de perdas embrionárias.

Já a ultrassonografia em fêmeas não gestantes (vazias) possibilita:


1- Avaliação, constatação e análise de imagens de estruturas reprodutivas perceptíveis ao ultrassom.
2- Avaliação completa do exame ginecológico relacionado ao status reprodutivo do animal, através de:

- Critérios de avaliação da atividade ovariana (desenvolvimento folicular ou presença de corpo lúteo).
- Critérios para protocolos hormonais de sincronização de ovulação (IATF/TETF).

A forma arredondada, anecoica e esférica dos folículos mostram, devido ao acúmulo de líquido local, as diferentes fases de desenvolvimento folicular.

A partir do entendimento das avaliações de estruturas ovarianas, assim como da condição uterina do animal, podem ser formados critérios do status reprodutivo da fêmea, determinando-as como ciclando ou não ciclando. A segurança desse diagnóstico preciso, meu amigo, só é possível por meio da avaliação ultrassonográfica.

Ultrassom na avaliação ginecológica de fêmeas bovinas. Por que fazer?


Diante da evidente importância da ultrassonografia na avaliação ginecológica de vacas, é inquestionável a necessidade de capacitação para explorar plenamente os benefícios dessa técnica na reprodução animal. O Curso CPT Reprodução de Bovinos não apenas oferece conhecimentos sobre ultrassonografia em reprodução animal, mas abrange protocolos de IATF, TETF e outras biotécnicas reprodutivas, proporcionando uma formação completa e atualizada.

A qualidade do treinamento reflete diretamente no desempenho prático, permitindo que os profissionais realizem avaliações precisas das estruturas reprodutivas, diagnostiquem patologias, e implementem protocolos hormonais de sincronização de ovulação com confiança.

Investir em conhecimento não apenas proporciona uma via rápida e fácil para o sucesso profissional, mas também é a chave para a lucratividade em empreendimentos relacionados à reprodução de bovinos.


Gostou da matéria? Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?