WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

É médico veterinário? Aqui, um pouco sobre a morte celular

Existem 2 diferentes tipos de morte celular: a fisiológica e a patológica. O entendimento desses processos é fundamental para o médico veterinário

É médico veterinário? Aqui, um pouco sobre a morte celular

Você, médico veterinário ou estudante de medicina veterinária, já ouviu falar que as células morrem? Pois, acredite, é verdade. Como tudo na vida, as células, unidades estruturais e funcionais básicas dos organismos, componentes fundamentais de todos os seres vivos, desde as formas mais simples de vida unicelulares até os organismos complexos, como plantas, animais e seres humanos, também morrem.

Segundo João Paulo Machado, Doutor em Medicina Veterinária - Patologia Animal pela UFV e professor do Curso CPT Patologia Geral - Histopatologia, “existem 2 diferentes tipos de morte celular: a fisiológica e a patológica.”


A seguir um pouco sobre cada uma delas:


I- Morte fisiológica

A "morte fisiológica" refere-se à apoptose, um processo natural e programado. Essa morte celular é essencial para o desenvolvimento, manutenção e renovação dos tecidos em organismos multicelulares.

Durante a apoptose, a célula sofre alterações morfológicas controladas, como encolhimento e condensação do núcleo. Esse mecanismo é vital em eventos biológicos como o desenvolvimento embrionário e a regulação do sistema imunológico. Desregulações na apoptose podem contribuir para condições patológicas como câncer e doenças neurodegenerativas.

II- Morte patológica

A "morte patológica" ocorre devido a danos ou lesões severas, conhecida como necrose. Diferentemente da apoptose, a necrose é um processo não programado, geralmente desencadeado por eventos externos que causam danos graves às células. Causas incluem isquemia, infecções, toxinas, trauma físico e radiações.

Durante a necrose, a célula perde integridade, ocorre inflamação e componentes celulares são liberados. Embora a necrose seja, às vezes, necessária para a regeneração do tecido, seu descontrole pode contribuir para o desenvolvimento de doenças graves.


É importante observar que, em algumas situações, a necrose pode ser um evento necessário, especialmente em resposta a lesões significativas. Por exemplo, em um processo inflamatório, a necrose pode eliminar células danificadas ou infectadas, permitindo a regeneração do tecido. No entanto, quando a morte celular patológica é extensa ou descontrolada, pode contribuir para o desenvolvimento de doenças graves. O entendimento desses processos é fundamental para o médico veterinário.

Para aprofundar-se nesse campo dinâmico e essencial, o Curso CPT Patologia Geral - Histopatologia surge como uma excelente fonte de capacitação, proporcionando conhecimentos específicos e práticos. Ao investir nessa formação, você estará se destacando no mercado de trabalho, ampliando suas habilidades e contribuindo de maneira mais eficaz para a compreensão e enfrentamento das condições médicas.

Este curso é uma oportunidade única para elevar seu conhecimento, aprimorar sua prática profissional e destacar-se em um cenário competitivo, garantindo um impacto positivo em sua carreira.


Quer saber mais sobre o Curso? Assista ao vídeo abaixo:



Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!