WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cursos da Área Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Administração Financeira na Pequena Empresa Curso de Negociação - Técnicas e Estratégias de Sucesso Curso Marketing para Pequenas Empresas Curso Fidelização de Clientes Curso Liderança Gerencial - Como Desenvolver Habilidades em Liderança Curso Treinamento de Gerente de Loja Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Planejamento Patrimonial Sucessório por Meio de Holding Curso Segurança Patrimonial para Empresas Curso Loja de Sucesso - Planejamento, Gestão e Marketing Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Como Administrar Estoque e Almoxarifado Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências Curso Merchandising Visual para o Seu Negócio Curso Como Tornar sua Empresa uma Franqueadora Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Jogos e Dinâmicas com 10 Práticas Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Práticas de Jogos e Dinâmicas de Grupo Curso Como Administrar Pequenas Indústrias Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Como Implantar um Plano de Cargos e Salários Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios II com base em Agropecuária e Confecções Áreas Afins 10Capacitação na Empresa Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Matemática Financeira: o que é e para que serve

Matemática Financeira é uma expressão utilizada para relacionar processos matemáticos, ou seja, equações e cálculos aplicáveis a situações que envolvam o valor do dinheiro ao longo do tempo

Matemática Financeira: o que é e para que serve   Artigos Cursos CPT

 

Matemática Financeira é uma expressão utilizada para relacionar processos matemáticos, ou seja, equações e cálculos aplicáveis a situações que envolvam o valor do dinheiro ao longo do tempo. E, para que isso seja feito, é preciso entender o significado de diversos termos, também relacionados às operações financeiras, que, direta ou indiretamente, exercem influência sobre o valor do dinheiro ao longo do tempo.

"São vários os termos aplicados, sendo coerente começar pelo entendimento do que é capital, juros e valor futuro”, afirma Fabrício da Silva Ferreira, professor do Curso a Distância CPT Matemática Financeira.

Capital se refere à quantidade de dinheiro disponível em um determinado momento; juros se refere aos ganhos financeiros que esse capital terá ao ser aplicado em um investimento; e valor futuro corresponde ao valor do capital em um determinado momento no futuro que, normalmente, é superior ao capital inicial em decorrência da incidência da taxa de juros. Portanto, os termos – capital, juros e valor futuro – realmente se encontram diretamente associados.

Capital


Capital pode ser entendido como sendo a quantidade de recurso financeiro que uma pessoa ou uma empresa possui disponível em algum momento, muitas vezes expressa na forma de dinheiro. Na área de finanças, o capital pode ser chamado também de principal valor presente ou, ainda, Value (terminologia inglesa comumente adotada pelo mercado financeiro). Assim, Capital será representado pela letra “C”; Montante, por “M”; Valor Presente, “VP”; e para Presente Value, a sigla “VP”.

Do ponto de vista financeiro, capital é algo que se encontra intimamente relacionado a dinheiro. Mas, afinal, o que é dinheiro? De forma simplificada, podemos dizer que o dinheiro é uma forma de materializar (por meio de moedas e notas) um determinado potencial financeiro ou contábil de um elemento físico ou jurídico.

O dinheiro possui determinadas características que são essenciais na constituição de um meio ou forma de trocas comerciais. A partir do valor existente, em dinheiro, é possível realizar comparações, por exemplo, entre valores de produtos e, ou serviços, bem como de potencial de investimentos. Assim, é possível dizer que, quando se fala em capital, principal ou valor presente, de alguma forma, estamos nos referindo a uma determinada quantidade de dinheiro. Essa informação é essencial para o entendimento das operações contábeis tratadas nos estudos de matemática financeira.

Juros


O dinheiro possui valor no tempo, pois se uma determinada quantia disponível em um momento é suficiente para adquirir um determinado bem, após um período de tempo, essa mesma quantidade de dinheiro pode não ser mais suficiente para adquirir o mesmo bem. Nesse caso, diz-se que o dinheiro perdeu valor com o passar do tempo. Diz-se que houve desvalorização. Os motivos para que osso aconteça podem ser vários como inflação, valorização do bem pela própria natureza (relação oferta x procura), fatores externos (um imóvel em um loteamento novo, por exemplo, pode valorizar-se à medida que o empreendimento vai se desenvolvendo) etc.

Para que o dinheiro não perca valor no tempo, ele precisa ser periodicamente remunerado e isso ocorre por meio de juros. Quando uma pessoa, física ou jurídica, dispõe de capital financeiro e utiliza esse recurso para fazer uma aplicação, ela receberá juros pelo período que este capital não está disponível para sua utilização, que, nesse caso, representará a atualização e remuneração do capital. Porém, se essa mesma pessoa não dispuser de um capital para fazer determinado investimento e buscar esse recurso junto a uma instituição financeira (banco, por exemplo), ela terá de ressarcir, ao longo do tempo, o mesmo capital, obtido por empréstimo, mais os juros de atualização e de remuneração. Assim, podemos concluir que os juros são a remuneração do capital que está presente nas operações financeiras, sejam de empréstimo ou de investimento.

Valor Futuro


Considere que, em um determinado momento, que vamos denominar de tempo zero - t0 - você possua um capital financeiro, que vamos representar por C0. Considere, também, que esse capital será aplicado durante um determinado tempo, que vamos denominar de t1. Durante esse tempo, incidirão juros sobre o capital C0, de forma que, quando completar o tempo de aplicação, ou seja, quando atingir o tempo t1, o capital será C1, sendo o valor C1 maior que o valor C0. C0 é o capital disponível hoje, no tempo t0, sendo denominado, por isso, de Valor Presente (VP) ou Present Value (VP). C1 será o capital que você terá no futuro, no tempo t1, e por isso é chamado de Valor Futuro (VF) ou Future Value (FV).

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Quer saber mais sobre o assunto? Acesse a(s) matéria(s) abaixo:


- Estudando matemática? Apresento-lhe a INFLAÇÃO!
- Método Hamburguês para o cálculo de juros simples: conheça!

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Gestão Empresarial.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!