WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Produção de Leite Orgânico Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal 2Produção Orgânica de Leite Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Vai inseminar gado de leite? Conheça o botijão de nitrogênio!

O botijão é um recipiente térmico com isolamento a vácuo, destinado a conservação do sêmen, sendo que, para tanto, ele deve receber nitrogênio líquido

Vai inseminar gado de leite? Conheça o botijão de nitrogênio!   Artigos Cursos CPT

 

O botijão é um recipiente térmico com isolamento a vácuo, destinado a conservação do sêmen, sendo que, para tanto, ele deve receber nitrogênio líquido, que conserva as doses de sêmen congeladas a uma temperatura de -196ºC (cento e noventa e seis graus centígrados negativos) por tempo indeterminado, desde que se mantenha o nível mínimo, abastecendo-o periodicamente.

“As estruturas que o compõem são: tampa, trava da tampa, apoio para a tampa, identificação do caneco em cores, sistema para retenção de vácuo, pescoço e apoio para os canecos no fundo do botijão. A estrutura é em alumínio reforçado e o isolamento entre paredes é constituído por vácuo”, afirma Dr. Luis Fonseca Matos, professor do Curso a Distância CPT Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo.

O que compõe um botijão de nitrogênio?


O botijão é na maioria das vezes composto de seis canecos, cada um contendo de 8 a 10 rack e cada rack com a capacidade de armazenar cerca de 10 palhetas médias (5 na parte superior e 5 na parte inferior), ou cerca de 20 palhetas finas (10 em cima e 10 em baixo). Dessa forma, a capacidade da maioria dos botijões é de 1.200 doses de palhetas finas ou 600 palhetas médias.

Qual o tamanho mais indicado de um botijão de nitrogênio?


O tamanho do botijão não tem relação com o número de palhetas a armazenar, e sim com a quantidade de nitrogênio que carrega, e, dessa forma, botijões grandes levam maior tempo para recarga (3 a 5 meses), que os botijões menores (30 a 6 dias). Cada pecuarista vai escolher o botijão de nitrogênio, conforme o tamanho do rebanho a ser inseminado, que, por sua vez, determina a quantidade de doses de sêmen necessária. Botijões pequenos, entretanto, são pouco usados para armazenamento. Sua maior aplicação é no transporte de sêmen entre retiros, em propriedades muito grandes.

Como é a estrutura de um botijão de nitrogênio para o armazenamento de sêmen?

Com relação à estrutura do botijão, na parte superior, na boca do botijão, existem fendas numeradas, que apresentam pequenos encaixes, onde são fixados os cabos dos canecos. A tampa, por sua vez, é feita de isopor ou cortiça, e tem encaixes para fechar o botijão, firmar os canecos e manter a temperatura interna. No entanto, no encaixe da tampa não há vedação total, para que o vapor de nitrogênio possa ser liberado. Se a vedação fosse total, o vapor ficaria sob pressão e, com o tempo, o botijão explodiria.

Como deve ser o manuseio de um botijão de nitrogênio?


O botijão deve ser manipulado com o máximo cuidado para evitar danos que possam resultar em prejuízos. Para diminuir os riscos com o botijão, é aconselhável a construção de uma caixa de madeira para seu acondicionamento. Durante o transporte, seja em veículos ou mesmo manualmente, o botijão não pode sofrer choques (batidas), que podem também danificá-lo. Devem ser evitados movimentos muito bruscos, que podem causar derramamento do nitrogênio. Da mesma forma, nunca se deve tombar o botijão, para evitar derramar todo o seu conteúdo.

A forma correta de carregar o botijão de nitrogênio é sempre na horizontal. Nunca transporte um botijão cheio de nitrogênio de forma inclinada. Isso certamente vai causar o derramamento do nitrogênio líquido. Outra preocupação é a manutenção do nível do nitrogênio no interior do botijão. A medição é feita, utilizando-se uma régua escura graduada, com tamanho proporcional à profundidade do botijão.

Como medir o nível de nitrogênio?


O nitrogênio líquido evapora, constantemente, devendo o inseminador estar atento para evitar perda de sêmen por falta de nitrogênio. Para medir o nível do nitrogênio, a régua é mergulhada até o fundo do botijão, por alguns segundos, e depois retirada. Como ela está muito fria, por causa do contato com o nitrogênio líquido, ocorre a condensação e posterior congelamento do vapor d’água presente no ar sobre a sua superfície. A parte que estava mergulhada no nitrogênio líquido fica, por isso, esbranquiçada, facilitando a leitura.

A medida mínima aceitável é 15 cm de nitrogênio líquido, a partir do fundo, o que corresponde, aproximadamente, a pouco mais que o comprimento de uma palheta, que deve ficar inteiramente mergulhada, para que o sêmen se conserve. Toda vez que o nível de nitrogênio do botijão estiver se aproximando do mínimo, deverá ser completado imediatamente.

Como é feito o transporte do nitrogênio líquido para o abastecimento de botijões?


O transporte do nitrogênio para reabastecimento é feito em outro botijão, sendo o líquido despejado diretamente. Para isso, utiliza-se um funil de metal, pelo qual se despeja cuidadosamente o líquido, procurando não derramar, fazendo-se depois uma nova medição. O abastecimento de tanques e botijões será feito por meio de aquisição de nitrogênio líquido junto a revendedores especializados.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Vai inseminar vacas? Atenção especial ao tronco de contenção!
- O segredo da inseminação artificial de bovinos? Touros superiores!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!